5 de junho de 2010

A maior solidão

Imagem

"A maior solidão é a do ser que não ama.
A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.
A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.

O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se,o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo.
Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno.

Ele é a angústia do mundo que o reflete.
Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre".


2 comentários:

Maria José disse...

Lena. Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão, pela nossa alma!
O seu blog está tão lindo!!! Levei um susto ao abri-lo hoje. Ainda bem que é final de semana e deu tempo de ler tanto texto bom. Beijos, amiga, bom domingo e até 2ª feira.

Lena disse...

Oi, Mary Jô, você está coberta de razão. Se não conseguimos viver sozinhos, nada mais nos resta. Quanto ao blog, estou engatinhando ainda. Muitas dúvidas quanto a layout, cores, conteúdo e um mundo de coisinhas que só na hora que colocamos a mão na massa é que percebemos. Obrigada pelo incentivo!