4 de julho de 2010

Frida Kahlo na intimidade



A vida de Frida Kahlo (1907-1954) desperta em seus admiradores um fascínio tão intenso quanto sua obra.

Ferida aos 18 anos no choque de um bonde com um ônibus, que fez com que uma barra de ferro atravessasse seu corpo, a artista mexicana convivia com dores terríveis.

Sua vida amorosa também é cheia de atribulações – sobretudo no casamento com o muralista Diego Rivera, marcado pela infidelidade de ambos. O sofrimento físico inspirou seus marcantes autorretratos, que a consagraram como uma das artistas mais carismáticas do século XX.

As 401 fotografias inéditas de Frida Kahlo: suas fotos (CosacNaify, 524 páginas, R$ 120) revelam a intimidade da vida da pintora e de seus amigos. Organizado pelo fotógrafo Pablo Ortiz Monasterio, o livro reúne imagens que pertenciam ao acervo pessoal de Frida e só foram descobertas há dois anos. As fotos são acompanhadas de ensaios em que críticos discutem a influência da biografia de Frida em sua obra.

Pra quem gosta de Frida, esta é uma boa dica!


Fonte

Um comentário:

Ma Ferreira disse...

Esta postgem é bem antiga, mas faço questão de comenta-la sobre a admiração que temnho por Fridha e por tudo aquilo que ela representa.
Te confesso que não gosto dos quadros dela, acho muito pesado..oara o meu gosto. Muita tristeza em forma de arte não me apetece.
mas por toda sua história de vida..de dar a volta por cima e fazer da sua dor, arte, expressa de maneira tão contundente.
O filme Frida Khalo tb me impresionou muito. As cores do filme combina com suas telas. E aquela cena do filme que ela dança o tango com uma mulher..inesquecível..
Por tudo isso..minha admiração pela sua postagem, na escolha do tema.
Como sempre..vc arrasa!!
Bjs

Ma Ferreira