18 de janeiro de 2011

Estresse positivo




Muito se fala sobre estresse, principalmente sobre seus aspectos negativos. Entretanto, poucos se dão conta que uma situação estressante também tem seu lado positivo. Aprender a lidar com situações ruins fortalece o lado emocional e nos torna mais resistentes para lidar com o lado negativo dos acontecimentos do dia-a-dia. E da vida.

Não há como prever. Situações estressantes geralmente nos pegam de surpresa. Mas é a forma como reagimos a elas que poderá garantir um saldo positivo no final das contas, dizem especialistas.

O primeiro passo é identificar o tipo de estresse, que podem ser duas ordens: internos ou externos. Os primeiros estão ligados aos pensamentos, sentimentos e comportamentos. Já o estresse externo é involuntário, pois está vinculado a situações imponderáveis, como doenças na família, mortes de pessoas queridas, perda do emprego e separações, por exemplo.

Se alguma coisa o irritou, seu chefe não cansa de sobrecarregá-lo no trabalho, o casamento vai mal, é preciso deixar a emoção de lado e ser mais racional. É o que pode amenizar um pouco as coisas. Procure interpretar as situações de forma racional. Não se irrite com a sua própria irritação. Não fique com raiva de si mesmo. Aceite a si mesmo e ao outro de forma incondicional.

Mesmo em situações ruins, que causam sofrimento e dor, é possível ver o lado positivo. O estresse é dividido em fases, e, dependendo do estágio, pode ser saudável. A primeira fase, que se chama Alerta, é fundamental para a nossa sobrevivência. Nos enche de energia, motivação e disposição para enfrentarmos as dificuldades. O importante é reconhecer seus limites e não ultrapassá-los.

Outro fator fundamental para enfrentar situações estressantes é o apoio social. Ao identificar a necessidade, pedir ajuda, recorrer aos amigos e parentes são atitudes que só trazem benefícios. O suporte social é fundamental para se lidar com qualquer dificuldade, pois ajuda a lidar com os problemas de uma forma menos sofrida. Sabe-se que algumas pessoas têm dificuldades para pedir ajuda, pois temem parecer fracas. Porém, essa atitude gera mais dor e sofrimento. É preciso coragem.


Maria Fernanda Schardong

3 comentários:

Mafalda S. disse...

Lindo o teu blog! Vou investigar mais...

Beijos

Lena Simões disse...

Obrigada. Explore-o bastante e depois retorne pra me dizer o que achou. Seu feed-back é muito importante para mim. Bj. Lena

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Lena

Acredito que tudo que vêm até nós é para um Aprendizado, seja positivo ou negativo.
De tudo devemos tirar grandes lições.
Eu particularmente já consigo identificar e trabalhar meus estresses internos.
O que preciso mais aprender a me controlar, são com os estresses externos.
Ainda perco um pouco o controle dependendo da situação.
Mas nada é fácil, devemos perseverar em tudo para o nosso desenvolvimento não é mesmo?
Excelente seu texto, adorei.
Um grande beijo em seu coração!