21 de fevereiro de 2011

Seja autêntico



Para que um relacionamento seja satisfatório é importante que você tenha a sensação de que está sendo você mesmo, que é autêntico. Você pode até disfarçar por um tempo, mostrando aquilo que o seu parceiro espera de você. Pode fazer de conta que é um menino ou uma menina boazinha, sendo politicamente correto. Mas é inevitável que em algum momento você se canse e mostre suas garras, ou melhor, mostre quem você realmente é.

Do outro lado, é bem capaz que seu companheiro ou companheira fique decepcionado(a) achando que comprou gato por lebre.

- Não é com este cara que eu me casei!

Mas o tempo se encarrega de mostrar quem as pessoas realmente são.

Por isto só nos resta mudar nossas cabeças, conceitos e sentimentos, aprendendo a construir relações mais baseadas na realidade e menos em projeções românticas.

Não estou dizendo aqui que é ruim a luz de velas, as flores, surpresas e gentilezas. Tudo isso é muito bom, mas constituem somente uma parte da história. Se não tivermos a capacidade de enfrentar os momentos difíceis, de encarar a dor que caracteriza o crescimento e a resolução de conflitos, se formos sempre reféns do medo e da necessidade de aprovação, não conseguiremos estabelecer um vínculo de qualidade.

Você pode ter medo de sua própria agressividade, abaixando a cabeça quando deveria defender seu espaço e sua dignidade. Você pode ter medo do que os outros pensam de você. Pode ter medo do desconhecido. Sendo assim, sua vida não consegue fluir com felicidade. Você pode até ter dinheiro, patrimônio, segurança, mas com certeza, não conseguirá ter um bom relacionamento.

O amor combina mais com uma atitude corajosa. Você decide que quer ser feliz, custe o que custar. Você não se contenta com pouco. Quando a comunicação não está boa, convida o outro para conversar, mesmo que esta atitude signifique muita adrenalina. Quer entender o que está errado sem importar-se com quem vai ganhar ou perder.

Fundamental é ser feliz. Para isto não existem fórmulas fáceis. O caminho é a incansável busca de si mesmo, dos seus talentos, da sua forma única de colaborar para que este planeta seja um pouco melhor. Daí você se sente mais útil, sua vida tem mais sentido e sua luz interior aparece.

Você é o primeiro a se reconhecer, a se aprovar. Você se sente mais preenchido, o vazio diminui. Desta forma o seu companheiro estará ao seu lado como um parceiro com quem você pode contar e compartilhar a vida e não como alguém chato que cobra algo que você não pode, nem tem para dar.


Sérgio Savian

4 comentários:

Kiro Menezes disse...

É... era o texto que eu precisava ler hoje!!! É assim que me sinto, vazia, totalmente cheia-de-dedos, querendo que ele não se decepcione, mas estou errada, posto que não tenho sido muito autêntica!!!

Obrigada flor, por essa postagem linda!!!

Julimar Murat disse...

Querida amiga Lena

Estou passando por aqui para lhe desejar um dia de muita paz, de muitas bençãos, vindas diretamente dos céus, trazida pelos anjos do Senhor.
Que o Senhor lhe traga e lhe atenda a seu tempo tudo aquilo que necessitas, que desejas.

Fique com Deus
Um grande beijo em seu coração

Julimar

soniaconsult disse...

O amor combina com atitude corajosa...
E onde mora esta coragem quando precisamos?
Hoje esvaziei a piscina, a agua exalava um cheiro fétido...estava parada
Quando paramos, nos acomodamos em um relacionamento é isto que acontece...o odor gostoso dos primeiros encontros tornam-se putrefato, pútrido...aí é que a coragem para limpar, esvaziar, remexer...falha!
Ganhar ou perder, o importante é ser feliz!
(Hi! me espalhei hoje)
bezu miga e um bom dia

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Lena querida,

Não adianta de nada sermos alguém que não somos, um dia a máscara cai.
E também fazer tipo para impressionar, não convence.
Já está na Energia da pessoa, e aquelas que são mais sensíveis percebem que algo soa falso, não adianta!!!
Autênticidade é TUDO!!!
Vamos ter a coragem de nos assumir da forma que somos.

Um grande beijo em seu coração!