3 de maio de 2011

O desgaste das palavras





Sou um tonto. Dia destes recebi um recado na secretária eletrônica pedindo retorno urgente. Liguei. Era um corretor de imóveis querendo me vender um lançamento.

– Qual era a urgência? – perguntei, irritado.

– Bem... Estamos selecionando alguns clientes e...

Conversa mole. As pessoas usam a palavra "urgente" em mensagens de todo tipo. Ainda sou daqueles que se assustam de leve com um e-mail "urgente". Para logo descobrir que se trata de um assunto muito corriqueiro. A palavra está perdendo a força. Daqui a pouco não vai significar mais nada. A mesma coisa acontece com o verbo "revelar". Abro uma revista e vejo: fulana de tal "revela" que gosta de ir à praia. Ou: a atriz tal "revela" que vai pintar o cabelo de loiro. Isso é revelação que se preze? Resultado: quando se quer realmente revelar algo se usa "denuncia" ou "confessa". Até que também sejam desgastadas pelo uso impróprio.

E vip? A sigla surgiu como abreviação de "very important people". Os vips tinham acesso preferencial a festas e eventos de todo tipo. Obviamente, todo mundo quis ser tratado como vip. Alguns shows e camarotes carnavalescos ficam lotados por manadas de vips. Para diferenciar "vips" entre si, nos lugares mais disputados surgiram chiqueirinhos para os "supervips" ou "vips dos vips". Em resumo: "vip" não significa absolutamente coisa nenhuma – somente que a pessoa é rápida para descolar um convite com pulseirinha.

Os anúncios imobiliários são pródigos em detonar palavras. "Exclusivo" é um exemplo. Quase todos falam em "condomínio exclusivo", "espaço exclusivo" (e não havia de ser, se o proprietário está pagando?). De tão comum, "exclusivo" deixou de ser "exclusivo". Veio o "diferenciado". Ou "único". Mas como um apartamento pode ser "diferenciado" ou "único" se está em um prédio com mais cinquenta iguais?

Elogiar também ficou difícil. Antes bastava dizer:

– Você está bonita.

A cortesia não exige sinceridade. Mesmo que a sujeita pareça ter saído de um sarcófago, sempre se dá um jeito de dizer que está bem.

– Que vestido lindo! Você ficou bonita.

Portanto, se quero realmente adoçar, digo:

– Você é muito bonita.

Algumas vezes parece pouco, e atinjo os píncaros:

– Você é o máximo.

Mas o que vem depois de "máximo"? Já andaram usando "deusa", mas acho meio cafona. E "santa", por incrível que pareça, perdeu o jeito de elogio, principalmente para quem acaba de fazer regime, botou silicone nos seios e fez preenchimento labial.

A palavra "amigo" é incrível. Implica uma relação especial. A maioria fala em "amigos" referindo-se a conhecidos distantes. Pode ter visto a pessoa duas ou três vezes e já é "amigo".

O mesmo ocorre com "abraço". Terminar uma mensagem com um "abraço" era suficiente. Se envio um abraço é porque realmente tenho vontade de oferecer meu carinho. Foi tão banalizado que agora se usa "grande abraço", "forte abraço". Já é pouco, e surgiu o "beijo no coração" no fim das mensagens realmente amigáveis. A seguir, o que virá? Minha imaginação não alcança.

Minha vontade é voltar a usar os termos com a força que eles realmente têm: "abraço" é "abraço", "amigo" é "amigo". Por que deixar as palavras se desgastarem? Se o que têm de mais belo é justamente sua história e o sentimento que contêm? Enfim, tudo o que lhes dá realmente significado.


Walcyr Carrasco



45 comentários:

Angela disse...

Oi Lena vim fazer uma visita em seu blog em retribuição a sua no meu e simplismente amei td por aqui!E digo definitivamente arrumei um cantinho e fiquei por aqui!Bjobjo Angela.

Cafundó disse...

Parece que é tudo isso que eu sinto, abraço é abraço!

Miguel disse...

Lena,

As vezes precisamos tanto de receber apenas um abraço bem verdadeiro. Que tenha amor e amizade e que seja de um amigo sincero.

Aliás, a palavra sincero é uma palavra que acolhe e deveria estar no vocabulário de toda alma.

O sincero, deixa ver através de suas palavras,os nobres sentimentos de seu coração.

Tenha uma semana abençoada.

Abraço

Pena disse...

Sublime e Linda Amiga:
Bela narração sobre palavras-chave que enmpregamos no nosso quotidiano em hexagero.
Brilhante.
Dá-nos uma visão clara da sua utilização abusiva.
Parabéns.
Beijinhos amigos de pureza.
Com respeito.
Sempre a admirar o seu talento imenso e profundo.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua visita.
Bem-Haja, enorme e gigantesca amiga de bem.
Adorei e já registei a lição de vida de hoje.
Linda.

Lia Araújo disse...

Instigante....

beijos querida
otima semana

Bloguinho da Zizi disse...

Pois é Lena
Acréscimo de palavras para enaltecer sentimentos, geralmente, nulos.
Muita fala, muito gesto e pouco Amor.

Beijinhos

C. disse...

Amiga,

quero pedir desculpas também se nao consigo acompanhar seu blog diariamente, sou uma velha-blogueira-relapsa, e nao consigo acompanhar os blogs que postam diariamente. Mas nao os perco de vista, ainda mais quando os donos sao queridos...

:> :>

C. disse...

Eu nao sei onde você encontra esse relicário de palavras! Teu blog tá bombando porque cada post é uma renovacao de conceitos. Parabéns amiga! Nós, que adoramos usar as palavras, temos que repensá-las pra dizer nao só no blog como na vida real. Eu economizo o máximo que posso nas postagens por achar que com tantas alegorias "palavrísticas" rodando na internet, vale lembrar que o fato da pessoa estar ali valorizando as suas, é sinal que você nao tá dizendo tanta abobrinha assim num é.

* Que coisa esse lance do fogao, mas aqui nao é diferente minha amiga. Aliás, aqui quando você compra móveis, tem que esperar no mínimo uns meses para recebê-los... pra você ver como o Brasil nao tá remando em águas tao escuras assim como dizem...


Sonhos De Deus disse...

Bom dia minha linda, aii eu concórdo em partes com a mensagem,sabe Lena porque eu quando gosto sou exagerada nas palavras como fala cazuza em sua musica,vc ja ti falei gostei de cara,alias com muita saudades abria o blog cade Lena rsrsrs,pois di coração não é mais minha seguidora e sim amiga que se Deus um dia me conseder o privilégio vou ficar muito feliz em ti conhecer pessoalmenti ja ti gostooo muitooo.Hei não fica muito tempo sem dar noticias vc me faz muita falta uma semana com toda sorte de benção bjks !!!

Flor de Maio disse...

Oi Lena,
Cheguei ao seu blog pelo blog da Aline (Muitas Coisas por Aí) e adorei. Seu cantinho é de muito bom gosto, interessante e cheio de sensibilidade. Parabéns!
Bjs :)

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Concordo plenamente com isso Lena querida...

As palavras estão perdendo a força cada dia mais, por uso indevido ou inconcebível...

Um grande beijo e um dia de paz.

Ani

Meire disse...

Lena querida, que texto lindo. E haja palavras desgastadas, banalizadas que perdem seu significado anterior. É até perturbador. E só não vale banalizar sentimentos, né?! Um abraço pra vc =)

Claúdia Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jesus te ama! disse...

É SE FOR PENSAR BEM!!!!
DEUS TE ABENÇOE.

Tatiana Kielberman disse...

Perfeita essa reflexão, Lena!

Adoro Walcyr e eles sempre diz tudo que eu gostaria de expressar...

Desgastamos demais e deveríamos pensar melhor antes de proferir qualquer palavra - seja crítica ou elogio!

Beijos, adorei!

ArcadoAutoConhecimento disse...

Pura verdade, Lena. As palavras vão perdendo a força enquanto outros se acham mais fortes e poderosos que a maioria.
Lena, tem um selinho especial para você no Arca. Chama-se Troféu de Ouro e está em Mimos 2011. É só rolar a tela até o final que o achará. Espero que goste. Beijos.

Sam disse...

Minha querida, vim buscar meu presente e agradecer por tanto carinho e participação bonita em meus dias.

Meu carinho, Lena.
Samara Bassi

O Universo dos Pensamentos disse...

Lena, bom dia,

Ai que saudade do tempo que as palavras significavam exatamente o que se lia.

Mas... Eu sou das que dizem o que sentem.

Bjos

Patricia disse...

es verdad, el mal uso de las palabras las desgasta, pierden su fuerza y auténtico significado. una pena, verdad?

un abrazo fuerte!

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Eu sou muito apegada à significação da palavra e tenho dificuldades em elogiar por elogiar, em usar termos por usar. Walcyr Carrasco falou maravilhosamente bem sobre o uso distorcido dos vocábulos. Hoje, as palavras de peso, passaram a ter uma significação rasa e superficial.
Ótimo post Lena.
Uma semana memorável pra você.

Julliany kotona disse...

Que lindo amiga,amei o post,hoje em dia as palavras estão banalizadas é tão fácil dizer eu teamo,ou amigo,e machucar depois...
Estamos vivendo tempos de conflitos internos...bjão lindona amo seu blog e você também bjks da juju!

Mafalda S. disse...

Nunca tinha pensado nisso, mas realmente tens toda a razão.

Bjs

Nathacha disse...

Olá querida, estava navegando pela internet, e lendo alguns blogs e de repente "cai" por aqui no seu “cantinho”... Bom, muito legal o texto do Walcyr Carrasco, realmente hoje em dias as palavras estão perdendo o seu significado. É igual a palavra AMOR, hoje em dia virou tão banal que todo mundo sai por ai falando "eu te amo", sem realmente saber o que é o significado da palavra AMOR. Foi muito legal você retratar isso, através do texto do Walcyr. Bom, vou voltar aqui mais vezes e se você puder, visite o meu espaço, estou te seguindo... Beijo grande!


Nah :)

www.medicinepractises.blogspot.com

MARILENE disse...

Como é perfeita essa crônica! Uma simples palavra traduzia o que se queria, de fato, dizer. Agora, busca-se outras sem alterar o significado da anterior, apenas porque se desgastou ou foi deturpada com o tempo.

Fabiola disse...

Oi Lena !!! Saudade de você...mudança é uma delícias, mas dá mesmo muito trabalho: tem sempre aquele livro, que colocamos naquela caixa que não sabemos onde está...rs...
O texto é belíssimo, tenho temido a superficialidade com que se assume posições e com a dificuldade em dar o real peso aquilo que se pensa, sente e expressa. Um abraço, com carinho. Fabiola.

welze disse...

Esse texto do Walcyr é maravilhoso. diz tantas coisas que tantos de nós queremos dizer não é mesmo? gostei e copiei para guardar. beijos

Calu disse...

Por incrível que pareça, há muito pouco tempo estive comentando com uma amiga, a banalidade que instaurou nalguns termos precisos da nossa língua.
Estou de pleno acordo com o autor. Quero de volta toda pompa e circunstãncia de cada uma destas palavras a garantia de que seu uso será com parcimônia e ideais dignos.

Obs; Linda Lena, hoje estou em meio a uma correria.Depois passo lá no selinho, viu. Obrogada desde já.Tem resposta p/ ti lá no fractais.
Felicidades no novo lar, querida.
Bjinhos,
Calu

Zil Mar disse...

Oi Lena...espero que tudo esteja bem com vc...não sabia que vc estava se mudando...

eu adorei seu post...pq vivo sempre a questionar as formas como as pessoas usam pra se despedirem...

eu não consigo imaginar como é "beijo no seu coração" me dá até arrepios....

meu carinho!

Zil

Laura disse...

É urgente reerguermos as palavras a partir do seu significado etimológico. Hoje não o fazemos e elas vão perdendo a sua pureza original. Abusamos da imaginação para que não nos chamem retrógradas.

Na minha zona (Viseu), aqui em Portugal, usava-se a palavra sertã. Hoje já pouca gente a pronuncia e quem a ouve não conhece o objecto que agora é "frigideira". Coisas da língua e dos VIPs.

Beijinho

* Verinha * disse...

Fantástico esse texto Lena.. realmente as palavras perderam muito de seus verdadeiros significados e estão sendo empregadas aleatoriamente.

Uma super beijoca em seu coração..
Verinha

Vera Lúcia Duarte disse...

Lena,
Fiquei feliz com sua visita em meu blog.
A colocação de Walcyr Carrasco sobre o desgaste das palavras foi,
além de perfeita, divertida.
Com razção ele. A banalização de certas palavras tirou das mesmas o seu verdadeiro sentido.
Abraço.

♪ Sil disse...

Lena, amada!

Que texto verdadeiro minha amiga.
Mas concordo em partes com o Walcyr.
Concordo que as palvras realmente hoje estão muito banalizadas.
Dizer eu te amo, virou a mesma coisa que dizer bom dia, sem contas as exclusividades que ele citou acima.
Ele tem toda razão.
Mas no meu caso, eu sou muito verdadeira qdo digo: Adoro você, um forta abraço, etc e tal.
Eu qdo digo isso, é de coração, de alma, e envio num abraço as melhores vibrações possiveis.
Mas nem todos são assim, isso é fato.
Amiga (Vc eu bato no peito qdo digo isso, porque te adoro de verdade), vim pedir perdão pela demora em responder, dizer que agradeço o selo, o seu carinho, tudo que vem de você Lena, porque você é LUZ!
Ando numa correria que tem me deixado surtada, mas faz parte hj da minha vida, mas quero que saiba, que eu te acho uma queridaaaa, que te gosto muito, e que quero nossa amizade pro resto da minha vida.
Um abraço do tamanho desse seu coração, que é de sentimentos maravilhosos!

Beijoooo

♪ Sil disse...

PS: Lena, me faz um favor amada?
Eu não entendo lá muita coisa de blog, mas quero fazer isso que vc fez acima do seu:
Um espaço pra selos, etc, mas não sei como fazer isso.
Me ensina rs?

Outro beijo!

Zélia Cunha disse...

Oi, Lena! Lindo texto. Acontece que surgiram muitos neologismos e foram incorporados a nossa língua de tal maneira que as pessoas esqueceram a força que algumas palavras têm : quando digo que te amo é porque te amo, é sentimento puro, e o calor de um abraço amigo ,ninguém pode negar.
Beijos Querida!
Zelia

Kiro Menezes disse...

Nossa Lena, minha flor, que texto lindo, forte, verdadeiro e muito singelo em seu dizer.

A palavra, simplesmente!

Gostei deveras!

maria albertina disse...

Olá Lena
o mesmo eu digo em relaçao a palavra "desculpa" e "eu te amo".
Seja a situaçao que for, a frase "eu te amo"já nao tem a mesma importancia, pois é dita a qualquer momento e a qualquer pessoa. "Desculpa" entao enm se fala.. passa-se por cima de uma pessoa, deixa-a "acabada" e só diz:
- desculpa!!
Abraço tem que ser abraço, eu te amo deve ser dito somente quando esse sentimento é verdadeiro e desculpa quando realmente sentimos que magoamos e que estamos querendo ser desculpados de verdade.
Belo texto

Carla Farinazzi disse...

Oi Lena!!!

Muitíssimo obrigada pela indicação do Selo Versátil, eu fiquei muito feliz! Te agradeço de coração.

Bem, as 7 coisas sobre mim para dividir:
- cada dia gosto mais de ficar em casa;
- amo a noite;
- adoro dormir até a tarde (três, quatro da tarde, rsrsrs);
- adoro ligar o notebook, a TV, o som e ler um livro, tudo ao mesmo tempo;
- sofro demais com falsos amigos, mas estou absurdamente cansada deles;
- choro à toa;
- amo gente inteligente.

Lena, já fui votar em você! Parabéns por estar concorrendo ao Blog da Semana!!

Um super beijão!

Carla

soniaconsult disse...

Oi.
Muitas saudades embrulhadas com laços vermelhos, viu?
Um texto bastante significativo.
Uma verdade para se pintar em tela e observar a todo o instante. E mesmo assim ainda correremos o risco de dizer por dizer.
bjs

Que vergonha!
Estava indo sem te agradecer o selo.
Obrigada.
Amanhã volto para pega-lo.

soniaconsult disse...

Em tempo
Lena, tem aniversário no Niver!

Sandra Portugal disse...

A superficialidade e banalidade das pessoas traduzidas em meras palavras formais realmente transformaram as relações humanas. A popularização de uma bela carta, escrita com letras cursivas elegantes, papéis de carta elaborados e perfumados não pode popularizar os sentimentos, que devem permanecer sempre presentes!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Andréia Borba disse...

Querido, é preciso que eu diga que senti certa dificuldade em escolher qual post comentar. Estão todos ótimos. Mas este, em especial, está excelente.
Sábias as palavras de Walcyr ao dizer que desgastamos o real significado dos vocábulos.
Uma lástima.
Abraços.
Déia

Anônimo disse...

Isto é muito true.I perdi meu peso só fez mudanças na alimentação, tendo todos os vegetarianos e de baixa carb amadeirado.blogspot.com me ajudou muito e eu sugiro a todos

Anônimo disse...

Olá, acabei de descobrir amadeirado.blogspot.com no Yahoo, e descobriu que ele é realmente incrível. Eu vou prestar atenção para fora para bruxelas. Eu apreciaria se você continuar a escrever sobre este assunto no futuro. Muitas pessoas se beneficiarão de sua escrita. Cheers!

Anônimo disse...

Mas eu quero dizer que este amadeirado.blogspot.com é extremamente útil, Obrigado por dedicar seu tempo a escrever este.

josenaide coelho disse...

Ainda bem que existe o
amadeirado!oh cheiro
gostosoooooooooooooooo.
Mais tão centrado e que
faz questão de confundir
com outras essências.
Bjssss e boa noite
com cheiro amadeirado e bem
forte,marcante e chatinho
para não perder de vc.