4 de agosto de 2011

Onde anda a nossa paciência?




 
Acordar cedo justo hoje que está chovendo, o trânsito terrível, as pessoas se irritando por qualquer motivo... Acabamos perdendo a calma e a lucidez em um piscar de olhos.

No trabalho nos irritamos com aqueles que fazem pouco e ganham muito, com aqueles que fazem média para chegar onde desejam. Com o chefe que não percebe o ambiente de trabalho à sua volta.

Temos mais algumas coisas para nos desestruturar durante o dia: a tentativa de cancelar aquele cartão que nem pedimos, a tentativa de reclamar e ser ouvido por aquela companhia de celular que nos coloca a ouvir músicas calmas e relaxantes, quando temos vontade somente de sermos ouvimos e resolvermos o nosso problema.

Temos ainda os desafios familiares, dos que não se entendem, dos que implicam uns com os outros, dos que não sabem administrar seu dinheiro, dos que não sabem se controlar no que dizem aos outros.

Ufa! Sobrevivemos a mais um dia! Que nada! Ao chegar em casa começam as implicâncias entre o casal, as discussões sobre dinheiro e projetos futuros, além, é claro, dos filhos, que cada um com sua individualidade requer condução de conduta e atenção.

Se tudo isso está lhe fazendo mal e você está entrando na energia de cada uma destas situações descritas, tenha absoluta certeza que o problema está com você!

Isso pode à primeira vista surpreender a sua percepção, mas emanamos uma energia e recebemos esta mesma energia de volta. Se seu comportamento é desestruturado e se desequilibra com facilidade, se seus nervos estão sempre à flor da pele, pode ter a certeza de que você precisa de atenção e cuidados.

Não estamos neste mundo para viver em um caos diário; temos, sim, metas e objetivos pessoais que precisam ser observados e vividos com intensidade e isso só acontece de fato quando entramos em contato com nossa energia verdadeira. Neste exato momento, você pode estar se vendo em cada uma das situações descritas e desejando mudar. A mudança ocorre, sim, de dentro para fora. É preciso, em primeiro lugar, decretar que essa vida não é para você, que a vida que deseja é uma vida harmônica, com paz e tranquilidade, além de alegria e beleza.

O problema de fato não se encontra com todas as pessoas que estão à sua volta e, sim, dentro de você! A falta de paz e equilíbrio nos faz vibrar em um padrão que não é nosso e assim atrair as mais diversas situações conturbadas para nossa vida.

Se hoje você vive situações que não lhe trazem prazer e lhe roubam a energia, tenha certeza que isto não deve fazer parte de sua vida. Inúmeros são os casos onde a falta de paciência impera como condutora da vida da pessoa, fazendo com que esta se conecte com a primeira situação que lhe aparece e sempre de forma desequilibrada. A falta de paciência e irritação constantes são sintomas de que você precisa cuidar de sua energia!

Não tenha pressa em encontrar o melhor relacionamento, em encontrar o melhor emprego, tenha pressa, sim, para cuidar de sua energia e equilíbrio pessoal e tudo mais lhe será acrescentado.



Maria Isabel Carapinha


Lulu Santos - Tempos modernos


 

35 comentários:

Paulo Francisco disse...

Ou seja, só depende de nós!
Um beijo grande

cidinha disse...

Olá, Lena! belos conselhos! A vida é um presente para se viver em paz e com amor! Lindo amiga.. Quero agradecer o carinho da sua visita. Obrigada sempre! bjs no seu coração.

Dan disse...

Que lindo tudo aqui Lena!
Te seguindo agora : )
Faça uma visita no meu blog
ficaria muito feliz.

Parabéns pelo blog.
Beijosss

Cissa Romeu disse...

Oi Lena, tudo bem?
Li no blog do Wanderley, não sei se você conhece ele, uma frase de sua autoria: " um dia a mais é um dia a menos". Acho que se encaixa nesta ideia!

Lena, adorei tua coluna da direita: Carlos Drummond de Andrade é tudo de bom! E que imagens, heim? Obrigada por meu blog estar na tua lista de leituras!
Beijoss

。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi minha amiga Lena, tou andando assim ultimamente sem paciência pra nada. mais isso não me ajuda em nada. Como seu texto mesma diz:

Tenha pressa, sim, para cuidar de sua energia e equilíbrio pessoal e tudo mais lhe será acrescentado.
Obrigada pela leitura, me fez muito bem.
Um beijo, e continuação de ótima semana. Smareis

Su disse...

bom dia pessoa mais querida...
ando em falta contigo, mas a vida tá corrida, voltei com a pós e tem um curso de manhã esse mês, daqui a pouco estou saindo... e à tarde tem a escola... mas ainda assim não perco nadinha a minha paciência não!!! rs...
Uma vez assistindo a uma palestra muito interessante com uma pessoa muito querida, um professor da Usp que já não está mais nesse plano, Prof. Walter Accorsi, um gênio na arte de estudar as plantas e suas funções medicinais, ele disse que paciência a gente não perde, pois se a perdemos é porque não a temos... desde então, acredito nisso...
Beijos e um dia lindo lindo lindo!
Obrigada pelo seu carinho sempre! Su.

disse...

Olá! Bom dia!!!

Vim agradecer-lhe pela visita. Espero te ver sempre por aqui. As visitas são na verdade o nosso chá de ânimo para tocar um blog não é mesmo?
Quanto ao seu texto, fiquei com inveja boa pela chuva. Aqui não chove há tempos ... As janelas estão que é poeira só! Não adiante limpar cedo porque a tarde já está tudo empoeirado.
Paciência? Cuidar do nosso Eu interior? É tudo de bom. Mas é uma tarefa complicada ...
Fique com Deus.

Anabela Jardim disse...

Se houver uma missão para cada ser neste mundo, a minha é aprender a ter paciência, e até já me convenci disso. Mas como seria a nossa vida sem um pouquinho de problemas?
Vou te seguir aqui.
Abraços e bom dia!

Rabiscando Poesias disse...

Como diria Renato Russo: " VIVER É FODA , MORRER É DIFICIL " BJS

Van disse...

A vida fica insuportável quando estamos impacientes.

É preciso sim, cuidar da nossa energia, a paciência alivia todos os fardos.

Beijos Lena!

SOL da Esteva disse...

Lena

Um tratado Social com oportunidade sem limites!...
Paciência, Lena. É do que nos sobra.

Beijo

SOL

Simone Audrei disse...

Há algum tempo atrás, venho tentando adotar esta postura porque escolhi ter uma vida melhor, e com certeza tenho me sentido muito bem, tenho tido mais paz e tranquilidade para resolver o meu dia a dia. É difícil mas vale a pena.
Bj

.:*Aline*:. disse...

Nossa, Lena, parece que vc escreveu pra mim. Ando meio irritada com a vida, coo certas situações e crio um caos dentro de mim. Preciso relaxar e sossegar.
Gostei mesmo de ler esse post.
Bjus

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha linda!
Sei que estás dodoi,e eu tbm estou,vc fisicamente e eu da alma,existe diferença entre o corpo e a alma,se caminha juntos?
Nem sei responder...só sei sentir,e vc como me responde?
Texto energètico...valeu...
bjs...

RELTIH disse...

NO HAY COMO TENER PAZ DENTRO, ES SUFICIENTE PARA MÍ.
BESOS

Will disse...

Oi Lena,

Talvez a paciência seja aprender a se tornar vinho sem a pressa de virar vinagre.

Adorei o post.

Abraço com carinho!

Maria Alice Cerqueira disse...

Prezada amiga
Hoje vim lhe agradecer pela sua linda e carinhosa presença lá no meu cantinho, através de um simples selinho, 300 seguidores , feito com muito carinho.
Agradeço-lhe de todo o coração!
Abraço amigo!
Maria Alice

Mafalda S. disse...

Concordo em pleno. Alguns até lhe chamam «a lei da atracção». Por isso, toca a mudar a nossa energia.

Beijinho

eva mooer disse...

Lena...é verdade,nossas escolhas podem melhorar nossa vida.Perceber que a mudança é necessária é que é o problema.As pessoas que mergulham fundo nos seus problemas,não costumam emergir para se situarem,e por mais que vivam em aflição, acabam permitindo que essa negatividade corra solta.Aprendi num livro algo que me ajudou muito.Ao fazermos uma escolha ou tomarmos uma decisão,levarmos isso para um campo sólido,em forma de um rio.Daí, com nossa escolha feita,imaginar qual o tipo de água corre nesse rio Ex: se é turva,crespa,azul,barrenta,cristalina,enfim,descrever esse rio e essa definição,vai nos mostrar exatamente o que nossas escolhas acarretam no nosso subconsciente mais claramente falando...se eu escolho roubar um anel,como meu rio seria......enturvado,pedregoso,
barrento.....facil perceber que devo torná-lo cristalino.Mais ou menos isso.A vida não permite muitos erros,quanto menos tivermos,mais alegria conquistaremos.um abraço Lena..beijokas

Marly Bastos disse...

Dizem que a pressa é inimiga da perfeição. eu diria que ela é inimiga de tudo:da nossa saúde, da nossa espiritualidade, dos nossos relacionamentos, dos nossos afazeres...
Realmente so devemos ter pressa em aprender a zelar da nossa vida, fazer dela uma existência mais prazerosa e plena.
Um texto que é verdadeiro ensinamento.
Beijokas doces minha flor mais linda do jardim.

Van disse...

Acredito que a paciência e tudo o mais que possa nos influenciar depende sim , muito mais de nossas ações internas do que das externas. Nós temos dentro da gente dois lobos : um manso e um voraz e perverso , cabe a nós mesmos saber qual deles vamos alimentar mais...

Obrigada pelo comment e pelo carinho , Leninha ! Sempre aqui ! Grande Beijo !

www.meusecrsitoseoutraspalavras.blogspot.com

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Lena
Realmente a nossa energia atraí para nós, aquilo que sintonizamos. Depende de nós aprendermos a direcioná-la.
Bjux

Yasmine Lemos disse...

Meu Deus como é difícil achar este equilíbrio dentro de nós.A vida parece que nos provoca e alimentamos a auto piedade ,e viramos vampiros da nossa própria consciência . Lena meu beijo pra vc
boa tarde

Jan disse...

LENA, BELÍSSIMO E MUITO ÚTIL ESTE POST.
MUITOS DE NÓS "JÁ TIVEMOS ESSA AULA", MAS REFORÇO É SEMPRE BEM VINDO.

BEIJO
JAN

Rô... disse...

oi Lena querida,

e eu aqui aprendendo mais um pouquinho,
a paciência é um aprendizado diário,
já me convenci disso,
e vale a pena tentar,
pois com paciência toda carga fica mais suave...

beijinhos

Paula Moraes disse...

Oi Lena, que legal esse texto, concordo totalmente com ele, tudo é questão de equilíbrio e o difícil é manter esse equilíbrio. Gostaria muito de não me estressar diariamente com muitas das coisas que estão descritas aí.
BJs

Artes e escritas disse...

Lena, volto com tudo! Tem um selo comemorativo dos 300 seguidores do artes e escritas esperando por você: http://selosarteseescritas.blogspot.com/2011/08/300-wwwarteseescritasblogspotcom.html
Um abraço da amiga, Yayá.

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Lena amada irmã,

Depois de uns dias descansando....estou de volta!
Quero lhe agradecer muito pelo presente que me destes....recebi com muito carinho e está na minha "galeria de presentes"....você nunca se esquece de mim, está sempre me mandando mimos lindíssimos.
"Obrigada do fundo do meu coração!"

Sua mensagem é de arrepiar!!!
Acredito plenamente em cada palavra dita....
Qualquer perturbação que temos na nossa vida cotidiana, é resultado de um desequilíbrio energético.
Eu de vez em quando estou tendo "meus ataques"....rsrsrsrs
Quando acontece isso, já corro tomar um banho de ervas ou tomar um floral e me apegar com meus Mestres amados.

ADOREI sua postagem!

Um grande beijo em seu LINDO e ILUMINADO coração minha irmã!

QUIM disse...

HOJE EM DIA CONFESSO QUE ANDO COM POUCA PACIÊNCIA...ESPECIALMENTE PARA O AMOR...A vida pregou-me partidas e eu tento ser mais paciente mas por vezes é dificil..bj querida uma boa noite.

Vera Lúcia disse...

Olá Lena,
A chave mestra está no nosso equilíbrio. E aí que mora o problema.
São tantos senões, tantos compromissos, que o perdemos seguidamente.
A paciência requer um exercício permanente, para que nos habituemos a ela. Haja yoga!
Beijos.

Imac by Artes disse...

Minha querida!
Ótima postagem como sempre.
Amei ler esse texto... Primeiro precisamos encontrar nosso equilíbrio pessoal depois conseguiremos viver em harmonia.
Abraços! Uma linda noite pra ti.

Milene R. F. S. disse...

É Lena
Minha mãe sempre dizia: se vc tem problemas com tudo e com todos então o problema não está nos outros, está em vc! E sabe, ela tá certa!Quando por algum motivo perdemos a paciência e mudamos o nosso padrão vibratório, atraímos mesmo para nossa vida situações conturbadas e conflitantes... ao contrário como tudo fica leve quando estamos calmos e serenos! Como sempre um excelente post, muito bom passar aqui, beijos querida!

Toninhobira disse...

Amdo devagar, porque ja tive pressa... Um belo texto com bela reflexão amiga.Um abraço e belo fim de semana a voce.
Bju de luz nos seus dias.

Meire disse...

Minha linda amiga e no dia que estamos estressados tudo é motivo pra piorar a situação e com a ajuda das ironias do destino então vixi maria! rsrs Essas músicas que ficamos ouvindo no telefone são demais mesmo, acabamos por decorar as melodias! Eu acho que a melhor coisa nas hora que ela estiver querendo escapulir de nós e fazer uma piada, isso sempre alivia!
Temos que buscar a paz lá dentro de nós senão não teremos paciência nem para esperar o sinal de trânsito abrir. E está aí um local que sempre vejo o povo sem um pingo de paciência. Na minha opinião ela é algo FUNDAMENTAL para nosso bem!!

Linda essa música que o Lulu, sempre muito querido me contou que dedicou umas palavras dela à vc!Chique né?!!! :)

EstreLeninha, vc é um diamante raro, pois é único, quem te conhece, quem te tem por perto tem é muita sorte! Vou escrever sortuda na minha testa!! :) Que Deus ilumine cada pontinha de suas asinhas.
Te amo muito e pra sempre! Conte sempre comigo. Bjokitas cristalizadas, além das nuvens, com toques amadeirados.

Ingrid disse...

o tempo por vezes nos torna um pouco menos pacientes..mas temos o poder de nos conhecermos..se nos interessarmos por nós mesmos..
aí tudo fica mais fácil..
gostei do post..
beijinhos