21 de fevereiro de 2012

A gente vai levando....



Vim ao mundo para questionar. Para me entender. Para ser feliz. Por isso, escrevo. Palavras são minha terapia. Meu remédio. Meu ponto de fuga e encontro. Na arte, eu me busco. É lá que eu sempre estou. Procurando o verbo, indagando a letra, consolando a frase que chegou ao fim. Quer me conhecer? Me encontre naquele romance antigo, segundo parágrafo, mostrando que a solidão não deve se atravessar a sós. Talvez eu possa – e isso é quase certo – me mudar pros tons daquela bela música e por lá ficar: “feita de luz, mas que de vento”... Ah, me desculpem os Jungs, Freuds e Lacans. Mas Chico Buarque me entenderia! Alguns artistas – e nisso incluo poetas, músicos e demais sonhadores - parecem conhecer a fundo a alma humana. Quando falam de si, mostram um pouco também de nós. Quem nunca pensou, ao menos por um segundo: essa canção foi feita pra mim? Eu já me apropriei de centenas de músicas (com o devido crédito ao autor, é claro), que dizia serem "minhas". Naquele momento, elas - e só elas - pareciam entender o que eu sentia. Letra por letra. Rima por rima. Em cada nota, um espanto. E uma sensação de pura comunhão com o mundo: é, eu não estou sozinha. A arte também foi feita pra unir. Pra protestar. Para seduzir. Por isso, passo a vida escrevendo. Lendo. Garimpando frases. Buscando o verso certo. A estrofe perfeita. Ou um conhecimento maior sobre mim mesma. Se estou conseguindo? Não sei. A arte nem sempre é bondosa. Um dia nos pega no colo e, no outro, nos faz enxergar o que ainda é difícil de ver. Mas tudo bem. Enquanto houver um poema pra nos consolar e uma boa canção pra nos comover, "a gente vai levando"."


Fernanda Mello

7 comentários:

manuel marques disse...

Muito bom texto.

"É na arte que as pessoas se ultrapassa definitivamente."

Beijo.

Célia disse...

O sábio CHICO... "VAI LEVANDO - Mesmo com toda a fama, com toda a brahma Com toda a cama, com toda a lama A gente vai levando..."
Conhecer-se realmente, uma arte!
Abraço, Célia.

Gisa disse...

Vai levando sem medo de ser feliz...
Um grande bj querida amiga

Anita de Castro disse...

Gostei da sensibilidade da escrita
Reflecti,na terapias das palavras
Um beijinho Lena

Van disse...

Oi Lena,

não sei porque me lembrei do fado de Cuca Roseta.

http://www.youtube.com/watch?v=dFVakEjTfIw&list=FLmuG0nCOcYv2Dk8QQMeT2bA&index=57&feature=plpp_video

"Tirar de dentro do peito a emoção..."

Beijos, Lena!

Srta Mayla disse...

Talvez eu possa – e isso é quase certo – me mudar pros tons daquela bela música e por lá ficar: “feita de luz, mas que de vento”...

TUDO lindo e leve aqui!

SweetMelody disse...

Olá!
Depois de fazer uma visita ao seu blog!
Quero parabenizá-lo!
Eu convido você para visitar Diretório Blogspot
Eu sou um membro do Diretório do Blogspot e crio
Eu acho que esta comunidade também poderia interessá-lo.
Seu objetivo: familiarizar o seu blog, e, portanto, a possibilidade de intercâmbio com vários países, seja cultural ou outro
Quanto mais pessoas e mais oportunidades que lhe dará, você é uma espécie de embaixador deste blog, tem também de fazer você saber depois os seus contatos
Para descobrir, clique no link abaixo:
http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
E é grátis
Desejo-lhe um grande dia
amigável
Chris