28 de novembro de 2012

Não alimente as culpas do passado




Quando conseguimos compreender, quando temos a consciência de quem realmente somos, quando as nossas atitudes passam a ser impulsionadas pelos nossos próprios pensamentos, o nosso maior desejo passa a ser encontrar um meio fácil e eficiente de substituir os maus pensamentos por uma postura mais agradável e que nos traga equilíbrio e alegria de viver.

Os reflexos dos nossos atos e pensamentos passados não devem ser mantidos vivos no presente. É preciso substituir os momentos ruins do passado e procurar viver o momento com alegria, com pensamentos positivos. Nós devemos desfrutar de uma vida focada sempre no agora, pois somos seres infinitamente capazes de mudar qualquer situação. Para verificar tal evolução é só entender o que representávamos na era primitiva e o que estamos representando hoje para o mundo.

Somos dotados de uma caixa de ferramentas fundamental, que pode ser usada quando precisarmos trocar toda a nossa decoração interna de tristeza para uma vida de alegria. De tantas ferramentas, duas delas se destacam pelo seu grande poder de mudar rapidamente qualquer situação: “a fé e o amor”.

Podemos colocar a fé em qualquer crença, e tudo se transformará de acordo com a nossa vontade. Quanto ao amor, basta deixarmos que se desenvolva dentro de nós e ele se transportará ao nosso exterior, promovendo várias mudanças a nosso favor. Porém, essas duas grandes ferramentas só podem ser utilizadas no presente.

Como devemos nos libertar dos medos do passado? Simples. O que passou, passou. Devemos verificar como os nossos sentimentos estão posicionados no presente. A melhor maneira de enfrentar o medo é encarando-o e enfrentando-o.

Os nossos pensamentos, que são consequências da nossa memória, devem estar prontos para nos bombardear de boas emoções e reações.

Um pedido deve ser realizado com um sentimento profundo de calma e tranquilidade absoluta. Sendo assim, é certo sermos atendidos, pois a certeza vinda do coração com toda fé fará o vento do universo soprar a nosso favor, de acordo com os nossos desejos. Mas para que este vento sopre com toda força é necessário que deixemos o passado em seu devido lugar.
Nunca abandone a sua vontade enquanto ela não der o sinal de que foi aceita. Sinta o vento começar a soprar a seu favor. Mesmo depois dos sinais de êxito podem aparecer alguns obstáculos, porém, estes serão os sinais de alerta, comunicando que cada um também deve fazer a sua parte. Os obstáculos são incentivos. Eles nos permitem aprofundarmos em nossos estudos, em nossas vontades.

Um dos sinais é o sentimento de absoluta calma, mesmo sabendo que a tempestade ainda não passou, e a visualização clara de possibilidades para a resolução de problemas, até então, insolúveis. Esses sinais nos fazem enxergar os nossos objetivos sendo desenhados.

A vida é simplesmente maravilhosa, cada um de nós temos o poder de realizar e mudar qualquer tipo de situação. O poder da fé e a magia do amor fazem coisas aparentemente impossíveis.

Então, não há culpas do passado no presente. O que existe é um passado que ficou para trás. Vivemos um presente com o desejo de um futuro sempre melhor e que desejamos realmente viver. Deixemos de lado as culpas, e com atitudes de fé e de amor, mostremos para nós mesmos e para o mundo a nossa nova vida, mais alegre, com mais prazer, mais amor ao próximo e a nós mesmos, e mais confiança em Deus.


Bernardino Nilton Nascimento



6 comentários:

Rô... disse...

oi minha amiga,


o passado é passado...
por isso o trago como aprendizado,e não como sofrimento...

beijinhos

Malu disse...

Eu creio que o passado tem apenas o compromisso de nos fazer aprender lições, nada mais... Reviver coisas que não foram tão boas ou nos punir por conta dele não nos leva a lugar algum...
Um grande abraço minha amiga e lindo dia!!!

Catia Bosso disse...

O passado passou!!!

LenaLindonaaaaaa

Tudo lindo por aqui, como sempre!!!


bjsMeus
CAtita

Angel disse...

Obrigado do fundo de minha Alma!

um anjo

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o Blog !
Muito difícil encontrar na “ blogosfera “ espaços originais e bacanas como este !

Deixo aqui meu espaço, caso queria dar uma olhada, seguir...

http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

Muito Obrigada, desde já !

AquilesMarchel disse...

somos o que escolhemos ser e escolhemos ser isso lá atrás com as coisas que fizemos

muitas vezes duvidei mas mesmo esquecendo o passado, somos hoje resultado do molde de antes

é óbvio mas do passado realmente o sofrimento tem que se extinguir e vir só sabedoria