22 de dezembro de 2012

O Natal e o amor...





Quando percebi já estava no meio de um grande engarrafamento e não tinha mais como desviar. Com certeza ia chegar atrasada para o meu compromisso. Estava perto do maior shopping da cidade que a esta altura já tinha um enorme movimento por causa do Natal.

Enquanto o carro andava lentamente foi inevitável que meu pensamento se voltasse para aquelas pessoas todas que se dirigiam ao shopping em busca de presentes. Pensava em como o espírito de Natal passava longe daquilo tudo e em todas essas coisas que já foram ditas sobre como essas datas são exploradas pelo comércio, quando uma voz bem lá no fundo me falou baixinho.

- Não julgue! Lembre-se que sua expectativa sempre interfere na realidade.

Ao mesmo tempo como por encanto em cima do carro na minha frente surgiu um balãozinho como os de história em quadrinhos brilhando no ar... e eu pude ler o pensamento do homem de negócios aparentemente muito sério que dirigia o carro... e para minha surpresa ele pensava com profundo amor na alegria que seu filho teria ao receber o presente que ele estava indo comprar no shopping... No carro mais a frente, uma moça muito pensativa não mostrava na expressão do rosto todo carinho que sentia no coração enquanto imaginava qual seria o presente que iria encantar o namorado.... E assim muitos balõezinhos revelavam o amor escondido mesmo no imenso caos que se tornou este Natal tão voltado para o comércio...

E meu coração sussurrou de novo. O amor é sempre o melhor que se pode esperar.

Não tive como não aceitar que meu coração estava certo e como nossos julgamentos nunca se baseiam na realidade porque o que vemos é só uma pequena parcela da mesma; o resto fica por conta da nossa rica imaginação. Sempre podemos usar essa imaginação para um lado mais positivo e interferir na realidade para o bem do todo ao invés de nos unirmos à imensa massa que, ao ter expectativas negativas, ajuda a criar essas realidades.

E voltando ao Natal, que era bem visível no movimento lento dos carros em direção ao shopping, resolvi deixar que o amor fosse o espírito dominante e se espalhasse por todos os carros, quando acreditei que todas aquelas pessoas tinham como principal motivação para comprar presentes de Natal, o amor e nada mais. Deixei de lado todas as criações negativas que minha mente poderia praticar.

E assim como mágica, aquilo tudo se transformou e me vi seguindo uma estrela brilhante que me guiava a uma pequena manjedoura onde uma criança nascia em esperança no coração da humanidade...


Rubia A. Dantés 



5 comentários:

Célia Rangel disse...

Com muitas bênçãos de amor, saúde e paz e menos consumismo é que lhe desejo um Santo e Feliz Natal! E, que venha 2013 esplendoroso!
Bj. Célia.

Denise disse...

A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida. Um ótimo Natal. Muita paz em seu coração!

Sandra Mitsue disse...

Oi Lena...
Linda reflexão...Adorei...E que o Amor seja o espirito dominante nesse Natal....
E hoje vim agradecer por mais um ano que juntas estivemos compartilhando momentos de alegria. Espero que possamos no ano que se aproxima prosseguir compartilhando este carinho e amizade.
Desejo do fundo do meu coração Um Feliz Natal com muito Amor, Paz , Saúde e muita Esperança...
Beijos!
San...

manuel marques Arroz disse...

Feliz Natal.

Beijo.

Maria Adeladia disse...

LENA, o Natal é a representação do amor! Belíssimo post.

Boas Festas, linda! Beijos!!