16 de fevereiro de 2011

O permanente e o provisório




O casamento é permanente, o namoro é provisório.

O amor é permanente, a paixão é provisória.

Uma profissão é permanente, um emprego é provisório.

Um endereço é permanente, uma estada é provisória.

A arte é permanente, a tendência é provisória.

De acordo? Nem eu.

Um casamento que dura 20 anos é provisório. Não somos repetições de nós mesmos, a cada instante somos surpreendidos por novos pensamentos que nos chegam através da leitura, do cinema, da meditação. O que eu fui ontem, anteontem, já é memória. Escada vencida degrau por degrau, mas o que eu sou neste momento é o que conta, minhas decisões valem pra agora, hoje é o meu dia, nenhum outro.

Amor permanente... como a gente se agarra nesta ilusão. Pois se nem o amor pela gente mesmo resiste tanto tempo sem umas reavaliações. Por isso nos transformamos, temos sede de aprender, de nos melhorar, de deixar pra trás nossos imensuráveis erros, nossos achaques, nossos preconceitos, tudo o que fizemos achando que era certo e hoje condenamos. O amor se infiltra dentro da nós, mas seguem todos em movimento: você, o amor da sua vida e o que vocês sentem. Tudo pulsando independentemente, e passíveis de se desgarrar um do outro.

Um endereço não é pra sempre, uma profissão pode ser jogada pela janela, a amizade é fortíssima até encontrar uma desilusão ainda mais forte, a arte passa por ciclos, e se tudo isso é soberano e tem valor supremo, é porque hoje acreditamos nisso, hoje somos superiores ao passado e ao futuro, agora é que nossa crença se estabiliza, a necessidade se manifesta, a vontade se impõe – até que o tempo vire.

Faço menos planos e cultivo menos recordações. Não guardo muitos papéis, nem adianto muito o serviço. Movimento-me num espaço cujo tamanho me serve, alcanço seus limites com as mãos, é nele que me instalo e vivo com a integridade possível.

Canso menos, me divirto mais, e não perco a fé por constatar o óbvio: tudo é provisório, inclusive nós.


Martha Medeiros 

 

9 comentários:

soniaconsult disse...

Sabe Lena, que só me dei conta de todos esses detalhes, fazem mais ou menos 7 meses. De lá pra cá tenho me preocupado muito pouco ou quase nada com as coisas materiais. E minha vida melhorou, minha saúde melhorou, enfim estou vivendo!
Algum dia te conto!
bjos

Mafalda S. disse...

Sem dúvida, quase tudo é provisório, pelo que devemos olhar em volta e agradecer o que temos de bom em nossas vidas.

Beijos

Kiro Menezes disse...

Que lindo!!! Concordo com vc, principalmente na discordancia de que namoro é provisório, sendo que namoro é, com certeza e obrigatoriamente, permanente!!!

^_^•

Lindo, flor!!!

Marlene disse...

ola lena passei para deixar um abraço,só poderia ser texto de martha medeiros toda esta praticidade,ela escreve divinamente,quisera eu poder aprender com ela,bjs querida,umlindo fim de tarde bjs marlene

manuel marques disse...

"O presente é em absoluto a face dolorosa da existência - mas é apenas algo de provisório ."

Beijo.

Lena disse...

Obrigada aos mues amigos queridos que deixaram belos comentários para este último post. Beijos no coração de vocês!!!

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Lena querida,

Graças a Deus que tudo é provisório!!!
O Universo é movimento, transformação...
Estamos todos mudando, crescendo, aprendendo e nos transformando.
Parabéns pela postagem...
Beijos em seu coração!

Julliany kotona disse...

Amei o post flor,me tocou profundamete seu blog é lindo toca na alma bjão amei sua visita em meu blog sempre estarei aqui a te visitar e comentar seus post bjão;*

Naty disse...

Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.

Autor Miguel Unamuno
Bjs com carinho