7 de março de 2011

Aprenda a ser feliz



Se alguém perguntasse a mil pessoas o que elas querem da vida, a resposta seria uma só: ser feliz. Pessoas passam a vida inteira tentando ser felizes. Todos querem ser felizes. Estamos sempre buscando a felicidade, mas parece impossível de encontrá-la. Mas, afinal, por que é tão difícil encontrar a felicidade? Por que é tão difícil sermos felizes?

Mesmo que passemos a vida inteira procurando a felicidade, nunca a encontraríamos. Isso acontece porque estamos sempre procurando no lugar errado. Temos a tendência de achar que vamos encontrar a felicidade em algum lugar exterior: seja alguém que irá entrar na nossa vida e magicamente transformá-la em uma vida feliz, ou comprar coisas novas (casas, carros, roupas, jóias, perfumes) ou ganhar muito dinheiro. A verdade é que nada disso nos fará feliz. Podemos até ter momentos de alegrias, mas que irão desaparecer tão rápido que nem vamos notar.

Felicidade não é algo que se compra ou se consegue, é algo que se sente. Não se fica feliz, se é feliz. A felicidade sempre vem de dentro, é diretamente ligada ao nosso estado de espírito, a nossa auto-aceitação e auto-estima. Apenas seremos realmente felizes quando estivermos em paz com nós mesmos e com o que nos cerca. E apesar de ser muito fácil falar, fazer não é uma tarefa fácil, porque muitas vezes é necessário muito esforço para alcançar isso e não são todas as pessoas que têm a vontade e a persistência para conseguir.

O primeiro passo para ser feliz é descobrir todas as coisas na nossa vida de que não gostamos. Por exemplo, você gosta do seu emprego? Ou é apenas um ganha-pão, um lugar de onde você apenas tira o seu sustento? Lembre-se que você passa a maior parte do seu tempo trabalhando, e se é um emprego que não lhe agrada ou satisfaz, então você fica descontente por 8-9 horas do seu dia, o que significam 35-40 horas por semana, 160 horas por mês. É muito tempo, não é mesmo? Assim, você passa simplesmente um terço da sua vida fazendo algo desagradável. Então, se você não está feliz com seu emprego, não conseguirá ser totalmente feliz.

O mesmo vale para todas as coisas na vida. Se existe algo da qual você não está contente, não será possível alcançar a felicidade em sua plenitude. E este é o ponto chave: descobrir as coisas de que você não gosta e transformá-las em algo agradável, no mínimo, satisfatório. E esta mudança, obviamente, requer força e coragem. Se você não gosta do seu trabalho, arrume outro. Não é algo fácil de fazer? Se não for atrás, se não tentar, realmente você nunca irá conseguir. Não gosta da sua cidade? Mude-se! Você precisa buscar aquilo que lhe dá satisfação, que lhe agrada, você precisa encarar qualquer que sejam os obstáculos que apareçam à sua frente, você precisa lutar pelo que quer!

Para ser feliz, primeiro você deve saber o que lhe agrada e o que não lhe agrada. Você precisa mudar quaisquer que sejam as coisas erradas na sua você e procurar sempre pelo melhor. Não fique parado vivendo uma vida que não gosta, arrisque, busque, tente. Este é o único jeito.

Não vai ser dinheiro, não vai ser outra pessoa e simplesmente não vai aparecer do nada. A sua felicidade só vai ser conquistada através de muita luta consigo mesmo, procurando dentro de você, transformando o que está ruim em bom. É necessário muito esforço e muita coragem, mas no fim tudo terá valido a pena.


Fabio Centenaro

3 comentários:

soniaconsult disse...

Como seria fácil se pudéssemos comprar a felicidade. Mas seria caro, né? Não estaria acessível para todos, ao certo que não.
Mas gracas a Deus é algo que vem de dentro de nós, o que devemos fazer é buscar...
Uma boa tarde, Lena

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Lena
Li este texto duas vezes nesta semana e creio ter algo a ver como que estou sentindo em meu coração...
Estou oferecendo um Retiro Espiritual até Terça... é tempo de reflexão!!!
Seja muito feliz e abençoada!!!
Abraços fraternos de paz

Cris - CaFoFo online@ disse...

É miguxa, idealizar a felicidade é uma coisa... mas senti-la é algo completamente diferente!
Amei esse texto, tanto é que publiquei lá no Face!