18 de março de 2011

Um sonho com nome próprio




Sonhar um sonho com nome próprio é adequar o mundo aos seus planos, é encarar um propósito real de frente, sem medo dos obstáculos que virão.

Cumprir metas. Estudar para o vestibular. Prestar um concurso público. Pleitear uma promoção. Concluir um novo projeto. Gerar um filho. Planejar o futuro! Parece que essas ideias são fáceis, mas não são. Há na verdade uma minoria que percorre esse caminho com sucesso. Qual é o segredo dessas pessoas vitoriosas? Como elas chegam ao destino desejado?

Os afazeres diários em nosso cotidiano atribulado de mesmices, de contas a pagar e de obrigações sem sentido ocupam um enorme tempo precioso em nossas vidas. No final do dia, o único tempo para sonhar com o futuro estará reduzido ao tempo do sono, onde estaremos submetidos ao dormir e aos sonhos produzidos pelos restos diurnos em nosso inconsciente.

E o dia seguinte virá com um gosto vazio da repetição de atos sem graça. Virá a segunda-feira azeda já desejosa da sexta-feira que parece não chegar nunca. E sem surpresa, o sábado e o domingo serão atropelados pela falta de perspectiva da semana anterior que nada trouxe de novo. E isso continuará a acontecer enquanto a vida que está sendo vivida estiver sem um propósito.


Sonhar não custa nada, mas também não tem valor se o sonho sonhado for o que se sonha dormindo ou se for o sonho que os outros plantaram em mim. Sonhar um sonho com nome próprio é adequar o mundo aos seus planos, é encarar um propósito real de frente, sem medo dos obstáculos que virão.

Sonhar é um ato exclusivamente humano que inclui uma atitude interna e uma ação externa. A atitude interna começa na imaginação, no movimento milagroso do cérebro humano que se dispõe a projetar a realidade desejada antes de sua concretização. Todavia, para sonhar é preciso coragem e determinação, é preciso construir um edifício de bases firmes com material de boa qualidade.

Como fazer isto? Começando a agir integralmente, se colocando inteiro em seu propósito, com atitudes mentais claras e práticas de ação determinadas, com mãos talentosas, buscando o que ainda há de melhor nos esperando dentro de nós.


Samanta Obadia

5 comentários:

Kiro Menezes disse...

É dificil depender de nós mesmos pra ser feliz e fazer diferente né?!

Nossa!

Belo texto amore ♥

manuel marques disse...

Sem dúvida o sonho é para o espírito o que o sono é para o corpo.

Beijo e bom fim de semana.

Tiago Furtado disse...

Pessoal é o seguinte uma amiga minha vai receber um escritor na escola dela á procura de um novo talento e decidiu levar um poema meu, mas não conseguimos escolher qual deles levar por isso fiz na minha página do blog um ' inquerito' para poderem votar no vosso poema preferido, agradecia a colaboração de todos pois é uma coisa importante :D

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Lena
Não podemos viver só de sonhos. Sonhar é importante, mas é igualmente importante, ter coragem de lutar para realizá-los. E isso só depende de nós.
Bjux

Aleatoriamente disse...

Lena querida, hoje esse texto segurou na minha mão.
Sonhar é... Algo que não consigo explicar de tão bom!

Beijo amiga.
Fernanda