10 de abril de 2011

Livre arbítrio





Ninguém melhor que você pode saber o que é bom para a sua vida. Ninguém, com suas experiências, por mais frutuosas que tenham sido, poderá ditar o que você deve ou não fazer.

Quando estiver diante de uma escolha difícil... quando seu coração disser uma coisa e a razão, acompanhada de amigos, família, namorado ou namorada, disser outra, pense bem.

Não se deixe levar por uma coisa, nem outra. O coração é facilmente levado por emoções e tem tendência a fazer com que percamos um pouco a nossa razão, ou a capacidade de raciocínio coerente. O coração é um romântico incorrigível!

Mas a razão sozinha não poderá ditar as regras da sua vida. Nem tampouco os que convivem com você. É preciso levar em conta a suas necessidades de bem-estar. Fazer algo porque todo mundo acha que deve ser assim é absurdo. É muito importante não magoar e nem decepcionar os outros, mas isso não deve ser às custas do sacrifício da própria vontade e necessidade de ser feliz. Ninguém, por mais próximo que seja, poderá decidir o que você vai viver. É sua vida! E você só tem essa!

É muito fácil dizer o que os outros devem ou não fazer. Não é por que se está de fora que vê-se melhor. A verdade é que decidindo por nós as pessoas tornam-se responsáveis pelas nossas escolhas. Mas isso, pode ter certeza, não passa pela cabeça delas. Se formos infelizes depois elas não vão dizer: "descanse, fique de fora que vou ser infeliz por você, pois a culpa foi minha." E, para falar a verdade, mesmo se fosse o caso, isso não seria possível. Ninguém, sofrendo nossas dores, faz com que dôa menos em nós.

É digno e honesto cumprir promessas. Mas é desonesto cumpri-las somente por dever, sem que haja um real sentimento movendo essa decisão.

Ser honesto com os outros é muito bom. Mas, antes, é fundamental ser honesto consigo mesmo.

Por mais doloroso que seja, por mais difícil que possa parecer, libere-se do que pensam e dizem os outros. Pergunte-se: - o que eu quero para minha vida?

Uma coisa é certa: talvez você não saiba exatamente o que você quer, mas sabe muito bem o que não quer.

Quando seu coração estiver brigando com sua razão, tente pensar no que vai te fazer feliz a longo prazo.

Mas, mais importante ainda, feche seus olhos e se entregue nas mãos dAquele que nos conhece antes mesmos que fôssemos nós. Mas faça isso de verdade, com sua alma. Ele sabe do nosso amanhã. E Ele não vai decidir por nós, ou impôr, mas vai certamente nos colocar uma luz que vai clarear nosso caminho.

E fique atento... os sinais aparecerão. E você saberá qual o caminho escolher. Talvez as pessoas mais próximas não entendam, se isso vier a contrariá-las. Mas eu aprendi que na vida habitua-se a tudo.

Todo ser humano merece respeito. E os que te amam saberão entender.

E eu digo: tente encontrar o equilíbrio entre o que diz seu coração e a razão. A sua escolha será certa!



Letícia Thompson

20 comentários:

Sônia Silvino disse...

Leninha!
Amo os textos da Letícia! Bela escolha!
Beijos meus! Muitos!

The Well disse...

> talvez você não saiba exatamente o que você quer, mas sabe muito bem o que não quer.

Belíssimo texto para refletir no dia que vai raiar.

Xêro!

C. disse...

Difícil ser 100% livre, sendo que somos totalmente moldados por agentes externos.
Acho o importante é ter o "abrir a mente" pra uma evolucao, e cuidar com o filtro dos nossos pensamentos nos bombardeios de ideias que recebemos diariamente, descobrindo assim o melhor poder de escolher nossa complicada liberdade existencial.

Muito bom falar desse texto...

Abraco do lado de cá,

Claúdia Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Catia Bosso disse...

Lena Linda! Este texto me fez lembrar um marca-pagina que ue tive que tinha uns dizeres assim: "Viva sua vida sozinho, porque a dança do amor e da dor ninguem viverá em seu lugar..." mais ou menos isso... e é verdade né o tal 'livre arbitrio' judia, mas obriga a gente a ter atitude e vivenciar a florada de nosso destino!!! bjao!

Rejane-Enajer disse...

Tem um selinho para você no meu Blog.

Ele foi um dos escolhidos por mim, para ser homenageado pela contribuição do seu Blog na web-Parabéns!
Um abraço!!
Rejane

Ananda disse...

estou de seguindo
gostei do blog

Maria José disse...

Lena querida amiga. Livre-arbítrio é a crença ou doutrina filosófica que defende que a pessoa tem o poder de escolher suas ações. É uma faculdade indispensável ao ser humano, pois, sem ele, o ser espiritual seria simples máquina ou robô, sem qualquer responsabilidade dos atos que viesse a praticar.
Como sabe, sou espírita, e a Doutrina Espírita exerce considerável papel em sua função de Consolador prometido pelo Cristo de Deus: o de alertar as almas que atingiram determinado degrau da escala evolutiva, em que a alegação de ignorância já não atenua determinados erros cometidos em função do livre-arbítrio.
Obrigada amiga, por mais um selinho que estará sendo postado com muito carinho no Arca em Mimos 2011.
Beijos.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

Amiga LENA, muitissimo honrado pelo carinho do selo, que desde ja agradeço duplamente(pela feliz consorte tb). Continue trilhando por esse caminho. Parabéns tb pela nova residencia. Abrçs. Roy Lacerda.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patricia disse...

excelentes reflexiones, las comparto plenamente.

tienes una preciosa casa!

besos.

Julliany kotona disse...

Que lindo amigo esta totalmente certa temos que achar um equilibrio entre a razão e o coração,amei somos livres para fazer nossas escolhas mas temos que pensar bem antes de agir e encontrar esse equilibrio é encontra a solução bjos lindo post,seu bog sempre um arraso.
teamooo bjos de bom domingo.

* Verinha * disse...

Muito lindo e verdadeiro este texto Lena!.. Com certeza que o meio termo entre a razão e o coração é o que será o mais adequado!

Beijocas super em seu coração..
Verinha

entoresdeluz.blogspot.com disse...

lindo e verdadeiro texto amiga lena
ninguem conhece melhor que nós mesmo o que presizamos o que nos serve no momento presizamos é de ter sempre a coragem de enfrentar a realidade pensando sempre em acertar,
confiando en si mesmo ,seguindo adiante sem medo de errar bjs amiga boa semana,,marlene

'Lara Mello disse...

Concordo.. Adorei o texto! Bju

Sandra Botelho disse...

È tão dificil ou mesmo impossivel agradar aos outros, que por muitas vezes, nos deixamos de lado tentando ser aceita, por pessoas que não se preocupam com nossa felicidade.esquecemos das nossas vontades e colocamos de lado nossos quereres. è importante que avaliemos melhor nossa maneira de agir. mexeu comigo este texto querida, digamos que a carapuça serviu,.beijos achocolatados

Adriana Alencar disse...

Que texto maravilhoso! Gostei muito da frase que afirma que os outros fazem as nossas escolhas mas não sofrem por elas, e por isso devemos ser os únicos a decidir o nosso próprio caminho.
Beijo
Adri

Ray* disse...

Ótimo texto para reflexão. Tão difícil não se deixar influenciar pela opinião os outros... Boa semana

soniaconslt disse...

E isso que é difícil...encontrar o equilíbrio.
Bjos e boa semana minha querida

Sobre o Tempo disse...

Lena, este é um tema que eu pensei em colocar no meu blog. É complexo entender o que é livre arbítrio. Penso que ainda não sabemos usá-lo. Ótima semana! Bjs