6 de maio de 2011

Tá doendo?!? Então, solta!!





Sabe quando você vive uma situação difícil, angustiante e que te incomoda? Quando você não sabe o que dizer, o que fazer ou como agir para que a dor passe ou ao menos diminua?

Pois vou te contar o que tenho descoberto, por experiência própria! Em primeiro lugar, observe a situação toda e, sobretudo, observe a si mesmo e os seus comportamentos.

Errou? Tente consertar e, de qualquer modo, peça desculpas!

Fez ou falou o que não devia? Explique-se, seja sincero, não tente esconder seu engano ou fingir que nada aconteceu... Valide a dor do outro, sempre.

Tá difícil conseguir uma nova chance? Dê um tempo. Espere... Às vezes, algumas noites bem dormidas e alguns dias sem a imposição de sua presença ou a insistência de suas tentativas são preponderantes para que os sentimentos bons sejam resgatados e para que um coração possa ser reconquistado.

Por fim, fez tudo isso e não deu certo? Não rolou? A pessoa até te perdoou, mas a massa desandou, a história se perdeu, os desejos esfriaram?!?

Você se sente inconformado, esmagado pelo arrependimento, atordoado pela tristeza do que poderia ter sido e não foi? Tem a sensação de que estragou tudo? Não sabe mais o que fazer para parar de doer? Acredite, só tem um jeito: solta!

A dor é consequência de um apego inútil! Deixa ir... Deixa rolar... Se você já fez o que podia fazer, tentou e não deu, confie na vida, confie no Universo e siga em frente. Pare de se lamentar, pare de se debater e de se perder cada vez mais, e tenha a certeza absoluta de que o que tiver de ser, será!

Quando essa certeza chega, é impressionante: a gente simplesmente relaxa e solta! E quando solta, a dor começa a diminuir, e a gente começa a compreender que está tudo certo, mesmo quando não temos a menor idéia de que “certo” é esse. Mas quando menos esperamos, tudo fica absolutamente claro!

Não se trata de desistir, mas de confiar! Isso é o que se chama “FÉ”! Isso é o que desejo a mim e a você, quando estivermos doendo...


Rosana Braga

26 comentários:

Poeta del Cielo disse...

Lena amiga linda entrada esa FE que nos faz viver y seguir na frente sempre com felicidade amiga...

abracos
otima final de semana
saludos

Meire disse...

É difícil em momentos de dor soltar...ou deixar rolar. Mas como dizem e é verdade a fé move montanhas e qndo menos esperamos as coisas se tornam melhores que antes mesmo até que não seja como planejamos. Um bjo gigante pra ti querida.

Pocahontas disse...

Belissimo texto!!!
Uma ajuda e tanto para quem precisar soltar e não consegue, mesmo pq tem sentimento que grudam tão forte que fica dificil deixar voar!!!
bjs

Rô... disse...

oi Lena,

temos que aprender a ter
paciência sempre,
me parece que esse é o maior segredo da vida,

com paciência iremos saber esperar e confiar,
que tudo a seu tempo se resolve!

beijinhos

Bloguinho da Zizi disse...

Lena
A tua ilustração é perfeita para um trabalho de "soltar".
Pega-se um balão de cada cor e damos a eles nomes, ou de pessoas a quem magoamos, ou pessoas que nos magoaram, sentimentos estranhos, frustrações e por aí vai.
Todos denominados, fazemos um pequeno ritual...soltar os balões, permitir que se vão céu afora.
Uma boa ideia.
Beijinhos

Alê disse...

Que essa dor sare e traga coisas boas pra Vc,

soniaconsult disse...

parabéns pela vitória!
Um selo para deixar ai ao lado exposto para sempre.

A dor passa com tempo.
Demos comer muitos pudins...rsrs
leia o post da Sandra Portugal
que tu vai descobrir do que estou falando.
bjs

http://projetandopessoas.blogspot.com/

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Lena
As coisas têm força quando precisam acontecer, por isso não adianta desesperar. É só acreditar que tudo tem seu tempo.
Bom fim de semana
Bjux

♪ Sil disse...

Lena, minha amiga amada!

Lindo texto, como sempre, que vem a calhar na hora H!
Minha vó sempre dizia: nenhuma folha cai sem a permissão de Deus.
É isso minha amiga: Tá doendo? Soltaaaaaaaa, só assim a gente se alivia.

Lena amada, nem me fale em TEMPO rs. Eu to surtando com a falta dele, por isso nem esquenta viu? A gente sabe da correria dos queridos, e amigo tá sempre guardado no coração.
O link que quero abrir, um dos motivos tbm, é que quero abrir um link de fotos, mas nem sei como fazer, mas não tem pressa alguma viu!
Amada, agradeci lá o will, mas existem blogs mais lindossssss por ai, e o SEU pra mim é um deles.

Amoooooooo-te!

Um beijo!

C. disse...

Esse texto Rosana escreveu pra mim, definitivamente. Sabe quando era tudo que você precisava ler? Jogo a toalha, afe.

Esqueci de comentar que conheci Sergio Savian do texto aqui debaixo numa palestra uma vez num hotel. Além de lindo pessoalmente (mas baixinho), é muito bom palestrante!

* Meu sogro tá aqui em casa por duas semanas, ando irritada amiga, mas logo passa.

Beijos!

Julliany kotona disse...

Obrigada pela linda mensagem,algumas coisas doem em mim é hora de soltar me libertar delas obrigada pelo lindo post amiga falou muito ao meu coração bjos meus!

Julliany kotona disse...

"Se você sente que tudo perdeu seu sentido, sempre haverá um "te quero", sempre haverá um amigo. Um amigo é uma pessoa com quem se pode pensar em voz alta"

Amigo é coisa pra se guardar no lado esquerdo do peito dentro do coração<3
Vim te deseja um lindo fim de semana,de muita paz,saúde e prosperidade para você e toda a sua familia bjos de uma amiga!

Kátia Tourinho disse...

Oiiiiiiiiiiii minha amiga! Ando sumidinha, pois o velho probleminha de tendinite voltou...rs
Parabéns pelo selo de blog da semana, muitíssimo merecido, pois seus blogs são encantadores.
Amei este post. Me identifiquei muito, pois estou nesta fase de soltar os balões que estão doendo e, assim, sei que serei muito mais feliz!
Um excelente Dia das Mães!
Bjs de luz

Claúdia Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tatiana Kielberman disse...

Bela e importante lição, Lena!!

Aprendo demais aqui, sempre...

Beijo carinhoso!

MARILENE disse...

Somos vítimas desse tal apego. Nós nos acorrentamos a ele e levamos junto o ou quem não queremos perder. Mas sabemos que só na liberdade, no espaço para saudade, para valorização,vamos ter a certeza das opções de terceiros.
Até os filhos, criados com amor e cuidados extremos, têm que ser soltos para aprenderem a caminhar com os próprios pés. O ato de abrir as portas é doloroso, mas seu resultado será sempre, sem dúvida, reparador.
Bjs.

Laura disse...

Seria tão bom que quando nos dói o corpo ou a alma pudéssemos soltar essa dor como se fossem balões e a víssemos afastar-se de nós...

Beijinho

Bia Jubiart disse...

Oi Lena! Seja super bem vinda na Jubiart, sinta-se em casa.

Amo ler, quem escreve com a alma...

Vou dar uma abelhudada no "Amadeirado"...

Um fim de semana feliz com seus entes queridos.

Beijos

Denise disse...

Lena, esse texto diz uma grande verdade, o tempo é o melhor remédio. Uma vez, em uma palestra, disseram, quando um problema é insolúvel, congele-o, pois com o tempo encontraremos a melhor solução para ele. Muita paz!

Nosalai disse...

Olá Lena! Eu vim aqui Dar um alô amiga e não sei acho q te sigo dos meus dois blogs hehehe o de culinária e o de poesia, mas tanto faz sou eu mesma hehe. Eu amei o astral do seu cantinho. Li tudo por aqui as postagens são tão pra cima, nas laterais há coisas tão interessantes, tão bacana encontrar na internet pessoas com esse dom de mesclar coisas e escolher assuntos diferentes q são coringas e deixam a a gente leve e atento ao mesmo tempo. Venho por aqui mais vezes!

Um beijo!

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Lena.

Maravilha de texto...
Ele aborda pontos importantíssimos!
Desapego, humildade, paciência, perseverança, e fé.
Amei... Obrigada pela oportunidade.

Um grande abraço.
Tenha um lindo fim de semana cheio da paz de Cristo.

Sam. disse...

Ah, Lena...foi uma delícia te encontrar no Pra todo dia!
vc acredita que eu tinha te visto logo de manhã no blog da Alê, e me chamou atenção o seu comentário, gostei muito do que escreveu... mas como eu tava no trabalho, deixei pra te visitar agora a noite... e qdo abro o pc agora, cá está vc!!
tivemos uma sintonia de pensamentos! rsrs...
e acho que isso é muito bom! :)

Quanto a Cris... ah, eu adoro aquela lindeza! cada dia que a conheço mais, mais a admiro!

Lena, adorei tudo do Amadeirado! adorei o estilo dos textos... adoro blogs que treinam a leitura boa... viro fã! então pode esperar que me verá muitas vezes ainda por aqui...

beijo grande de bom final de semana!

Catia Bosso disse...

Os infortunios devem ser sempre os balões em nossas vidas, assim que considerarmos seu peso além de nossas forças devemos soltá-los ao vento... e com eles as dores, angustias, etc. Tudo a seu tempo, né! Mas é claro que o perdão e´o veiculo que mais nos aproxima deste feito...
Lena Lindona! Sempre me fazendo pensar... e raciocinar...
Já te falei que amei a sua indicação ao meu cantinho??? GRATA!
bj

Catita

Zélia Cunha disse...

O Tempo é o nosso velho conselheiro, dar tempo ao tempo e tudo passará. Enquanto isso deixemos voar como balões , para bem longe toda a angustia e a magoa que nos atormenta.
Beijos, querida.
Zelia

On The Rocks disse...

É sempre bom ler textos positivos como esses. Gera bons fluídos.

Abs

AquilesMarchel disse...

espero que nao se importe vou postar uma parte desse texto
bjos lena