13 de junho de 2011

Não precisa ser para sempre, mas precisa ser até o fim!




‘Para sempre’, em minha opinião, é nada mais nada menos que um dia depois do outro. Ou seja, é construção. Em princípio, não existe. Mas basta que façamos a mesma escolha sucessivamente e teremos construído o ‘para sempre’.

O que quero dizer é que o ‘sempre’ não é magia nem tampouco um tempo que pré-exista. Ele é conseqüência. Nada mais que conseqüência de uma sucessão de dias, vividos minuto por minuto.

Quanto ao amor, tem gente que acredita que só é de verdade se durar “até que a morte os separe”. Outras, como o grande Vinícius de Moraes poetizou, apostam no “que seja eterno enquanto dure”.

Eu, neste caso, admiro a coragem de quem vai até o fim, de quem se entrega inteiramente ao que sente, de quem se permite viver aquilo que seu coração pede até que todas as chamas se apaguem. Mais do que isso: até que as brasas esfriem e – depois de todas as tentativas – nada mais possa ser resgatado do fogo que um dia ardeu.

Claro que não estou defendendo a constância indefinida de atitudes desequilibradas, exageros desnecessários ou situações destrutivas. Mas concordo plenamente com o que está escrito no comovente “Quase”, de Sarah Westphal (muitas vezes atribuído a Luiz Fernando Veríssimo):

... “Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar” ...

Porque de corações partidos por causa de um amor vivido pela metade as ruas estão cheias. Assim como de almas que perambulam feito pontos-de-interrogação, a se questionar o que mais poderiam ter feito para que o outro também estivesse presente, para que não fugisse tão furtivamente, tão covardemente, tão sordidamente.

É por isso que insisto: muito mais do que nos preocuparmos com o ‘para sempre’, precisamos começar a investir no ‘até o fim’, para que o ‘agora’ tenha mais significado, para que as intenções, as palavras, as atitudes e todos os recomeços façam parte de uma história mais sólida, menos prostituída, que realmente valha a pena.

Então, questione-se: o coração ainda acelera quando o outro se aproxima? O peito ainda dói de saudade? O desejo ainda grita, perturbando o silêncio da noite? Não chegou ao fim! Não acabou.

Sei que, em alguns casos, motivos de força maior impedem um amor de ser vivido (e daí a separação pode ser sinal de maturidade), mas na maioria das vezes o que afasta dois corações é muito mais intolerância, ilusões ou auto-defesas tolas do que algo que realmente justifique o lamentável desfecho.

O outro não quer? Desistiu? Acovardou-se? Ok! Por mais incoerente que pareça, é um direito dele. Esteja certo de que você fez o que estava ao seu alcance e depois... bem, depois recolha-se e pondere: “pros amores impossíveis, tempo”.

Tempo em que você terminará descobrindo que a vida tem seu jeito misterioso de fazer o amor acontecer, mas que – no final das contas – feliz mesmo é quem, apesar de tudo, tem coragem de ir até o fim!

Rosana Braga


Roberta Flack - Killing Me Softly With His Song

 

24 comentários:

Paulo Francisco disse...

Não ouvi a Roberta Flack, mas estava lendo o seu post e ouvindo Djavan - o refrão: ...amar sem limite uma grande história ...
Vou ser repetitivo: Muito bom este texto!
Um beijo grande.

mfc disse...

Alguém dizia e bem... "quando um não quer, dois não acontecem!"
E são precisos dois para dançarem o tango... enquanto houver "música"!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Malu
Tenho uma relação homoafetiva a 37 anos, e nunca nos preocupamos se é para sempre. O para sempre vai ser com a morte, ou quando um desistir, mas será para sempre enquanto durar.
Bjux

Calu disse...

Linda Lena,
do sempre pontual texto de Rosana, saltou-me aos olhos a palavra que engloba as situações referidas;tempo!
Até na citação ele se faz presente em sinônimos, alusões e remédios pra inúmeros males do coração.
Há uma música que faz parte da minha trilha sonora_Oração ao Tempo, de Caetano.Deixo um trechinho aqui:
...compositor de destinos,
tambor de todos os ritmos,
tempo, tempo, tempo, tempo,
faço um acordo contigo...
È o que nos cabe nesse latifúndio:um acordo com Chronos_ senhor do Tempo.
Bjinhos, bjinhos,
Calu

Sonia Pallone disse...

"Para sempre" é muito tempo não é mesmo? A intensidade das coisas não está no número de dias ou de horas, e as vezes, um minuto pode ser pra vida toda. Beijos minha querida.

manuel marques disse...

"Jurar amor eterno, é não contar com o dia de amanhã."

Beijo meu.

Ana disse...

Bom texto, boa foto.
Beijinhos.

Luar disse...

Lena

Ao ler este texto, lembrei-me de mim...dos meus limites que sempre julguei serem demasiado longos.
Dou comigo a pensar que não! Foram o que tinham que ser, foram os que decidi ter.
Não há limite de tempo, existe sim o sentir e o decidir na hora e altura certa!
O que foi certo para mim...pode não o ser para os outros e vice-versa!
Beijinhos minha querida e obrigada pelas suas palavras no meu cantinho.

Luar

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Acho Lena, que o que mais dói no término de um compromisso, é exatamente não terminar. Ficar pela metade, com a sensação de que podia ter acontecido e dado certo.
Para amar, a pessoa precisa abrir as portas e janelas da sua existência para que o amor possa instalar, a pessoa precisa mergulhar de cabeça, se entregar e viver. O futuro a Deus pertence, a nós pertence a história presente que devemos construir da melhor maneira.
adorei o post querida. Um mega beijo e uma semana maravilhoso pra você Lena.

Alê disse...

Que texto sublime,

Adorei!!!

É sempre bom ver maturidade em textos que falam de finais, ou no tempo a qual duram algumas coisas,

Boa escolha Lena, mais uma vez,


Um beijo!

Nina Pilar disse...

que suave verdade lena, e como é bom saber que podemos ir ate o final, que tbem pode ser ate o final das nossas vidas, qdo encontramos outro começo.

muito bom. adorei. esta verdade que não dá pra fugir, encarar não sei se é fácil, mas, certamente é mais digno e coerente com a minha proposta de vida.
beijo grande amiga, uma linda semana, muita luz...amor e alegrias...
Sorrir rindo, é mostrar a alma, é deixar que a alegria mostre em nossa cara, é a melhor arma contra o desamor, e o melhor antídoto da triste, este sorriso encheu e minha casa, a minha tarde e vai encher a minha noite, e tenho certeza que vai prolongar-se por toda semana.

нєllєи Cαяoliиє disse...

"feliz mesmo é quem, apesar de tudo, tem coragem de ir até o fim!"
Que essa coragem nunca nos falte!
Lena,tú és mais doce que os coraçõezinhos que tinha ao lado de chocolate!rs
Obrigada por seu carinho seeempre viu?
Adoro ter sua amizade!
Um beijo enorme e um ótimo início de semana.

O Universo dos Pensamentos disse...

Boa noite Lena, adoro os artigos da Rosana Braga, parece até que em alguns ela está aconselhando a mim, em particular.

Um beijo na alma e uma boa noite.

silvioafonso disse...

.

Bonito, simples e gostoso.
Todas as qualidades
necessárias num kit, só.

silvioafonso





.

Débora Andrade disse...

Lena, minha estrela linda, bela postagem. Concordo com tudo o que foi dito pela Rosana Braga. Acredito que muitos acabam magoando o outro por prometerem algo que só o tempo dirá, prometerem o para sempre. Problemas são inevitáveis, aparecerão pelo caminho, e quando não der para suportá-los? Quem é capaz de passar o resto da vida infeliz para cumprir a promessa de um 'para sempre'? Pode até haver quem seja, mas acho que isso não pode ser visto como ago bom, certo, a pessoa estará cumprindo uma promessa, está honrando a palavra, ótimo, mas antes desta promessa, deve estar o amor. Eu não sei se vou ter que prometer isso no dia do meu casamento, mas prefiro dizer: "Prometo continuar ao teu lado enquanto eu te amar." ou "Prometo amá-lo e respeitá-lo por toda a minha vida." (Amá-lo porque Deus nos manda amar a todos e respeitá-lo porque devemos respeitar a todos, como pessoas.), isso devo conseguir cumprir.
É inútil fazer de tudo para continuar com uma pessoa porque os outros vão comentar sobre o seu divórcio, porque os filhos não vão saber lidar com isso, porque prometeu, se você não a ama. Ninguém será feliz. Que se danem os que comentarem! Os filhos, com certeza, querem a felicidade dos pais, e se enquanto pequenos não entenderem, mais cedo ou mais tarde entenderão. Promessas? Então não prometa! E se quer prometer, saiba fazê-lo. "Enquanto nós fizermos bem um ao outro, enquanto o amor for um sentimento mútuo, eu não te deixarei.". Pronto.
Eu queria que "ele" ficasse comigo pela promessa que tinha feito, pelo que fosse, mas que ficasse. Hoje percebo que não faria sentido, seríamos infelizes. Hoje, digo com toda a certeza: Preferia que ele não tivesse prometido nada. Mas devo perdoar os que cometerem o mesmo erro, porque acredito que o impulso nos leva a fazer certas promessas, por mais que não seja justo com o outro, quando não são cumpridas. Promessas não são contratos, aprendi.
Ainda assim, só prometo o que tenho condições de cumprir. Senão, estaria lidando com uma decepção, me decepcionaria comigo.

Enfim, minha amiga!
Eu, com convicção, prometo: Serei sua amiga enquanto conseguires me suportar! rs
Te amo!
Beijos mil,
Débora.

Débora Andrade disse...

Lena, minha estrela linda, bela postagem. Concordo com tudo o que foi dito pela Rosana Braga. Acredito que muitos acabam magoando o outro por prometerem algo que só o tempo dirá, prometerem o para sempre. Problemas são inevitáveis, aparecerão pelo caminho, e quando não der para suportá-los? Quem é capaz de passar o resto da vida infeliz para cumprir a promessa de um 'para sempre'? Pode até haver quem seja, mas acho que isso não pode ser visto como ago bom, certo, a pessoa estará cumprindo uma promessa, está honrando a palavra, ótimo, mas antes desta promessa, deve estar o amor. Eu não sei se vou ter que prometer isso no dia do meu casamento, mas prefiro dizer: "Prometo continuar ao teu lado enquanto eu te amar." ou "Prometo amá-lo e respeitá-lo por toda a minha vida." (Amá-lo porque Deus nos manda amar a todos e respeitá-lo porque devemos respeitar a todos, como pessoas.), isso devo conseguir cumprir.
É inútil fazer de tudo para continuar com uma pessoa porque os outros vão comentar sobre o seu divórcio, porque os filhos não vão saber lidar com isso, porque prometeu, se você não a ama. Ninguém será feliz. Que se danem os que comentarem! Os filhos, com certeza, querem a felicidade dos pais, e se enquanto pequenos não entenderem, mais cedo ou mais tarde entenderão. Promessas? Então não prometa! E se quer prometer, saiba fazê-lo. "Enquanto nós fizermos bem um ao outro, enquanto o amor for um sentimento mútuo, eu não te deixarei.". Pronto.
Eu queria que "ele" ficasse comigo pela promessa que tinha feito, pelo que fosse, mas que ficasse. Hoje percebo que não faria sentido, seríamos infelizes. Hoje, digo com toda a certeza: Preferia que ele não tivesse prometido nada. Mas devo perdoar os que cometerem o mesmo erro, porque acredito que o impulso nos leva a fazer certas promessas, por mais que não seja justo com o outro, quando não são cumpridas. Promessas não são contratos, aprendi.
Ainda assim, só prometo o que tenho condições de cumprir. Senão, estaria lidando com uma decepção, me decepcionaria comigo.

Enfim, minha amiga!
Eu, com convicção, prometo: Serei sua amiga enquanto conseguires me suportar! rs
Te amo!
Beijos mil,
Débora.

Meire disse...

Minha estrelita preciosa, "De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma." não importa o quanto dure, não importa o que vai acontecer amanhã, o importante é entregar-se ao agora. Eu sou assim, apesar de já ter dado N vezes com os burros n'água, e daí? Se eu vivi o momento com intensidade, se eu tive um amor, um romance, graças a Deus. Ao menos eu senti ele com todo o meu corpo do fio de cabelo a ponta do dedão do pé!
Esse lance de feliz para sempre não existe, é como o texto disse uma construção a cada dia, a cada atitude tbm, porque as atitudes do outro para conosco é que nos molda perante ao que sentimos por ele. O lance é sempre a tal da coragem né, temos que ter coragem de sentir, de viver, de arriscar, de VOAR!!!
Vc tem um faro para textos minha amiga, AMAZING! Essa música é linda de doer ela kills me softly, adooooooooooro!!

Amiga, hj passei o dia lá no airport aqui de Lins, o povo estava saltando de paraquedas, todos mega coloridos que me encantam rsrs nós fizemos uns videos,depois vou mandar pra vc ver pelo face ou email pra vc conhecer meus amiguitos. E por falar em video, faz um tempinho que disse pra nossa Pequenina que ia gravar um video pra vcs de euzinha cantando e tocando, mas eu com minha delicadeza de elefante arrebentei a corda do violão, preciso colocar outra! :/ massss, acho que vou fazer um videozinho pra vcs duas de eu falando unas cosas!!! :) Acho que tenho ideias mirabolantes rsrsrs
E vc minha estrela querida, como tá? Espero que tenha tido uma segunda mais leve!!! Me parte o coração em pedacinhos saber que quem amo sofre.
Te amo muito, muito!!! bjokitas com todo meu carinho.
;) tesourinho de amiga!

Yasmine Lemos disse...

Lena,desculpa não ter vindo antes,obrigada pela vista e comentário.
quanto ao "pra sempre" e o amor tem juízo??? rs
beijão

Toninhobira disse...

Tem que ser tipo infinito e intenso e haja folego na reflexão vasta deste para sempre.Muito bom Lena.
Abraços.
Bju de luz.

Rô... disse...

oi Lena,

penso que o para sempre é a gente que determina,
é acreditar que cada novo dia vale mais apena ainda estar juntos,
é esperar todos os dias por um novo começo,
descobrir como é bom compartilhar,
e ser feliz...

beijinhos

Artes e escritas disse...

Amei esse texto que encoraja e que dá força. Um abraço, Yayá.

Débora Andrade disse...

Minha linda, obrigada pelo selo/prêmio, fiquei muito feliz por recebê-lo. Estou postando do jeitinho que disse, lá na página Selos & Afagos do meu blog.

Muito obrigada, amiga.
Beijos mil,
te amo muito!

Dé.

C. disse...

Nem nós somos para sempre, né compotinha? O vidrinho de compota acaba, tudinho. Quando aprendi isso, passei a ser mais feliz, enquanto sonhamos com o eterno, só nos frustramos.

Ich liebe dichh.... saudaaaadeeee. E eu amo essa música!

Sandra Portugal disse...

Conheci a Rosana Braga através do seu blog e fiquei fã!
Textos muito bem escritos, com temas muito úteis para nossa meditação!
Aproveito para agradecer a gentileza de me incluir no Sunshine Awards!!! Uma super emoção! Obrigada de coração! Admiro você e seu blog, mais e mais a cada dia!
Estou levando o selinho e vou publicá-lo muito em breve!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//