30 de junho de 2011

Sobre a sincronicidade




Esse antigo ditado chinês descreve uma ideia básica oriental, a conexão entre a psique humana e as ocorrências exteriores, o mundo interior e exterior. Alguma vez você pensou muito como resolver determinada situação, sem saber como deveria agir? E de repente teve uma intuição que deveria mudar o rumo das coisas ou o caminho a seguir, podendo ser logo depois de abrir a página de um livro que leu sem querer, ao ouvir uma conversa na fila ou após um sonho? Pensou em alguém que gostaria de falar ou encontrar e logo em seguida se encontrou ou recebeu um telefonema da pessoa que pensou? Essas situações podem se tornar comum em alguma época na vida de algumas pessoas, o que nos confirma que nada acontece por acaso.

Apesar de nós, ocidentais, termos muita dificuldade em entender esses eventos, muitas vezes acreditando que tudo aquilo que não pode ser percebido pelos cinco sentidos ou explicados pela razão, seja considerado de menor valor, na verdade a sincronicidade nos proporciona um vislumbre interior e que há de fato um elo entre nós e o Universo. Mas como os eventos significativos são manifestos em linguagem simbólica, podem dificultar seu entendimento e assim se tornam muitas vezes ignorados. Mas talvez seja possível entender um pouco mais sobre as coincidências significativas tendo uma compreensão da teoria de Jung. A primeira vez que Jung utilizou o termo sincronicidade foi em 1930, mas a primeira publicação só ocorreu em 1952, quando ele tinha 75 anos. Como vemos esses fatos já são estudados há algum tempo.

Muitos acontecimentos aparentemente casuais podem ser significativos. Quantas vezes você não se deparou com coincidências ou encontros e não pôde explicar como ocorreram? Ou seja, quando existe uma coincidência entre um sentimento ou um pensamento e acontece um evento externo do qual a pessoa sente como significativo, damos o nome de sincronicidade. As coincidências significativas mais comuns acontecem quando estamos num momento de maior reflexão sobre o sentido da vida, momentos que parecem de algum modo diferentes, mais intensos e que não conseguimos muito explicar o que ocorre.

Não há explicação racional para situações em que uma pessoa tem um pensamento, sonho ou um estado psicológico interior que coincida com um acontecimento. Como nos casos em que pensamos em alguém, o telefone toca, e quem chama é a pessoa na qual estávamos pensando. E quando esses eventos tornam-se constantes é comum as pessoas ficarem assustadas, pois não entendem a profundidade desse processo. Quando entendemos e aceitamos a idéia de sincronicidade, qualquer acontecimento pouco comum é um convite para parar e pensar. Podemos sentir que algo está tentando nos dizer alguma coisa e essa sensação aumenta com cada novo acontecimento nesse sentido. Ter consciência de que as coincidências acontecem conosco é o primeiro passo para que passem a acontecer cada vez mais. Seja qual for o sinal, sentimos que é preciso decifrar uma mensagem e com isso tendemos a nos conhecer e crescer. É quando começamos a ter consciência de que algumas ocorrências podem mudar nossa vida. Para a sincronicidade, as coincidências dos acontecimentos significam algo mais do que mero acaso. Houve alguma coincidência que fez com que você chegasse até esse artigo e que agora percebe que foi significativa?

A sincronicidade pode nos dar a confirmação de que estamos no caminho correto, ou ainda, que devemos mudar o rumo que estamos indo. Algumas sensações como calafrio subindo pela espinha, de espanto ou calor, frequentemente acompanham a sincronicidade.

Se quiser, poderá fazer um registro de informações em forma de diário. Formule as perguntas certas e fique atento que as respostas chegarão. Mais cedo ou mais tarde as coincidências vão ocorrer para levar você na direção indicada pela intuição. Quando passar a ouvir sua intuição, sua voz interior, logo perceberá que sua confiança proporcionalmente irá aumentar. Como diz Richard Bach: Cada pessoa, todos os episódios de sua vida, aí estão porque você aí os colocou. O que você escolhe fazer com eles, depende de você! E o que fazer com eles pode ser indicado pela sua intuição e sincronicidade. E realmente acontecem, por isso fique atento!



Rosemeire Zago 


Peter Gabriel - In Your Eyes

25 comentários:

Cris - CaFoFo online@ disse...

Até a palavra sincronicidade soa bonito... se pensarmos que nela está ligada a intuicao, a alma aberta pra sentir novas coisas, e a mente pra receber esses "avisos" que a autora citou tao bem, nao podia dar outra.

Gosto de estar atenta nesses "sinais", porque eles podem até nos enganar, algumas vezes, mas nunca iludir.

Me sinto leve em sincronia com algumas pessoas, mas tao pesada com as que nao tenho, que estao com os "canais" todos fechados pra se sincronizar.

Ainda bem, compotinha, que nessa imensidão virtual, encontrei você e mais algumas raridades dispostas a me dar a mao e tentar suavizar nossos dias com bastante risos, alegrias, reclamacoes (faz parti) e principalmente amor. Sao as palavras que guardamos em forma de abraco (como disse a Meiroca no post dela de hoje) e que um dia iremos concretizar, abraçar, falar...

Lindo texto, lindonona, ainda bem nossa sincronicidade é sempre a mil!!!

Love youuuu!!!<<<<<<<<<<<<<<

Bloguinho da Zizi disse...

Seguir a intuição é o melhor caminho.
Sincronicidade é como uma ponte que liga alma com alma.
Para isto basta o silêncio na mente e no coração.
Quem está disposto a esse silêncio?

Beijinhos Lena

нєllєи Cαяoliиє disse...

"significam algo mais do que mero acaso."
Lena,e quantas vezes eu fui pega por uma situação dessas,ficamos a nos perguntar o quão forte é essa ligação de pensamentos e sentidos,mas todavia não prolongamos isso,deixamos passar esses "sinais" por pensarmos que são normais,coisas que acontecem com qualquer um.
Mas hei de ficarmos atentos,serão eles que nos guiarão a caminhos ilusórios ou não!
Um beijo enorme,Querida!

Ma Ferreira disse...

Oi Leninha....
Minha querida amiga...linda.

Fico muito a vontade em comentar este tema. Meu nome é sincronicidade.

Jung..pai da sincronicidad..

Comigo acontece muito..demais.. tem época que mais do que em outras. Geralmente quando estou entusiasmada e pensando muito em alguma coisa ou com alguma duvida ..acontece.
No começo eu sentia até um pouco de medo..porque eram depais.
Tipo.. Eu nunca ter ouvido falar em Romero Brito por exemplo..num determinado fico sabenmdo que ele existe, chego em casa..abro meu email e tem uma festa na galeria dele aqui em SP.
E tantas outras...
Eu interpreto como sinais.
Dentro do contexto..acabo achando que estou no caminho certo..interpreto como um sinal.
è que qdo queremos algo..muito..acho que nos conectamos com esta energia.. e acabamos por atrair..
Talvez aconteça a todo momento..só que a gente não percebe.
Mas é um dos mistérios que me encanta.
as VEZES PENSO EM POSTAR SOBRE UM ASSUNTO..ABRPO UM BLOG E TA LA O ASSUNTO..
]aS VEZES PENSO EM LIGAR A UMA PESSOA..NAO LIGO..A TARDE A PESSOA ME LIGA.
aS VZES PENSO EM COMPRAR DETERMINADO LIVRO..ACABO GANHANDO DE PRESENTE.
MUITO MAIS QUE ISSO..DARIA PARA ESCREVER UM LIVRO DE ALGUMAS MAIS ESPECIAIS.

UM GRANDE BEIJO..TE AMO!
Ma

Su disse...

Bom dia moça que eu gosto muito!

Obrigada pelo selinho, já vou levar! Adoro o inverno e esse selinho tem um saborzinho especial pelas seu carinho nas palavras sempre! Fiquei muito feliz...

Agora falando do texto de hoje, muito bom, e sabe... sempre fui muito atenta a esses "sinais", eles acontecem o tempo todo, é só a gente sair um pouco do calor da correria do dia a dia que eles surgem, é só prestar atenção nas "coincidências" e a sincronicidade está alí... Acho que para isso temos que nos "despir" um pouco da "razão" constante que acompanha a vida e seus momentos... A intuição às vezes grita aos nossos ouvidos e pelo menos comigo, sempre que a ouço as coisas são melhores resolvidas...

Um beijo grande. Lindo dia. Su.

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia amiga, vim agradecer a voce por sua linda presença no meu cantinho e fazer parte dos meus 200 seguidores! Venha pegar o selinho dos 200 seguidores que eu fiz com muito carinho. Tenha um lindo dia
Abraço amigo!
Maria Alice

Rô... disse...

oi Lena querida,

que bela postagem,
me serviu como uma luva...
estava mesmo precisando ouvir mais minhas intuições,
essa semana mesmo teve um acontecido no trabalho,
que só não sofri mais,
porque ouvi meu interior e me preparei...

obrigada amiga,
pela lembrança
beijinhos

JAN disse...

"Muitos acontecimentos aparentemente casuais podem ser significativos."

DÁ O QUE PENSAR...;-)

ESTOU GOSTANDO DO SINCRONISMO NESSA TAL BLOGOSFERA QUE TRAZ O MUNDO TODO PERTO DE MIM;-)

mfc disse...

Aconteceram-me raríssimas situações dessas na minha vida pelo que as entendo como meras coincidências, não lhes acrescentando outro significado.

valquiria silveira disse...

Minha querida nossa muito legal amei...Você sabe o quanto gosto de vir no teu cantinho é muito especial tava com muita saudadess um lindo final de semana!

manuel marques disse...

"A razão pode advertir-nos do que é preciso evitar; só a intuição nos diz o que há que fazer."

Beijo.

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Sincronicidade é o entendimento de duas almas quando falamos do mundo invisível. É estar no mesmo ritmo, na mesma esfera, ligado no mesmo coração.
Sonhos, pensamentos,premonição tudo faz parte desse mundo invisível e quando o queremos muito, acabam se materializando no mundo real.
Sincronismo é gostar do outro sem quê e nem pra quê. As almas se entendem e pronto, lá ta a gente cativa de uma linda amizade, de um maravilhoso amor, ou uma grande paixão.
Lena, beijos doces pra você e que o Papai do céu traga à existência seu sonho mais almejado.

Só pra você disse...

Realmente esse é um assunto muito bom para se falar e tenho certeza que nós mulheres temos muito disso. É sempre um prazer falar contigo e ler teus conhecimentos. Parabéns querida Lena e um grande abraço...

Bjs

Mariazita disse...

Boa tarde, Lena
Este texto é muito imteressante. Gostei imenso.
Há uma coisa bastante...intrigante, que acontece comigo.
Inúmeras vezes eu estou a pensar qualquer coisa de que nem sequer se falou, e de repente o meu marido fala naquilo em que eu estava a pensar. O mesmo acontece com a minha irmã mais velha.
Eu digo, a rir: tenho que ter cuidado com o que penso porque vocês adivinham os meus pensamentos.
Mas o que me "irrita" é que o contrário não acontece, ou seja, eu não adivinho os pensamentos deles, nem dum nem doutra.
Qual será a explicação para isto???

Bom resto de semana. Beijinhos

Ange Rocha, disse...

- Que lindo, seu blog! Adorei conhecê-lo. Beijos!

Meire disse...

Doce Estrelinha, a sincronicidade é mostrada como pequenos sinais em situações que temos que entender o código e com algumas pessoas isso parece até uma música, elas vibram no mesmo tom, é de assustar até. Eu acho Deus de uma beleza ímpar quando nos mostra que aqui na Terra tbm tem anjos ao nosso redor. E com certeza vc e a Cris foram dois que Ele mandou (mas acho que já conhecia vcs bem antes). Algumas almas não se conhecem se REconhecem e tem coisa mais bonita que um reencontro de almas??

*To com saudade de vc, vice?!!! Espero que esteja tudo muito bem e azul :)

Te love muito!!!! bjokitas e meu eterno carinho.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Lena
Eu não acredito em coincidências, tudo que tiver que acontecer, acontecerá de uma forma ou de outra. O universo conspira a favor dos fatos inevitáveis, e nos mostra o caminhos as vezes através de um pequeno sinal. Muitas vezes não percebemos. A sincronicidade não se dá só nas relações afetivas, ela pode se dar, até entre estranhos que acabamos de conhecer.
Bjux

Toninhobira disse...

Um texto para fazer repensar em todas nossas emoções que muita vezes não valorizamos e que poderiam estar em forma de uma aviso.Tenho uma irmã que vive estas sensações e normalmente fazem sentidos.É uma sensibilidade diferenciada quem em alguns é mais ativa.
Belo texto Lena.
Um abração.
Bju de luz nos seus dias.

Vera Lúcia disse...

Oi Lena,
Comigo acontece demais, a ponto do telefone tocar e eu atender já sabendo quem é. Incrível, não?
Esta sincronicidade é mais comum do que parece. Acredito que as pessoas não se dão conta disso e acabam rotulando como simples coincidência.
Beijos.

Catia Bosso disse...

Eu acredito sinceramente que a sincronicidade é totalmente espiritual... Mas adoro a maneira como ela discorre o tema no texto em questão...
(que imagem 'casadamente' bela)
LenaLindona!!! Que saudade da amiga candanga....
bjs cor-de-rosa... pra ti

Blogando com Bebeth disse...

Oi Lena
O texto é lindo,bem explicado.
Mas dou a sincronicidade outro nome ... Espírito Santo.
Ele sopra onde quer!
Nem sempre as pessoas compreendem e escutam.
Mas vejo e acredito assim.

Fiquei feliz demais da conta com sua visita!
Bjokas

Sandra Portugal disse...

Também acho a palavra sincronicidade linda!!! Sonora! E como acredito nela! E como tenho insights síncronos com pessoas afins.
E quando li o início do texto faalndo sobre o paralelo entre o mundo exterior e o mundo interior, sim é o princípio da filosofia chinesa, o yi e o yang, o feng shui,etc...
Também no nosso mundo dos blogs ocorrem muitas sincronicidades, já observaram?
Eu já programei uma postagem sobre um determinado tema para uma determinada data e naquela data ocorreu um fato que fez a postagem encaixar como um luva!!! Como se tivesse feito sob encomenda! Já pensei num blog e cheguei lá tinha um selinho prá mim! Ou pensei numa blogueira e na hora chegou um comentário dessa pessoa! Inacreditável isso!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Perfeita Ordem disse...

Certa vez alguém me disse que a coincidência é apenas uma forma de Deus se manifestar anonimamente.
Cada dia mais acredito nisso.
Beijos minha linda,tenha uma sexta-feira iluminada!

Peônia disse...

Adoro essa palavra e tudo que ela representa!
Gostei demais do post!
Adoro vir aqui!
Beijos querida!

Dé Mattos disse...

Lena, postei teu selinho lá na aba "Selos, desafios". Parabéns pelos 600 seguidores. És muito merecedora de cada um deles.
Beijo grande!