2 de junho de 2011

Sua vida em suas mãos





Você é forte. Sua vida sempre será um novo recomeço a cada dia que passa. Lembre-se de que você está eternamente na alvorada de sua vida. Seus momentos devem ser únicos e prazerosos. Sua jornada é única. Sua ação no mundo te oferece infinitas possibilidades de ser criador de sua própria história. Evite ser condescendente consigo abrindo espaço para se queixar de sua vida. Você é o protagonista responsável pelos caminhos trilhados por você.

Se em algum momento estiver em desespero, recolha-se ao seu mundo interior e de lá tire os frutos da sapiência que você acumula ao longo de muitas e muitas jornadas. Nada tema, Para tudo há solução.

Ao longo de sua vida certamente que muitas pessoas podem ter sido marcantes na construção do seu modo de ser, te influenciando sobre o modo como você pensa e age. Já é hora de retirar o véu de seus olhos e definitivamente ser você mesmo. Ficar com o bom e libertar o que não te serve mais. Assumir a liderança da sua própria vida. Sem pestanejar e assumir, portanto, todos os riscos que envolvem o estar vivo.

- Você está preparado?

É nessa trajetória que saímos definitivamente da zona de conforto sobre a qual tantos falam. Deixamos para trás os comodismos que nos dão a ilusão de que isso seria a própria vida. Deixamos também para trás todas as fantasias de que somos menos ou mais do que alguém e caminhamos para uma percepção muito única de nós mesmos, onde definitivamente o que importa é a sensação inequívoca de ser feliz. Um estado que por si só é recompensa. Um estado sem dependência emocional e sem subterfúgios. Um lugar que pode ser plenamente alcançado por todos nós, aqui e agora.

É a hora de ousar de colocar toda a sua vitalidade de modo consciente em suas ações, pensamentos e emoções.

- Você está preparado?

É o estado do sagrado que está além de todos os preceitos aprendidos, um estado que requer apenas e somente a conquista diária de si mesmo e, o principal, requerer a incorruptibilidade, pois só através dela é que alcançamos este status de ser e de se bancar no que realmente se é. Mesmo que depois, com a liberdade que todos nós temos, possamos rumar para um novo posicionamento.

Atente que esta é a sua vida e neste momento é tudo o que você possui. Pense, o que está fazendo efetivamente por você nesta sua vida? Já é hora de agir a seu favor, você não acha? Se não for agora, quando?


Silvia Malamud

32 comentários:

Ingrid disse...

sempre é tempo de renovar..
recomeçar..
beijos e lindo dia.

нєllєи Cαяoliиє disse...

"Se não for agora, quando? "
Pois é,Querida Lena...muitos ficam com essa pergunta na cabeça,e vai deixando as oportunidades de viver de canto,até que não mais tenham a mesma oportunidade.
Não há um momento certo para recomeçar,creio que todo momento é certo,e a mudança começa a partir de nós.Porque existir é fácil,mas viver...só quem se permite né?
Lindo Post,como sempre,Amada!
Um beijo,e uma quinta-feira linda pra ti.
Gosto-te muito!
Pai te cuide.

Meire disse...

Lena, minha anjinha, como tem hora que é difícil ser forte!!! Mas temos que ser nós mesmos sempre, não importa o quanto nos façam sangrar, a nossa força mora dentro de nós, Deus nos deu o suficiente para suportarmos o que quer que venha. Apesar de acharmos em algumas situações que não estamos preparados a vida é uma constante preparação para o que virá amanhã.
Procuro viver um dia de cada vez, enfrentar o que cada dia traz, reclamar não adianta de nada, o lance é se mexer, arriscar-se e viver!!!
Amiga, e sua net está normal ou stress forever?
Que seu dia seja master açucarado, com muitas e muitas doçuras. Te amo!! Bjo com todo carinho.

Imac by Artes disse...

Real e muito linda!!!
Estava precisando de uma reflexão como esta... Revigorou-me, senti que realmente podemos renovar a cada dia. Obrigada.
Grande abraço e um lindo dia para ti!

Eva disse...

Lena querida, sua escolha foi perfeita, que texto perfeito, amei muito, aqui é um espaço que refletimos suavemente pois a forma com que voce nos convida a isso é muito doce e terna, beijos querida, um dia prá lá de bom, heheh.

Nel Santos disse...

Belíssima essa reflexão! Parabéns pela postagem! A gente adquire o péssimo hábito de se deixar pra depois, né? Boa sacudida!!!

Beijos!

Du disse...

Lena querida, sinto um grande prazer em ler estes textos...parece aquele livro que a gente abre uma página qualquer e le a reflexão...sério impressionante como você escreve para confortar a nossa alma.
Uma ótima semana.

Alê disse...

"A gente acaba descobrindo o quanto é forte, e que sempre pode mais, quando já acha que não pode mais"

Um beijo

Roberta Maia disse...

Texto Maravilhoso Lena
!!!
"....Pense, o que está fazendo efetivamente por você nesta sua vida? Já é hora de agir a seu favor, você não acha? Se não for agora, quando? "

PARABÉNS!!
Muita Luz!!!

mfc disse...

Somos senhores dos nossos actos e responsáveis por eles!
O exercício da liberdade é um misto de obrigações e deveres...

* Verinha * disse...

A cada dia uma lição.. diria até uma reflexão.. como é gostoso e construtivo vir aqui em seu cantinho Lena!

Beijocas super em seu coração..
Verinha

Perfeita Ordem disse...

Boa tarde Lena!
Vim até aqui para agradecer sua visita e dizer que que é muito bom ter você em meu blog.
Seja muito bem-vinda!
Comecei a ler e ler e ler seus textos...
Que delícia!
Fui ficando...
Concordo com muito do que vi e li por aqui.
Com certeza voltarei muitas vezes para poder trocar ideias com você.
Tenha uma linda tarde!
Beijos.
Claudia.

ArcadoAutoConhecimento disse...

Olá Lena. Temos sempre que estar preparados para as mudanças que a vida nos impõe. De início pensamos serem ruins, mas com o passar do tempo, percebemos que Deus nos colocou no caminho certo. Beijos.

Débora Andrade disse...

Iluminada Lena...
Muitas vezes precisamos desta espécie de injeção de ânimo, alguém que venha e diga: "Você é forte.", é que as circunstâncias, às vezes nos fazem crer no contrário. Vivemos os nossos dias como se por obrigação, apenas, então, como os momentos poderiam ser prazerosos? Somos nós quem determinamos isso, e sequer nos damos conta. Somos os protagonistas, realmente! E acabamos por nos colocar no papel de figurantes na nossa própria história.
Como você disse no comentário que fez no meu blog, devemos deixar para trás o que nos fez mal e abrigar apenas as boas lembranças, porque fazem bem a nossa alma, do mesmo modo, devemos tornar tudo o que fazemos mais agradável, primeiramente dentro de nós. Antes que façamos qualquer coisa, devemos colocar em mente que o estamos fazendo não por fazer, mas porque realmente queremos, e assim daremos o nosso melhor e nos sentiremos realizados.
Posso dizer que sou uma pessoa que me espelho muito nas pessoas que amo e que admiro. Se te admiro, se te amo, você se torna o meu exemplo, aquela velha história de "quero ser como ele, quando crescer", rs. Mas claro, tomar alguém como exemplo é bem diferente de ser uma cópia daquele alguém ou abrir mão de si mesmo para viver a vida do outro. Isso não faz ninguém feliz, além disso, você terá que ficar se policiando o tempo inteiro para ver se está fazendo tudo de acordo com aquele padrão, vai estar escravizando a si mesmo. Eu observo a quem aprecio e busco tomar os mesmos posicionamentos no seguinte aspecto: Se eu estou com determinado problema que alguém que conheço já passou, e ele resolveu da forma 'x' e deu certo, analiso se comigo as chances de dar certo existem, e faço. É aquele conselho que a Bíblia nos dá: "Examinai tudo, e retende o bem.". Quanto a sair da zona de conforto, acho que já nasci fora dela! rs Eu sou do contra, na maioria das vezes. Não gosto de comodismos, nem de calar, coisas desse tipo me deixam frustrada. Apesar de que, vez ou outra, todos nós acabamos por nos acomodar em algum aspecto. Tenho que revisar em que aspecto há uma probabilidade de que eu me acomode, ou em qual eu já estou acomodada sem sequer perceber.
Quando o texto falou de deixarmos para trás as fantasias de que somos mais ou menos do que alguém, lembrei da Ma, do ARTE EM CERÂMICA, ela sempre me diz que somos todos iguais. Eu acredito que o que nos faz realizar menos (e isto não significa ser menos), conquistar menos, é o fato de justamente nos vermos como menos. E quanto a outros, não são mais felizes porque deixam que a soberba lhes domine.
Realmente, estar feliz, por si só, é uma recompensa. Posso até dizer que ser feliz é tudo. Alguém feliz tem amor, tem aqueles que ama felizes também, senão não seria plenamente feliz, acredito. Então, devemos eternizar os momentos em que nos encontramos numa felicidade plena, e deixar que a nossa essência seja a felicidade. Assim, nada vai conseguir arrancar de nossos rostos o sorriso. Não podemos passar pela vida, temos que vivê-la. O mundo é daqueles que se arriscam, que ousam, que buscam e dessa forma conquistam. Ao refletir nestas perguntas, ao final, posso responder que tenho feito mais do que fazia algum tempo atrás, por mim e pelos outros; mas isso, porque comecei com uma limpeza interior, uma faxina que deveria ser feita com urgência para que tudo voltasse à ordem e à decência. E está voltando. Ainda há muito para ser feito. Precisei perder algo aqui, algo ali, para poder me encontrar.
Agora, mais forte, posso agir em meu favor e em favor dos meus.

Belíssima postagem, Lena!
Beijos, com grande carinho,
Débora.

Débora Andrade disse...

Ah, já que falou das imagens que coloquei no blog, tenho até que te falar: Tenho uma linda, que me lembra muito o Amadeirado. Me diga como mostro-a.

Beijos,
Débora.

Dayse Sene disse...

Boa tarde querida. Agradeço sua presença em meu blog.
Quanto ao seu texto, muito bem escrito, respondo, que apenas as pessoas têm medo das mudanças, têm medo de serem ousadas...mas é preciso sim, mudarmos...para acrescentarmos algo diferente em nossa vida. Darmos emoções diferentes a nossa vida.
Então, é preciso dizer não ao medo e começar experimentar essas novas emoções.
Uma excelente tarde.
Um grande abraço.

Toninhobira disse...

Muito boa a reflexão Lena deste texto,na vida tem o momento que paramos para esta tomada de posição e que não pode ser adiada.Alguns a dispara quando no fundo poço,mas não é preciso né?
Agora é o tempo e já.
Meu abraço de paz.
Bju de luz.

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

Oi Lena!

Um texto para acordar aqueles que acham que o mundo vai agir por eles. Uma verdadeira sacudida no astral!

Te deixo meu abraço carinhoso

Deus seja contigo

Fragmentos
http://bomruim2.blogspot.com/

Nathália Bulgaro disse...

Olá, tem um desafio no meu blog pra você bjinhos e divirta-se

Vera Lúcia Duarte disse...

Oi Lena,
Excelente texto.
Importante sermos autores de nossa própria história e estarmos, para isso, preparados.
Devemos ter direção, elaborar nossas metas e, sobretudo, não nos deixar controlar pelas circunstâncias e
conflitos.
Como diz o texto, nos momentos de desespero devemos nos recolher ao nosso "eu" interior e encontraremos forças e sabedoria para continuar nossa trajetória.
Beijinhos.

Kiro Menezes disse...

Oi amorzinha!!!! Saudadona!!!

Olha, amei esse post, se responsabilizar pela prorpia vida, né?!

É bom né?!

rsrs

Mil beijoks... ♥♥♥

Calu disse...

Linda Lena,
eu digo em minha apresentação:sou aquela que é dona da sua história;porque ao entender a amplitude desta expressão percebi o quanto é crucial que todos sejamos assim: donos de nossas histórias com todas as suas nuances positivas, negativas,perfeitas ou imperfeitas...
Como sugere a autora do texto só quando assumirmos a complexidade do viver em toda sua amplitude poderemos dizer que vivemos como diretores do espetáculo da vida e não somente como platéia.
Esse recanto com aroma de madeira é um lugar de doce paradas.
OBs: rosas,corações e bombons são um trio de tentações maravilhosas.
Tudo é lindo por aqui.
Bjinhos,
Calu

Acácia Azevedo Studio Pottery disse...

A vida é feita de tantos mergulhos e de cada um deles precisamos voltar a superfície, sol no rosto e novo fôlego! Para novamente buscarmos os tesouros sonhados. A sincronia é a sabedoria, o peixe prateado que nos guia ao melhor em nós mesmos. Obrigada pelo post, pela reflexão. Beijos mil e flores! A.

Yasmine Lemos disse...

Quando descobri que tropeçar pode significar abrir atalhos, não percorro mais caminhos muito óbvios... (Yasmine Lemos, do meu Livro Rascunhos)
beijos Lena uma bela e boa noite pra vc

Rosane Castilhos disse...

PALAVRAS LINDAS!!!!!!
Tem sorteio lá no Trésors, passa lá!
Beijinhos

Gersonita Paula disse...

Lena, encantada com teu Blog e com textos tão fortes que tocam o coração! Parabéns! Deixo um abraço e a certeza de que, sempre que possível, estarei aqui... Beijos em teu coração!

Sônia Silvino disse...

Lena querida!
Enquanto junto os pedacinhos do meu coração após a minha grande perda, retorno devagarinho ao convívio dos amigos e amigas da rede com muita saudade.
Meu coração está precisando desta alegria que é visitar os blogs dos amigos e ler as novidades.
Ter amigos é preencher as nossas vidas de uma forma deliciosa.
Que bom que você faz parte da minha vida!
Beijos meus!

Formiguinha disse...

Olá Lena! Sou a Formiguinha.:)

Venho agradecer a sua visita à minha Casinha.

Volte sempre que é muito bem vinda!

Amei seu texto.
Eu preciso mesmo de agir em meu favor porque normalmente só o faço pelos outros, meu filho principalmente. Mas ele ainda precisa tanto de mim.:)

Já estou lhe seguindo porque seus textos são de muita utilidade para mim.

Bom fim-de-semana!
Beijinhos da Formiguinha

Ma Ferreira disse...

Oi Lena..deixei passar essa postagem...nem sei porque, só agora
a vi. Antes tarde do que nunca...

A vida não é estatica. Segundo o meu entendimento ela é feita de ciclos. Nada é para sempre, nem os momentos de felicidade, nem os de tristeza.
E o que mais sentimos, são os momentos de tristeza. É a eles que acabamos dando mais valor.
Quando eu estou triste, ou com algum problema, eu converso comigo: Calma, vai passar.
Sei que é facil falar quando não esta com o problema, mas temos que ter este equilibrio.
A terra esta num momento dificil. Nosso mundo está. E existe muita energia negativa no ar.
Vc ja s sentiu bem perto de alguém?
percebeu que perto daquela amiga, ou amigo, vc sente uma energia boa?
E ao contrario, não tem pessoas que sentimos uma certa repulsa..algo que nos afasta?
Pois é. São energias.
Se vc esta triste, sem animo, vc acaba atraindo estas energias. E o peso do problema fica maior.
Sentimos esta baixa energia. Uma coisa esquisita no coração..uma ansiedade..
E se formos esperto e nos conhecer-mos, podemos tentar reverter isso.
Eu quando estou assim, conversdo comigo. Não sou louca não..rs mas converso.
Digo..calma. Não é tudo isso. Vai passar. saio pra caminhar, faço minha meditação, peço a Deus... e logo aquela sensação vai embora.
Mas temos que ser resistente a dor. Quando ela passar teremos tido um novo aprendizado.
Se não aprendemos a lição, algum outro fato ruim, com as mesmas caracteristicas irão aparecer..
Talvez para ensinarmos a paciencia, a resignação, o amor, a tolerancia..
Vai saber..
O fato é que sempre saimos maiores depois de um problema.
esta é a minha fé.
Um beijo..minha querida Lena. Obrigada por ser minha amiga.
Eu gosto muito de você.
Ma ferreira

Artes e escritas disse...

Somente pode ajudar o próximo aquele que cuida de si mesmo e cuidar de si mesmo é saúde. Vale a máxima: "Mateus, primeiro os teus". Gostei. Abraço,Yayá.

C. disse...

Sou como você, amiga, forte e fraca. Quando nao me garanto, jogo a toalha, mas por pouco tempo, até tomar fôlego. Se a gente é forte 100% do tempo, nos desgastamos. Porque nossa saúde é uma só e o que carregamos de mais valioso! Se nao prezarmos pelo rio de sentimentos que corre em nós, iremos adoecer. Ninguém sente nossa dor em nosso lugar, por isso temos que vigiar sempre. Acho que a saúde espiritual fortalece e faz crescer, e muito, só assim superei momentos insuportáveis, acho taí a receita!
Lindo texto!

Tatiana Kielberman disse...

Tudo depende estritamente de nós...

Beijos, querida!