4 de julho de 2011

Recordar traz bem-estar




Hummmmmm! Quando sentimos o cheirinho de um bolo saindo do forno, ele pode despertar fome, mas também pode nos trazer importantes lembranças como a casa da nossa avó, a imagem dela cozinhando e preparando um bolinho quentinho só porque fomos visitá-la, a sensação gostosa do abraço dela... E ao ler este texto, talvez você se lembre de alguma cena da infância parecida com esta e reviva os momentos e as sensações...

Quando nos lembramos de alguma cena do passado, vem não só a imagem na nossa mente, mas também as sensações, sentimentos, emoções positivas ou negativas. Essas sensações causam mudanças corporais como: alterações nos batimentos cardíacos, um nó no peito, uma vontade de sair correndo, ou dependendo da cena, até mesmo uma forte vontade de dar risada, mesmo estando sozinho.

Com o corre-corre do dia a dia, as experiências vão acontecendo, causando repercussões positivas ou negativas em nós e muitas vezes não temos tempo para recuperar o real significado delas em nossas vidas.

Pensando nisso, tenho pessoalmente o hábito de estar com minha câmera nos momentos que sinto que serão importantes para mim. Não necessariamente eventos especiais, mas até mesmo em encontros cotidianos com os amigos. Outro hábito que tinha com mais frequência no passado, era fazer um breve diário (que às vezes virava “semanário”). Mas a ideia das fotos é muito prática e sintética.

Há dois dias resolvi elaborar um pequeno álbum apenas com aquelas fotos mais representativas dos últimos anos. Escolhi um álbum pequeno com 60 páginas, em que cabe apenas uma foto por página, para que realmente eu pudesse expressar minhas percepções mais importantes, e para que em cada página pudesse focalizar apenas uma cena e envolver-me com ela (acho que isto faz parte das práticas de meditação que tanto aprecio...).

Isso parecia difícil em um primeiro momento, pois foi um exercício de seleção de cenas dentre centenas, foi uma prática que levou à significação das fotos (e as cenas que elas representam), recordação, e percepção do que realmente foi (e é) importante. Decidi também não fazer um álbum digital, pois desta forma eu poderia trabalhar com mais sentidos, como por exemplo pegar cada foto selecionada e impressa, colar cuidadosamente na posição mais adequada. Hoje, ele não está com todas as páginas preenchidas (e nem era este o objetivo), mas cada página selecionada realmente é cheia de sentido!

Está sendo um exercício para percepção do que realmente estou fazendo, o que realmente é importante, e quem realmente é importante nesta vida! Abaixo de cada foto escrevi manualmente uma pequena frase ou palavra, o que senti que deveria escrever, ou até mesmo um desenho complementar.

Isso é uma ótima preparação para quem realmente deseja com mais lucidez continuar sua jornada. Fica aí essa sugestão.


Elisa Kozasa 

Abba - Dancing Queen



20 comentários:

Eulalia Isabel disse...

Interesante esta reflexiòn, tiene parte de verdad, otras no.

saludos

Peônia disse...

Como sempre mais um post interessante, esclarecedor e gostoso de ler!

Adoro essa música do Abba!

Beijos flor!
Semana linda pra ti!

Célia Gil, narciso silvestre disse...

O passado independentemente de ter sido bom ou menos bom ficará para sempre gravado na memória e essa é uma bela forma de o recordar. As fotografias transportam-nos até ele de uma forma mágica! Parabéns pelos 600 seguidores! Bjs e uma boa semana. Também gosto muito da sua presença no meu blog!

Josy disse...

Olá Martha, vim conhecer seu blog através da Claudinha do Perfeita Ordem, gostei muito do seu logo de cara, tem muitos textos interessantes, adorei o Frases para terminar um relacionamento, achei ótima, e simplesmente verdadeira, quem já não passou por isso né? O post de hoje é ótimo, as fotos representam muito prá mim, cada uma delas, em momentos especiais na minha vida. Sua sugestão foi excelente. Estou te seguindo e voltarei mais vezes..Bjos uma ótima semana

QUIM disse...

sepende das recordações né?mas concordo existe recordações que nos fazem bem..bjs

vanessa cony disse...

Leninha...Você é uma querida! Obrigada pelo carinho.
Vejo aqui muita reflexão em relação à vida.Gosto disso.

mfc disse...

As memórias não nos abandonam.
Temos que nos regozijar com as boas e viver pacíficamente com as más!

Thay Negrão disse...

Ótima sugestão!!!! Comecei a ler o seu texto e veio na memória muitas recordações boas!!! Sou uma pessoa muito nostálgica , e sempre levo comigo as coisas do passado que me fizeram bem e que fizeram parte do meu crescimento!!
Tenha uma ótima semana....Beijos!!!!!!

Meire disse...

My sweet friend, eu tenho a impressão que nasci nostálgica total, adoro recordar os momentos bons que já vivi, mas tenho que tomar cuidado para não ficar muito tempo lá atrás. hehe
Eu sempre adorei tirar fotos, claro que com elas não ficam congelados os sentimentos bons daquele momento, mas ao olhar uma foto sentimos àquela cócega gostosa na alma novamente. E abençoada seja nossa memória que nos permite lembrar com tantos detalhes desses momentos deliciosos!!
Eu adoro ver fotos antigas e relembrar coisas que eu nem me lembrava mais.
Compotinha linda, ABBA é tudo de bom, agora que to de férias vou colocar meu disco e ouvir até cansar! ADOOOOOOOOOOOOOORO!!!!!!!

Te amo lindeza de Estrela por tudo o que representa e por ser esse exatamente do jeito que vc é!!

bjokitas e meu carinho sempre.
;)

Calu disse...

Adorei a idéia. Sou saudosista por excelência.Guardo até hoje cartões e mensagens dos alunos(as) que datam de 1982,dos filhos e amigos então,nem daria espaço se eu começasse a listar aqui.Tenho tantas fotos dispostas em tantos álbuns que rearruma´-las num especial seria boa idéia.
Gostei muito do texto e do que ele despertou.
Bjos linda Lena,
Calu

manuel marques disse...

"Recordar é viver duas vezes"


Beijo.

Toninhobira disse...

Uma bela dica no meio de uma linda e profunda reflexão.Como saudosista que sou estas coisas me seriam uteis atualmente,que vivo de lembranças tantas que me invadem.
Um abração Lena.
Bju de luz.

Ingrid disse...

eu sempre relembro algo, e se há cheiro ou música..
muito bom linda Lena..
beijos e uma semana de paz..

Vera Lúcia disse...

Lena,
Já faço isso. Adoro fotos e não me contento em tê-las somente no álbum do meu computador. Seleciono as mais marcantes e arquivo-as em álbuns manuais, especificando data, local e o acontecimento a que se refere.
Revê-los é um bálsamo!
Ótimo post.
Beijos.

Irene Moreira disse...

Olá Lena
Venho aqui através da Sonia Consult que me emocionou com a homenagem que fez pelo seu aniversário. Parabéns e que continue com esse blog lindo e tantoconteúdo gostoso de se ler.

Uma ótima sugestão que muitas vezes pensei,mas nunca parei para fazer disso uma realidade.

Tenho certeza que recordar faz bem demais.

Um grande beijo e uma linda semana

Diana Carla disse...

As lembranças estão ai guardadinhas na nossa memmoria quando recorremos a saudade!

bjinhus

JAN disse...

LENA, GOSTO DAS LEMBRANÇAS QUE AS FOTOS ENCERRAM... MAS PRECISO PEGAR NELAS E FIQUEI EM SABER QUE NÃO SOU A ÚNICA;-)

Perfeita Ordem disse...

Muito interessante!
E como é importante termos essa consciência do que e quem queremos para nossa vida.
Conseguindo descobrir isso,com certeza teremos uma maior chance de termos lembranças bem mais agradáveis no futuro.
Beijos minha amiga,linda terça-feira!

Cris - CaFoFo online@ disse...

É verdade miguxa, lembrancas (boas) tem cheirinho bom, dao uma sensacao boa toda vez que lembramos.
Eu vou te contar um segredo, mas só tive câmera com mais de 35 anos de idade, por isso quase nao tenho fotos de quando tinha 20... pode? E também nao tenho NENHUMA foto de quando era bebê... sei que meus pais nao valorizavam fotos, pelos pais deles tb nao terem valorizado. Só que eu adoro fotos, e se tivesse um filho ia tirar foto de casa momento da vida deles.
Nunca peca pra ver fotos minhas de antes dos 35 kkkkkkkk

Adoro Abba, no karaokê então é um estrago!

Abraco daqueles do post da Meiroca pro cê!

MARILENE disse...

Lembranças boas merecem um espaço especial em nossas vidas. A Vera é que adora fotos e as identifica, sempre. Elas são uma fonte de recordações muito boa.

Bjs.