6 de agosto de 2011

Quanto sua insegurança pode destruir sua chance de ser feliz



Sentir-se inseguro diante do desconhecido ou do novo, é completamente natural. Insegurança diante da impetuosidade da paixão ou da falta de garantias no amor, também pode ser compreensível. Entretanto, na linha tênue do coração, é preciso encontrar uma medida saudável e criativa para todos os sentimentos.

Se você vive inseguro, sentindo-se ansioso, tenso e com a sensação de que, a qualquer momento, pode perder a pessoa amada ou ser substituído por alguém "mais interessante", talvez seja momento de relaxar e rever seus conceitos sobre si mesmo.

Esta semana, presenciei um comportamento decorrente de uma insegurança desmedida e destrutiva e comecei a observar o quanto uma pessoa pode construir seu próprio futuro de modo mascarado, empobrecido e equivocado sem se dar conta, tão afetada que está pela falta de reconhecimento de suas próprias capacidades.

Em decorrência dessa miopia, certamente vai experimentar relações doentias, magoar-se recorrentemente diante da constatação de que suas estratégias são frágeis e ineficientes e, especialmente, amargar uma solidão dolorosa, que é fruto de sua dinâmica interior.

Pessoas inseguras, principalmente quando estão se relacionando, correm o risco de inventar "verdades" para justificar comportamentos agressivos e insanos, sobretudo para afastar aqueles que, por motivos também inventados, parecem representar uma ameaça à sua suposta felicidade.

Pois pode apostar: felicidade autêntica não carece de insegurança, e muito menos é ameaçada por quem quer que seja. Se o que você vive realmente é amor, se está construindo um relacionamento saudável, em busca de amadurecimento e cumplicidade, certamente não precisa afastar ninguém, porque seu coração está em sintonia com o universo e com a pessoa amada.

Passar seus dias pensando em estratégias para derrotar inimigos que nem existem só vai fazer você perder a maravilhosa oportunidade de ser feliz neste relacionamento ou com a simples possibilidade de vir a se relacionar. E, certamente, você se transformará numa pessoa mal-humorada, pesada, briguenta, chata e... feia! E o pior é que não só você perderá com tudo isso, mas também as pessoas que você mais ama, sejam seus familiares, amigos e até seu par!

Sugiro que você faça uma autoavaliação bastante honesta. Tente se dar conta de como tem nutrido sua autoestima, do quanto tem valorizado suas qualidades e do quanto, acima de tudo, tem trabalhado suas limitações. Admita que tenha medo de perder, que sente ciúme, que ainda não se tornou a pessoa que gostaria de ser. Assim, estará no caminho de se tornar... E isto é evolução!


Rosana Braga 


Alan Parsons Project - Time .

18 comentários:

* Verinha * disse...

A insegurança faz parte de nossa vida, mas não devemos deixar que ela vá além do previsto. Sempre estarmos nos autoavaliando e fazendo uso das correções necessárias em nosso ser é fundamental para que tenhamos um viver saudável e mais produtivo tanto para nós como para quem nos rodeia.

Lena,
um beijo grande em seu coração e um maravilhoso fim de semana para você!

Verinha

Van disse...

Ciúme para mim nunca foi e nunca será prova de amor e trabalhar a insegurança é primordial nesse sentido. Primeiro aquela máxima de : ame-se para ser amado ! É a mais pura verdade , só conseguimos amar de verdade o outro quando nos amamos e quando nos amamos não abrimos espaço para a insegurança em nós... simples assim ! Adorei , Leninha ! Obrigada pela carinhosa visita sempre ! Grande Beijo !

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

Sandra Botelho disse...

precisamos da segurança , mesmo quando a paixão está presente.
Bjos achocolatados

ANA ROOS disse...

Nem precisaria dizer nada, no fim do texto falou tudo, não é feio o que se é, cada um tem o direito de ser o que se é, mas é necessário que lutemos para evoluir...

Cultivar a confiança é assumir seus erros, mas mesmo assim continuar a viver!

beijokas no coração

Alê disse...

Nossos próprios medos, são nossos piores venenos

A.S. disse...

Lena,

Teus textos revelam alguém com um percurso de vida sereno, inteligente e sobretudo com uma enorme alegria de viver! Adoro te ler...

Beijos,
AL

Peônia disse...

Lena seus posts refletem vc!
Obrigada por nos presentear todos os dias com algo que nos faz amadurecer e viver melhor!
Beijos flor!

Marly Bastos disse...

Que dizer desse texto? Maravilhoso e sem retoques. a insegurança é isso mesmo, um empecilho para viver em plenitude.
Beijokas doces para a mais linda flor do jardim!

AquilesMarchel disse...

é..tuo com insegurança é menos prazeroso
mas há sinais qe não ignoramos aí a gente fica com o pé atrás
quando ha dores no apssado ficamos ansiosos no presente

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Como é bom trabalhar em nós a auto estima pelo auto conhecimento...
Seu post me ajudou muito.... ter um temperamento que exige constante desafio na auto construção é exaustivo... mas vale a pena!!!
Bjs de paz e um fim de semana azulado pra vc e os seus queridos.

Vera Lúcia disse...

Olá Lena,
A insegurança somente traz desajustes
aos casais, familiares e amizades.
É preciso, sem dúvida, procurar
vencê-la. O meio mais eficaz é a elevação da auto-estima, que somente será conseguida quando a pessoa passar a se aceitar a a gostar de si mesma.
Ótimo final de semana.
Beijos.

Meire disse...

EstreLeninha de my life, insegurança é uma inimiga do amor, pois onde ele reside de forma saudável e sincera não deixamos essa erva daninha nascer. Tem dias em que ela bate a nossa porta junto com a tristeza e temos que tomar um master cuidado pra que não crie raízes e esse cuidado chama-se autoestima.

Minha linda, que sua vida seja sempre repleta da mais pura e verdadeira segurança em todos os ângulos da sua vida, que vc nunca se esqueça de todos que te amam e te querem bem, não sei pq to falando isso, mas me veio a cuca :)
Te amo muitooooo!!!
bjokitas cristalizadas cheias de carinho!

Jan disse...

LENA, EU GOSTARIA DE TER LIDO ESSE TEXTO HÁ MUUUITO TEMPO;-)
TALVEZ TIVESSE SIDO MENOS DOLOROSO ADQUIRIR SEGURANÇA.

JAN

Toninhobira disse...

Um excelente empurrão para a vida.Um texto que levanta a moral na real expulsão da insegurança,que é um mal terrivel que assola muitos.É preciso mesmo muito cuidado, para não cair nas garras deste mal.
Um abração Lena.
Bom fim de semana amiga.
Bju de luz nos seus dias sempre.

Su disse...

amiga querida...

acho que às vezes a insegurança tem um papel importante na vida da gente, ela dá uma "brecada" no impulso, na falta total de medo... sei lá, às vezes é bom sentir um "medinho" e pensar umas duas vezes antes de sair em disparada agindo... e às vezes não reagindo... Mas só um pouco!

Obrigada pelo seu carinho, viu!

Beijos e um lindo domingo por aí!

Perdoa minha ausência, mas ando na correria com trabalho e estudo... e família, etc... etc... rs

Te adoro pessoa do bem!

Su.

Severa Cabral(escritora) disse...

Oi minha linda e querida !
Continuo na espera do seu endereço...
Hoje eu acordei e percebi que estava diferente, o estado de insegurança que se passava por mim nos últimos dias havia desaparecido, eu me sentia mais corajosa e mais decidida. áh se tudo isso não passasse de um sonho, na realidade eu continuava a sonhadora de sempre.E a insegurança ia para outro caminho...
Bjssssssssssssss

Ingrid disse...

a insegurança aparece por vezes..é normal..
deixá-la tomar conta de nós nos leva ao fundo..
belo post querida..
beijos perfumados..

MARILENE disse...

Todos temos receio diante de situações novas, de mudanças... vejo isso como normal. A insegurança passa a ser um grande obstáculo quando não a enfrentamos, para viver .

Bjs.