24 de agosto de 2011

Saia de cima do muro, pule....



Às vezes é difícil, mas precisamos nos posicionar diante da vida. Não podemos ficar inertes sem tomar posição, com medo do julgamento dos outros ou da aceitação deles por causa das escolhas que fazemos. Precisamos entender que é quase impossível agradar a todo o mundo.

Fazer escolhas faz parte do nosso processo evolutivo e é através delas e da nossa posição diante de certas coisas e pessoas que direcionamos os nossos passos para o nosso objetivo que é ser luz. É preciso ser fiel à nossa natureza interior para que possamos ser felizes e isso quase sempre está ligado às escolhas que precisamos fazer.

Qual é a direção que você quer tomar? Quer seguir em direção à luz, à verdade ou vai querer fingir que não sabe de nada, dar uma de ingênua e ficar exposta às circunstâncias que querendo ou não podem influenciar e muito a sua pessoa. Não pensem que ficando em cima do muro estarão livres de consequências, pois agindo assim vocês podem ser associados tanto com um lado ou com outro. E aí?

Ficar em cima do muro não é a atitude mais coerente que podemos tomar. Não nos posicionarmos diante das questões que nos são apresentadas pode atrasar a nossa caminhada ou nos levar a fazer coisas que não condizem com aquilo que realmente acreditamos serem certas, e isso na verdade seria um retrocesso.

Só para ilustrar podemos dar um exemplo: se alguém trabalha em uma empresa e o seu chefe pede para fazer algo que esta pessoa sabe que vai prejudicar outra, e só para não perder o emprego ela aceita fazer, esta pessoa está se distanciando do seu "eu"e também corrompendo a sua natureza divina. Isso causa imensa dor naquele que é naturalmente bom.
Ou outro caso, se alguém sabe que um amigo seu não é "flor que se cheire", mas mesmo assim continua a conviver com ele sem questionar os seus atos... Imaginem como a consciência de uma pessoa assim deve ficar; num eterno conflito entre questionar e se afastar por saber que está no caminho errado ou continuar ao lado e ferir a si mesmo por ter um medo exacerbado de ser rejeitado.
Pessoas assim precisam acreditar mais em si mesmas, na sua capacidade de realização independente e portanto não precisam aceitar ir contra os seus valores para serem aceitas por este ou aquele grupo, por esta ou aquela pessoa.

Precisamos criar coragem e pular. Para evitar o equilibrismo em cima do muro é preciso escolher um dos lados, de preferência o da luz. Olhar atentamente tudo o que está acontecendo em torno da questão, meditar, tentar ver as coisas como um observador atento e imparcial, consultar no nosso interior os reais valores espirituais e decidir, pular para um dos lados assumindo a responsabilidade das nossas escolhas, enfrentando as consequências, sejam elas boas ou ruins.

Somos livres para decidir e de preferência sempre buscando o amor, a paz e a compaixão.



Márian Marta Magalhães  

Van Halen - Jump


29 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu docinho de côco!!!
Agora quem está sentindo falta sou eu...não te vejo por onde passo.Diz-me onde te encontra que vou te fazer um cafuné,nem que seja virtual,mas amigo é para está presente na tristeza e na alegria,não deixa de ser um casamento...E vc sabe que depois que nasce uma amizade,até sua lembrança será eterna...por isso que estou te sentindo...
Meu comentário de hj deixo nesta letra de música para reflexão.

Até Pensei...
Junto à minha rua havia um bosque
Que um muro alto proibia
Lá todo balão caia
Toda maçã nascia
E o dono do bosque nem via
Do lado de lá tanta aventura
E eu a espreitar na noite escura
A dedilhar essa modinha
A felicidade
Morava tão vizinha
Que, de tolo
Até pensei que fosse minha
Junto a mim morava a minha amada
Com olhos claros como o dia
Lá o meu olhar vivia
De sonho e fantasia
E a dono dos olhos nem via
Do lado de lá tanta ventura
E eu a esperar pela ternura
Que a a enganar nuca me via
Eu andava pobre
Tão pobre de carinho
Que, de tolo
Até pensei que fosse minha
Toda a dor da vida
Me ensinou essa modinha
Que, de tolo
Até pensei que fosse minha
Chico Buarque
bjs enroladinho do meu amor e do meu carinho que tenho por vc!

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Uma reflexão que faz repensar a nossa atitude perante a vida. Não devemos, de facto, ficar estáticos em função do que os outros pensam, mas sim tomar atitudes, pular o muro e enfrentar! Bjs

AquilesMarchel disse...

são caminhos dificeis.
"aquele garoto que ia mudar o mundo
agora ssiste a tudo em cima do muro"

li o texto e acho que não é tão simples assim
as vezes as pessoas ja se machucarm e temem tomar certas posições para voltar a zona de conforto
particularment meu caso é de smepr estar posicionado raramente em cima do muro, isso nunca me protege embora me sinta bem em ser assim

bjão Lena
^^

Rô... disse...

oi minha linda,

é muito difícil
enfrentar os muros que surgem a nossa frente,
não temos certeza da altura,
do que nos espera ali atras,
e principalmente se em outros pulos,
já nos machucamos,
mas mesmo com tudo isso,
acho que vale sempre apena se arriscar,
além de desfrutarmos novas visões,
aprendemos com a aventura...

beijinhos
querida

Su disse...

oi pessoa mais que querida e minha bibliotecária preferida!!!

espero que tenha melhorado da gripe, isso derruba mesmo, dá vontade de ficar bem quietinha embaixo do edredon, a base de sopinhas e cházinhos... O tempo anda meio maluco, aqui em casa todo mundo ficou doente, agora é a vez do maridão... tadinho!

Amiga, auto-confiança é tudo, mas sempre na boa medida na minha opinião, aliás como tudo na vida, tem que ter bom senso. Já algumas pessoas sem auto-confiança nenhuma, que sofrem sofrem e sofrem, mas também já vi amigos "pulando do muro" sem pensar nas consequências... aí já é um excesso de auto-confiança... Acho que tudo tem sua medida certa, quer pular? Vamos lá, pulemos!!! Mas é sempre bom dar um "pensadinha" básica antes.rs

Beijos, melhoras e se cuida!

Su.

Marly Bastos disse...

Sabe Lena,
Estar em cima do muro e viver pela metade... Vou ou nao vou, faço ou nao faço! A indecisão ao meu ver é uma das maiores fraquezas do homem. E creio que todos nós estamos sujeitos à ela.
Difícil mesmo é escolher às vezes pra que lado do muro pular e quando e fazemos descobrimos que tem um baita cachorro lá com a boca aberta. O bom disso é que saímos estraçalhado, mas não sem antes lutar com o cão.
Beijokas doces minha flor mai linda do mundo.

ॐ Shirley ॐ disse...

Lena, querida, mesmo tendo toda energia do mundo, às vezes nos custa tanto saltar, simplesmente de cima de um muro nem tão alto...E tudo por receio dos julgamentos alheios e assim, vamos permanecendo expostos ao sol e à chuva dos nossos medos...Que pena. Um beijo, menina linda!

Alê disse...

Acomodação? Medo?

Mas é a pior escolha que podemos fazer,


Bjkas

QUIM disse...

por vezes agente fica parelisado..esquece de viver....eu sei....bj querida que adoro tanto..bj..bj

mfc disse...

Hoje é-me muito mais fácil fazer escolhas!
A idade trouxe-me essa vantagem... marimbo-me para o que os outros pensam!

Will disse...

Lena,
sempre um texto maravilhoso para nos fazer pensar. A indecisão anda de mãos dadas com o medo, juntas elas se tornam mais fortes contra nossas decisões mais importantes. Daí, vencê-las, pede que nos agarremos nos braços da coragem.
Uma quarta abençoada para você!

.:*Aline*:. disse...

Oi Lena!
Nossa, às vezes é tão difícil tomar certas escolhas. Muitas vezes é o medo que nos barra. Nesse momento da minha vida estou em cima do muro total. Sei que preciso me direcionar, mas uma série de consequencias me assombram e eu fico estática. É horrível. Espero que um dia eu consiga me posicionar melhor. Estou criando coragem aos poucos.
Bju grande!

MARLENEDEGOES@HOTMAIL.COM disse...

LENA QUE LINDA MENSAGEM MINHA QUERIDA AMIGA,UMA HORA PRESISAMOS DECIDIR
SE VAMOS OU FICAMOS É CHEGADA A HORA DE EXAMINAR COM MUITA ATANÇÃO NOSSO EU INTERIOR,VER COM CARINHO COM CUIDADO O QUE O CORAÇÃO ESTA PEDINDO
PRECISAMOS NOS CONSIENTIZAR DE NOSSOS COMPROMISSOS COM O MUNDO ESPIRITUAL
O LADO DA LUZ É SEMPRE MAIS ACONSELHAVEL,PARABENS QUERIDA LINDO TEXTO BJS MARLENE

ValériaC disse...

Muito legal este texto...a vida é uma constante escolha e ficar em cima do muro também o é, mas digamos que não seja a melhor delas.
Temos mesmo é que assumir como somos, o que pensamos e sentimos e nos posicionarmos de acordo com os nossos princípios diante de cada escolha que a vida nos traz...que sigamos cada vez mais o bom senso aliado ao coração e que escolhamos a Luz, a Paz, a bondade, a compaixão e o Amor...pois estas, trazem as melhores consequências...
Beijinhos minha querida...
Valéria

Luar disse...

Lena

Já pulei e caí. Vou pular e cair novamente as vezes que forem necessárias.
A inércia, não nos deixa ir à luta!
O não pular é temer e estagnar.
Recuso-me a acomodar-me com medo de...
A tua escolha de textos é sempre certeira.

Beijo de luar no caminho da luz...sempre!

Vera Lúcia disse...

Olá Lena,
Espero que tudo esteja bem com você.
Também acredito que às vezes se posicionar e "pular do muro" gera insegurança e receios. Mas, melhor arriscar, tomar partido e escolher
o lado que irá preservar e respeitar nossa maneira de ser.
Beijos.

Severa Cabral(escritora) disse...

Voltando meu docinho para dizer que não te vejo,kkkkkkkkk,cadê vc minha linda...olha a saudade batendo...meu coração está mucho...

Há!Ia me esquecendo,dá uma passadinha no blog do meu amigo e ver o acróstico que Regininha fez prá ele.Deixa teu comentário lá para ela se sentir feliz.É uma menina que precisa do nosso incentivo para ver se aparece alguém que dê força para ela escrever seu livro.
http://pedrofransilva.blogspot.com

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Olá querida!
Preciso disso! Estou intoxicada de sentimentalidade.
Passa lá no blog para conferir o post que fala sangrando... De amor por um mortal"
bj

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Importante é tomar posições, sem criticar as dos outros. Basta ser coerente e consciente. O mal, é o famoso "cordão dos puxa-saco" que cada vez aumenta mais. Não ficar em "cima do muro" é o certo, o problema é conviver com quem vive em "cima do muro"...mas nem todo mundo sabe o que quer...lamentavelmente!
Fico sempre em terra firme, "doa a quem doer".
bom texto, pra fazer refleti...
Beijo, Lena

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Lena
Ter clareza do que se quer, é o primeiro passo para tomarmos decisões. As vezes a escolha é difícil, mas se é feita dentro daquilo que acreditamos, errar não vai doer tanto.
Bjux

JAN disse...

LENA, "PULAR" DÁ MEDO... MAS, SE NÃO PULARMOS, PODEREMOS CAIR, NÉ?

ABRAÇO PROCÊ

JAN

ANA ROOS disse...

Ai daquele que fica no muro... um dia vai ver que congelou, endureceu, passou o tempo e não viveu, nada sentiu: não sofreu, ah não, não sofreu, mas quando perceber que não amou, não chorou, não abraçou, não deu boas risadas, não vibrou de prazer, não se sentiu triste, não se permitiu viver a dor... no fim... nada lhe resta que não sofrer pela vida não vivida!

Beijokas no coração

Sobre o Tempo disse...

A vida é feita de atitudes. Ficar em cima do muro é o mesmo que não tomar atitudes e é o mesmo que não viver.
Lena, obrigado pelo selo e pelo carinho. Ótima quinta! Bjs

Ma Ferreira disse...

Nunca gostei de ficar em cima do muro.
Não sei se é bom ou ruim. Mas sempre escolhi um lado. Mesmo que o que o lado escolhido não fose o lado mais acertado.
Hoje, com quase meio século vivido me dou o direito de escolher o lado que quero ficar sem me importar muito com as opiniõe alheias.
Mas tudo tem um preço.
Se eu devo..eu pago..rs

Leninha..seu blog é um daqueles que nunca esqueço.. nem do seu blog e nem de voce..minha Lindinha e querida!

Bj

Meire disse...

Madeirinha mais linda do mundo inteiro, me perdoe a demora pra vir aqui hj, mas vc sabe que sem seus bloguitos num fico sem né!!!

Cada escolha tem uma consequência nessa vida, mas é necessário que haja a escolha, pois ficar em cima do muro é quase uma armadilha contra nosso caráter, afinal quem está em cima do muro, está entre seus valores e o do outro. Assumir o que realmente queremos é assumir quem somos e claro isso traz muitas coisas, mas acho que mesmo que traga coisa não tão boas, ao menos temos a segurança de estar pisando no chão e não nos equilibrando em cima do muro.

Anjinha, se eu demoro pra vir aqui é pq quero vir com tempo pra curtir seu coração amadeirado com cheiro de nuvem docinha :)

My sweet Capixada, God loves you and so do I.

A.S. disse...

Quem hesita pular o muro, quase sempre se magoa na queda!...


Meus beijos!
AL

Perfeita Ordem disse...

Sempre saio desse seu cantinho minha amiga com alguma coisa boa que aprendi ou que levo para pensar melhor.
Esse texto tem muito a ver com tudo que acredito,com minha forma de viver.
Acredito mesmo que o importante é consultarmos sempre o nosso interior, nossos reais valores espirituais e decidirmos de acordo com esses princípios,não nos deixando levar pelo egoísmo ou pelo medo.
Acho que sou covarde demais para viver com a sensação de não ter feito o que considerava correto.
Meu travesseiro é muito cruel comigo,se não agir da forma como acho certo ele me cobra como ninguém.
Beijos minha linda amiga,linda noite pra você!

mizia disse...

Lena,
Andei ausente... estou de volta e ... vim fazer uma visita e agradecer seu carinho seus comentários e visitas ao meu cantinho!
...Como sempre, adorei seu texto ! muito Bom !...
Beijinhos
mizia

Ingrid disse...

se demoramos muito a decidir se pula ou se fica.. o chão pode não estar mais lá da forma que deveria..
e aí...
;-)
beijos amadinha..