1 de setembro de 2011

Desejo de felicidade

 

 
 
Todos nós temos um desejo teimoso de felicidade, mas esse desejo muitas vezes se frustra. Vem um sonho e logo ele desaparece, se apaga, aparece outro e.... nada. É claro que nossas experiências têm muito a ver com a felicidade. Algumas pessoas perdem a esperança, mas muitos de nós somos românticos inveterados e continuamos a sonhar nossos sonhos. Tendemos a pintar a realidade com expectativas coloridas, continuamos acreditando que o sexo e o amor representam a combinação de um cofre e que a única coisa que nos falta é descobrir o "segredo", a combinação certa.

Acontece que a vida é um processo, um lento processo de aprendizado. Viver é crescer e o crescimento acontece sempre devagar, não é como colocar uma moeda numa máquina de balas e instantaneamente obter o colorido chiclete da felicidade. Todo crescimento envolve esforço, algum tipo de alongamento. Pensamos: "se eu continuar me alongando vou chegar lá". Só que alongamento exige tempo e repetição. Nossos músculos se encolhem, se retraem. Normalmente não matamos os dragões dos nossos medos, das nossas inseguranças com um golpe de espada, por isso nos exercitamos diariamente.

Sabemos que as expectativas ajudam, mas, além delas, na vida existem desdobramento e desenvolvimento, repetição e transformação, há o produzido e ainda aquilo a ser produzido. No laboratório da vida o processo é lento, envolve ensaio e erro. Todos erramos, por isso muitos lápis já vêm com borracha.

Se nunca erramos e não aprendermos com nossos erros, nunca vamos descobrir nada. Tente aprender com os erros dos outros. Você não vai viver o bastante para cometer todos eles por si mesmo. Então, essa é a curva da estrada que não podemos perder. No nosso rendez-vous com o destino precisamos ir vendo e fazendo, lidando com os imprevistos, com os desencontros, com o perigo. Portanto, não adianta fingir que não existem abismos na estrada da vida. O importante é aprender a construir pontes sobre eles.

No entanto, esta é uma questão difícil. Muitas vezes nos cansamos de tentar e sermos corajosos. Todos sabemos que o amor lança pontes, tece ligações, mas todos temos medo do poder que o amor tem de criar e de destruir. Sabemos que ele pode mudar nosso mundo amanhã e tornar a transformá-lo depois. Entretanto, só se aprende tentando.

De repente acontece um duplo contato e daí surge um "amor tecido", quer dizer, um amor entrelaçado, trançado, mesclado, que não é propriamente uma obra a ser construída, mas, sobretudo, uma prática contínua, uma espécie de encadeamento. Esse é um amor que por sua vez gera e dá forma ao nosso sonho, ao nosso desejo de felicidade.



Maria Helena Matarazzo




21 comentários:

Anônimo disse...

Pretty insightful. Thanks!

My site:
Rachat de credit www.rachatdecredit.net

RELTIH disse...

USTED SIEMPRE NOS COMPARTE SOLUCIONES DE VIDA.
BESOS

LUCONI disse...

LENA AMIGA quero me desculpar porque acho que já te disse estou com problema sério de saúde em casa, então o meu tempo ficou muito pequeno e não consigo estar com todos como gosto, mas não esqueço nenhum amigo nunca, em breve tudo se resolverá eu sei, o tratamento continuará por muito tempo,mas conseguiremos assimilar melhor,organizar melhor, e também chegaremos a vitória, peço não comente no meu blog por favor, agora este texto é muito bom mesmo, eu nunca tive medo de amar, acho que sempre quis dar uma chance a mim mesma, e também não tenho medo de amar pessoas com aquele amor fraterno amigo, quando maior a roda melhor, beijos Luconi

mfc disse...

Todo o ser humano aspira à felicidade!
O problema está em saber qual a felicidade adequada a cada um.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Aí está "só se aprende tentando"! Só assim se pode perseguir a felicidade! Um ótima reflexão! Bjs

Sandra Portugal disse...

Amiga,vim logo cedinho ver a roupagem de setembro/primavera/amadeirado em flor!!!!
Como sempre um primor!!!!
Trazer o Rubens,essas belas imagens florais, esse texto sobre sonhos e felicidades..... E se preparar para a marca de 700 merecidissimos seguidores chegando!!!!
Querida que voce receba em dobro toda a energia positiva que lana no universo e especialmente atraves do Amadeirado e do Alem das Nuvens!!!
Voce e demais e me surpreende mais e mais a cada novo mes!!!!
Olha,hj a entrevistada la do Projetando Pessoas e a Roselia do Espiritual-idade,passe por la,te aguardo!!!!
Com toda a minha admiracao
Bj
Sandra

Syspil disse...

Muito bom. Adorei começar a manhã com essa mensagem tão positiva. Bjs
sissy-atelier.blogspot.com

Imac by Artes disse...

Amei ler esse texto.
Todos nós desejamos a felicidade mas somos apressados. Precisamos aprender a esperar uma vez que tudo tem o tempo certo para acontecer e... No laboratório da vida o processo é lento.
Abraços minha querida! Um lindo e abençoado dia pra ti.

Su disse...

bom dia moça querida...

só posso te dizer que sentei na beira desse lago, senti o perfume do jardim... contemplei a natureza desse belo lugar e li, li e reli esse texto que trata da felicidade, do não medo de amar... e assim em total harmonia de imagem e letrinhas, sou feliz... sem medo de ser feliz, do modo mais simples, mais humilde, simplesmente vivendo a vida e tentando sempre aprender cada vez mais... e "...viver, e não ter a vergonha de ser feliz, cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz... ahhh eu sei que a vida devia ser bem melhor e será!!! É a vida é bonita e é bonita..."

beijokas minha bibliotecária mais linda e querida do mundo!

Su.

An@ disse...

Estou a tentar
Estou a crescer lentamente
Estou a quebrar barreiras

Descobri que o amor, a felicidade está e começa em mim!
O que me rodeia é a consequência do meu estado de ser.

Gostei muito do post
Grata pela partilha

Beijos

JAN disse...

"... não é como colocar uma moeda numa máquina de balas e instantaneamente obter o colorido chiclete da felicidade."

MAS EU QUERIA TANTO QUE FOSSE!!!;-)

bjim!!!
JAN

Mafalda S. disse...

Para ser feliz raramente basta sonhar, há que agir.

Beijo

Cristina Ramalho disse...

Oi Lena.... adorei seu blog, que lindo!! Aproveitando para te seguir... obrigada pela visita. bjo

QUIM disse...

Agente evolui aprende e amadurece..Eu peno ter chegado aquela fase de deixaar rolar,acontecer..não me preocupo mais..que seja doce...bj minha querida..te adoro.

Meire disse...

Lenita linda, felicidade é algo que vamos aprendendo no decorrer da vida como captar. É cultivando um sonho aqui e acolá, errando e nunca deixando de aprender com esses erros. Se não tentamos, nunca saberemos se poderia dar certo e podemos viver num eterno "e se..." que é desastroso.
O que mais desejamos é a tal da dona felicidade batendo à nossa porta, mas se tapamos os ouvidos para suas batidas jamais que ela irá entrar e corremos o risco de viver achando que sua visita nunca tivemos.
Olha amore, 701 amiguitos, é hora de estourar champanhe e brindar o sucesso desse bloguito lindo! :)
IUPIIIIIIIIIII!!!!


te amo pra todo sempre linda e sweet Madeirinha!

Kiro Menezes disse...

Muito lindo meu amor!!! Toda história precisa do primeiro verso pra acontecer e tu desenhas isso magnificamente!!!

Um beijo doce e recheado de saudades...

Gisa disse...

"Amor tecido", linda expressão, lindo texto.
Um grande bj querida amiga

ϟ Cynthia Brito disse...

É importante tentar... ter essa coragem é o mesmo que está submetido à tudo nessa vida! A gora tem que tentar pra valer. Ter fé no que quer, e esperar sempre pelo melhor! Acreditar no potencial de si mesmo!
Cada um deve ir em busca daquilo que anseia conquistar!

Adorei o texto da Maria Helena!

À você, minha querida amiga, deixo um abraço de comunhão, e um beijo doce para que setembro seja um mês incrível de muito plantio em nosso coração e, claro, de uma primavera roooooooosa com aquele cheirinho de flor que encanta a gente!

ॐ Shirley ॐ disse...

Lena querida, então, não podemos desistir do que queremos...Um beijo carinhoso!

Lilá(s) disse...

Aspiramos sempre à felicidade mas quando a temos geralmente não valorizamos!
Bjs

ANA ROOS disse...

"Muito freqüentemente, nós subestimamos o poder do carinho, de um sorriso, uma palavra amável, um ombro amigo, dar ouvidos, um elogio honesto, ou o menor ato de dedicação, pois todos têm o poder de transformar uma vida." (Leo Buscaglia)

A sintonia do que escreves e do que sinto é algo que me impressiona... não tão lindamente, fiz uma reflexão semelhante agorinha mesmo antes de vir te ler... vim só pra deixar um carinho, e ao ler... bem só posso te agradecer, graças as suas escolhas já me senti muito reconfortada várias vezes... beijinhos carinhosos no seu coração!