28 de outubro de 2011

A nova mulher em busca da plenitude




Já há algum tempo venho observando a maneira com que muitas mulheres têm conduzido sua vida. A causa de tantos comportamentos incoerentes e desencontrados seria irrelevante detalhar aqui: conquistas e mudanças que elas mesmas têm provocado em todo o mundo ao longo das últimas décadas – sejam as construtivas e dignas de méritos incontestáveis, sejam as deturpadas e equivocadas.

Mas meu intuito não é relatar a história e sim a essência da mulher; é falar da alma feminina e não dos estereótipos, máscaras e papeis que elas vêm utilizando para garantir seu espaço e demarcarem sua capacidade de ir além do esperado.

Infelizmente, feridas por regras patriarcais, muitas mulheres saíram do extremo da submissão em busca de seu real valor, mas se perderam. Assim, morrendo de medo de se sentirem novamente amarradas pelas rédeas do passado, insistem em renegar sua alma acolhedora, sua beleza encantadora, seu coração fértil, receptivo...

Neste momento, desejo enaltecer esse doce coração, provocar - no bom sentido - o desabrochar completo desta alma legitimamente sensível, terna, plena!

Que possamos, especialmente hoje e a partir de agora, baixar as armas, as defesas e as desconfianças... e simplesmente ser mulher – com todos os predicados que esse lugar nos cabe! Porém, não com um comportamento maquiado, afiado, dolorosamente sociabilizado. Proponho um comportamento autêntico, com direito à sua notável delicadeza, à doçura que tantas vezes é substituída pelo espírito de competição e comparação equivocada com os homens.

Que deixemos, enfim, de lutar por uma igualdade genuinamente impossível, que mais nos desvalorizaria do que enobreceria. Que passemos a assumir nossas maravilhosas e caras diferenças e atuemos decididamente a partir de nossa feminilidade essencial, preciosa, sublime. E que façamos isso, sobretudo, no exercício de conduzir as nossas relações, seja no âmbito profissional ou pessoal.

Desejo que nós, mulheres, recuperemos nossa capacidade de sedução e envolvimento – no sentido mais amplo dessas expressões – sem, contudo, termos de agir como os homens. Não somos homens. Não somos melhores nem piores. Somos mulheres, somos o feminino divinamente complementar do masculino e vice-versa.

Não precisamos de igualdade, apenas de nossa singularidade. Portanto, sugiro que sejamos firmes, justas e produtivas, mas sem nunca renegarmos nossa natureza criadora e criativa. E com certeiros atos, que possamos, de fato, conquistar o mundo.

Porém, não falo de uma conquista cujo adversário se chama homem! Não precisamos de adversários, mas de companheiros, aliados, protetores e amigos. Quando proponho que nos comportemos femininamente, estou sugerindo o exercício da lucidez feminina, da capacidade que temos de conciliar e compreender, de um gesto que perdoa, um abraço que envolve, de uma conduta que nutre e floresce o que está ao seu redor...

Sei que muitas mulheres são subjugadas e até desvalorizadas em seu ambiente de trabalho e até mesmo em suas relações afetivas; sei que muitas delas não encontram espaço para sua expressão máxima e contundente. Por isso mesmo, hoje especialmente, quero defender a urgência do deixar-ser e levantar a bandeira em nome do SER MULHER!





Rosana Braga 



Amigos e Amigas, 
Ofereço este texto da incrível escritora Rosana Braga para a minha queridíssima amiga Meire, que todos conhecem e amam, do doce Blog "My Crystal Visions",  pela qual nutro um amor e um carinho enormes, e que está completando hoje, 28 de outubrode 2011, 23 aninhos!
Menina meiga, mulher forte e verdadeira, escritora, poetisa, em busca de sua plenitude... Um ser humano lindo, digno de muita admiração!!! Obrigada, Meire, Princesa de Cristal, por representar tão bem o mundo feminino. Tenho muito orgulho de você. E tenho a grande honra de tê-la como amiga, pois você é o meu diamante! "And diamonds arre forever...".




20 comentários:

Ma Ferreira disse...

Oi Leninha..que encanto..
Vim do blog da Meire te visitar e aqui vc fez esta linda homenagem a ela.
Com este belo texto..
Plenitude é sermos o que somos. Ter nossa auto estima elevada.

Um beijinho querida Lena.
Saudades.. Falamos tanto em vc no sabado!
Vc fez falta..

Beijinho

Meire disse...

Estrelinda, amanhã meu rosto vai acordar master inchado, vc me emocionou demais messssmo! Tive que respirar fundo aqui porque dessa vez quem desmaiou fui eu!

Que imagem linda essa, e o texto impecável da Rosana Braga da qual me tornei fã por causa do seu bloguito.
Tenho muiiito que te agradecer pela amizade tão linda que existe entre nós, como eu já te disse: nosso coração não se engana, sabe quem é eterno em nossa vida. E vc é e sempre será minha amiga, irmã e mãezinha muito querida. Vc já é um grande presente lindo que Deus me deu esse ano.

Tbm admiro demais da conta, seu coração que vale ouro e é cheio de amor. Vc é Estrela porque não importa a distância que esteja o brilho do seu carinho e da sua amizade chegam até mim...e com o tempo aprendi que muitas vezes não precisamos trocar palavra nenhuma porque almas que já se conhecem se comunicam em silêncio tbm. Se um dia nossa amizade foi um belo laço, hj é um elo que não quebra jamais, pois é regado de respeito, amor e compreensão.

Obrigada pela doce homenagem, obrigada por ser exatamente do jeito que vc é. Te amo muito e tbm sempre estarei aqui com as mãos estendidas se precisar!!!!

Vc é super, master especial.

bjokitas pra vc recheadas de muito afeto (já que num pode ser doce, ao menos o afeto é docinho para te encher de saúde e paz).
:)

Cecília Romeu disse...

Lena, tudo bem?
Lindo texto, ótima escolha!
Nossa Meirinha merece essa "master" homenagem!
Ela é tão delicada e amada aqui na blogosfera, e isso se reflete nos comentários, nas homenagens.
Linda ela, linda você também, por homenagear nossa amiga!
Beijos as duas!!!

Cida disse...

Linda, e mais que merecida homenagem à doce Meire.

Abraços pra você e pra ela.

Tenham um belo e feliz final de semana.

Cid@

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer meu docinho de côco!
O bom da vida foi Deus ter enviado pessoas para nos indentificarmos e vivermos de bem com elas.encontrar a Meire,essa menina linda que conquista todos com seu jeitinho,de uma perseverança que sabe desfrutar das amizades com maestria,e sabe viver sorrindo para a vida.
Hoje louvo pela amizade de vcs,e pelo bem que transmites para essa menina linda,de coração gigante.Sua homenagem dedicada prá ela nos contagia e sentimos vontade de desejar tbm tudo que a possa deixar feliz.
Meus parabéns vai prá vc e prá ela .Que Deus na sua infinita bondade possa oferecer e dar para vcs saúde para novas conquistas.
Deixo aqui minha grande admiração prá duas.
bjssssssssssssssss

Rô... disse...

oi minha doce amiga,

tem razão,
aplausos para você,
pela linda homenagem,
a Meire realmente é a representação perfeita da mulher,
uma alma linda e cheirosa,
ela tem a doçura e o encanto mágico no olhar meigo e nas palavras certas...
é um diamante na vida de todos que a conhecem,
é linda,
é menina,
é mulher...
cheia de brilho,
de leveza,
de amor...

beijinhos

Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Este texto da Rosana me lembrou a Lya Luft, não sei o por quê...talvez pela leveza e calma com que ela passe esta mensagem tão digna para as tão perdidas mulheres atuais...concordo em tudo com ela.

Hoje confunde-se liberdade com libertinagem, tal a ânsia das mulheres em aproveitar o tempo perdido de gerações passadas. Mas, não é assim...agindo assim, só atrairão decepções e tristezas para as suas vidas. A mulher tem que se valorizar.

Linda homenagem à sua amiga, que ainda não conheço, mas vou lá conhecer. Ela é linda demais !

beijos, Lena!
Liz

Verinha disse...

Realmente a escolha do texto para homenagear a Meire foi fantástica Lena!... Ela é mesmo uma menina muito especial!

Beijo grande em seu coração..
Verinha

Michele Santti disse...

Adorei a leitura Lena.

Sempre bom aqui.

Beijo, ótimo fim de semana,
Mih

QUIM disse...

Lena da medo comentar aqi hoje..nossa a mulherada vai me matar...Admiro a luta de minha mãe minhas irmãs pela igualdade..mas acho que elas nunca pnsaram que a maioria das mulheres se iriam tornar tão fúteis!!me perdoa mas é verdade.
hoje mulher 60% não sabe cozinhar!não ambiciona uma família..a mulher tornou-se mais infiel que o homem..e hoje mais do que ninguém buscam mais uma carteira do que um homem....
Claro que existem excepções mas esta tão raro...bjs querida e me salva aí que eu sei que muita mulherada vai-me xingar..kkk

Alê disse...

Lena,

Que texto maravilhoso!


Linda escolha,


Bjkas

ValeriaC disse...

Lindo texto Leninha, para uma homenageada que merece todo carinho do mundo... a nossa Meirinha é um amorzinho...uma menina cheia de luz e amor...
Parabéns Meire!
Beijinhos às duas... lindo final de semana...
Valéria

MARILENE disse...

Um texto de primeira, oferecido a alguém que sempre nos encanta com sua meiguice e carinho.
Fez uma linda homenagem, Lena. E evidenciou, com as palavras de Rosana Braga, a importância da dignidade feminina.

Bjs.

Célia disse...

Existir é o grande desafio! Existir em um mundo onde as prioridades masculinas sobrepõem-se pelo "machismo de alguns" que acham ser assim o máximo... é mais difícil ainda! Mas, felizmente a Mulher descobriu suas potencialidades e investe nas mesmas. As que não, ficam à margem da civilização. E, os homens que são nossos parceiros, admiram-nos encorajando e dividindo tudo sem nenhum medo de impotencializar-se.
Abraço, Célia.

Vera Lúcia disse...

Olá Lena,
Que bom que retornou! Estava esperando calmamente o seu retorno ao meu espaço, pois vi em alguns comentários que você estaria retornando aos poucos e não quis ser abusada (rsrsrs).

Você escolheu um excelente texto para homenagear esta pérola, que é a Meire.
Ela merece esta encantadora homenagem, pois é uma pessoinha linda, de alma encantadora.

Tenha um ótimo final de semana!
Um beijão de boas vindas a você.

Sandra Portugal disse...

Lena que belíssima homenagem!
Vocês duas transbordam afeto uma pela outra! E isso é lindo!
Parabéns Meire por captar tantas amigas queridas e tantas homenagens!
um beijo carinhoso e estalado nas duas!
Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Adriano Silva disse...

ANTES QUE VC MANDE REZAR UMA MISSA EM MINHA MEMORIA..RS RESOLVI APARECER....BOM FIM DE SEMANA, BELO POST GOSTEI MUITO, ABRAÇO. E DESCULPE PELO SUMIÇO

mfc disse...

A singularidade feminina é algo tão encantador e sedutor que deve estar presente em cada uma... sempre!

Ivana disse...

Uma belo texto para nossa querida amiga Meire. Parabéns, Meire, parabéns amiga Lena pela generosidade, pelo belo gesto de amizade.
Um grande abraço!

Ingrid disse...

lindo, lindo!
embora atrasadinha nas minhas viagens, deixo muitos beijosssss...