24 de outubro de 2011

A pessoa definitiva



Apesar do título sugestivo, o assunto não é o cara com quem você ficará para o resto de sua vida e será feliz para sempre. A pessoa definitiva, nesse caso é alguém que chega ao seu coração sabe-se lá como, provoca uma verdadeira revolução e transforma sua maneira de ser, pensar e agir. Em geral, sai da sua vida pela mesma porta que entrou, porém deixa sementes que farão de você um outro ser. Triste? Claro! E dói porque ele leva embora parte de sua zona de conforto e vice-versa – é como se cada um ficasse com uma peça de roupa do outro que já não serve mais. Por isso, às vezes é tão difícil nos desconectarmos – no fundo, a desconexão é conosco mesmos. Por isso, muitas vezes o sentimento é de amor e repulsa. Não está em jogo aqui quem sofreu ou se entregou mais, mas sim o que cada um fará com o que viveu e aprendeu. Ou nos refugiamos em outra zona de conforto ou nos movimentamos. Das escolhas possíveis, apenas uma faz crescer. O lado bonito nisso tudo é que essa pessoa definitiva também ajuda a despertar o que há de melhor em nós. Acorda dons e desejos adormecidos e nos torna mais verdadeiros. Uma espécie de reencontro com a essência, com nossa matéria pura, que nos permite assumir o que queremos e a entender de uma vez por todas o que não queremos seja numa relação, seja na vida profissional. Essa pessoa definitiva só aparece quando estamos preparadas para a mudança, quando nossas crenças perderam o sentido, quando nosso jeito de lidar com o amor já não convence. Então, pode-se dizer que a pessoa definitiva é uma das mais importantes da nossa vida. É verdade que todas as relações nos transformam um pouco, mas apenas uma nos induz ao movimento profundo. E pode ter certeza de que ela chega com uma força incontrolável e nos pega de surpresa. Feliz quem teve a oportunidade de encontrá-la!




Fernanda Santos





 

22 comentários:

Verinha disse...

Perfeito Lena.. com certeza no decorrer de nossa jornada sempre haverá aquela pessoa que fará a grande diferença e deixará uma sementinha boa que irá florar. Embora sua presença possa ser curta em nossa vida, mas, sem sombra de dúvidas terá valido a pena pelo tudo que nos deixou!

Um beijo em seu coração...
Verinha

ArteConsciente.net por Renata Marengo disse...

Oi Lena! Primeiramente gostaria de apresentar as minhas desculpas pela longa ausência aqui do blogue, mas tenho andado com alguns problemas, em breve recompensarei com minhas habituais visitas! Adorei esse texto! Você tem o dom de chegar com o texto perfeito na hora certa! Parabéns e obrigada por compartilhar este dom conosco! Beijo grande e uma excelente semana!

Sandra Botelho disse...

Feliz quem conseguir mante-la em sua vida não é amiga.
Bjos achocolatados

Ivana disse...

Nossa, que texto bonito! Quantos de nós encontramos essa pessoa que para nós era definitiva pelo bem que ela nos deixou, pelo imenso amor que ela nos cuidou, por tudo que ela nos ensinou.Existem muitas pessoas que por um determinado período(dias, meses, anos) foram definitivas em nossas vidas.
hei, Lena, esse da foto acho que foi definitivo, rsss
Uma semana linda pra você, bjs

mfc disse...

Hummm... eu acho que já me aconteceu e deixou um enorme vazio na partida!

manuel marques disse...

"O divórcio é tão natural que, em muitas casas, dorme todas as noites entre os dois cônjuges."

Beijo meu.

Bento Sales disse...

Oi, Lena!
Muitas vezes, a pessoa pode não ser a definitiva, mas o que aprendemos com ela é definitivo.
A ruptura brusca de um laço construído paulatinamente é um grande impacto na vida de qualquer pessoa que ama, por isso, temos receio da entrega total.

Parabéns pela escolha do texto!

Abraços do amigo de sempre!

Calu disse...

Que seja uma consciente busca essa, a da pessoa definitiva, que se reinventa, descama as impurezas, alva as mágoas, renova a roupagem, limpa a pele e resiliente, abra a porta do coração e permite-se Amar de novo, mas com a confiança em suas premissas.
Grande exemplo, linda Lena.Belo texto.
Bjos,
Calu

Mariazita disse...

Muito verdadeiro este texto.
Há pessoas que passam pela nossa vida como um verdadeiro vendaval, arrastando-nos para semntimentos impensáveis.
Quando se vão levam consigo, mais do que uma peça de roupa, um pedacinho de nós mesmas, deixando em nossa boca um sabor inesquecível.
E a vida nunca mais volta a ser a mesma...

Uma boa semana. Beijinhos

Célia disse...

Sabe, Lena... nas etapas da minha vida, muitas foram essas pessoas definitivas - essas almas gêmeas - que com o olhar nos mostra a direção de novas possibilidades. Para mim, esse é o amor verdadeiro de doação sem cobrança... Depende de nós sabermos acolher. Beijo da Célia.

Imac by Artes disse...

Lena querida!
Feliz que tem a oportunidade de encontrar a pessoa definitiva que a induz a esse movimento profundo.
Abraços! Uma semana abençoada.

Verinha disse...

Lena querida..
muitíssimo obrigada pelo carinho de suas palavras.. como é bom voltar e ser recebida de forma tão carinhosa.. e somente você com esse seu jeitinho especial poderia me receber assim.. obrigada de coração por sua amizade!

Um beijo imenso em seu coração..
Verinha

QUIM disse...

hum..hum..sei .passei isso ..doi muito .fiqueicompletamente arrasado sem rumo...me lembro sempre aquel;a historia de que quem morre uma morte inesperada (por exemplo num acidente) que alama fica confusa e pensa que esta no corpo mas naoe sta!
me senti assim muito tempo.me sentindo perdido de mim proprio.De vez enquando ainda bate um vazio uma saudade mentirosa pois agente ja sabe que nao volta atras.insiste num amor que ja passou!Mas as semenetes quando lancadas na terra elas obrigatoriamente germinam..bj querida que adoro tanto..boa noite.

Ma Ferreira disse...

Oi Leninha..

Que seja definitiva enquanto dure!!!

Sempre que aparece uma paixao dessas
vem junto um turbilhão de sentimentos.
Sentimentos muitas vezes adormecidos.
Dure o tempo que durar.. o importante é ser feliz... o tempo que tiver que ser..

sepois certamente ficara a saudade..

um beijinho..te amo..

Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Oi, Lena!
Nunca fui de ficar sofrendo por amor. A minha frase é: A fila anda. E de cada amor que passou, ficou a experiência para errar menos da próxima ou mesmo aprender reciprocamente com o parceiro, pois em todas as nossas relações estamos sempre trocando e aprendendo, não é mesmo?
E se voce quiser mesmo encontrar o "definitivo" tem que acreditar que "eu mereço!".

Beijos
ps.: vou visitar o blog do seu filho, com certeza.

Palavras disse...

Oi Lena,

Sim, feliz quem a encontra! E triste quem passa a vida procurando ao longe por ela, sem perceber que ela esteve tão perto...

Bjs e bos semana pra vc!

Toninhobira disse...

Um bom tema com todas suas reflexões Lena.Creio ser possivel e que esta calmaria da alma vem com esta pessoa,que reinventa toda arte de ser feliz.Mas a tal da saída,deixa uma cicatriz terrivel.
Bela seleção amiga que nos faz repensar.
Meu carinhoso abraço de paz e luz nos seus dias.
Bju.

Rô... disse...

oi minha querida,

definitivo devem ser os sentimentos,
o aprendizado,
e possivelmente com essa base as pessoas vão se tornando definitivas...
ou não...
mas algo fica em nós para sempre...

beijinhos

ॐ Shirley ॐ disse...

Será que alguém já encontrou a pessoa e o amor definitivos, isto é, ao mesmo tempo, juntos, para sempre? Tenho minhas dúvidas. Seja como for, a separação machuca muito. Um dia pleno de paz para você, querida Lena!

Vinicius. C disse...

Nossa Lena muito bom- perfeito!

Desejo a você um ótimo dia!

Estou esperando por você- beijo!

A.S. disse...

Lena,

Mais um belissimo texto!... É sempre com emoção que te leio!

Beijos,
AL

Ingrid disse...

sempre ler e reler...
beijinhos de carinho..