18 de novembro de 2011

As nossas escolhas diante de uma encruzilhada




Nós sempre pensamos se tomamos a decisão certa. A resposta a esta questão é: sem dúvida alguma! Por que voltamos ao passado então? Deveríamos ter pensado, ter sonhado, ter feito... Nós nos esquecemos que somente podemos fazer aquilo para o qual já estamos preparados! Não podemos mudar a reação dos outros, somente a nossa!

Eu acredito que deve haver uma razão pela qual nós dizemos que deveríamos aceitar as situações na vida como elas simplesmente são. A realidade que vivenciamos todos os dias não contém somente o que é concreto e visível, aquilo que conseguimos ver, mas também o que está oculto de nossa visão. E os resultados, aquilo que colhemos, nos garantem exatamente isso.

Nós sempre estamos diante de uma escolha que deve ser feita apenas por nós mesmos. Esta constatação facilita a caminhada que devemos percorrer, não é mesmo? Não é maravilhoso saber que somos capazes de controlar nossos pensamentos, sentimentos e ações? Ninguém consegue este feito a não ser nós mesmos! As reações que apresentamos aos outros, sejam elas positivas ou negativas, dependem única e exclusivamente de nós. Ninguém é responsável por elas, a não ser nós mesmos!

Vivemos de ilusões que podemos criar uma outra realidade. Ah! Se tivéssemos uma outra profissão, se nossos relacionamentos fossem mais harmoniosos, se fôssemos mais jovens, tantos "se e mas"... Tudo é o que deve ser! Claro que nem sempre somos impotentes, contudo nem tudo pode ser mudado por nós...

Existe algo por trás de nossas ações, algo que nos conduz, que nos mostra a luz e o caminho certo a seguir. Se tentássemos, todos os dias, entrar e contato com esta realidade invisível, teríamos uma grande surpresa. E que surpresa!

Como podemos alcançar a harmonia que há tanto tempo procuramos e pela qual ansiamos? Confiança é a solução. Precisamos aprender a confiar na vida e reconhecer que não podemos nos envolver tão livremente em toda e qualquer situação. Por que pensamos ser onipotentes?

Uma vez que tenhamos tentado de tudo para mudar algo e apesar de nossos esforços ainda não termos alcançamos sucesso, não será melhor ficarmos tranquilos e aceitarmos o presente que o cosmo tem a nos oferecer? Talvez precisemos somente de paciência, certo?

Nós dizemos que toda escolha acarreta alguma dúvida, mas a nossa escolha-consciente ou não- já fizemos há muito tempo. Nós podemos expressá-la de outra maneira ou mesmo mudá-la completamente, pois tudo que escolhemos é um reflexo do que está em nosso interior. Por isso é necessário o autoconhecimento!

A única escolha que depende apenas de nós é a escolha de ser quem realmente somos. E para que esta afirmação se torne verdadeira, vivamos o momento presente e aproveitemos o que ele nos oferece. E sejamos gratos por isso!



Joseila Gerotto



 

24 comentários:

Vantuilo disse...

Uma perfeita crônica, parabéns por sabias entrelinhas.. que saibamos viver um dia de cada vez. Estamos lá veja se gosta.

An@ disse...

Lindo post Lena!!!

Amei-o.
Obrigada

Bom fim de semana

Bixudipé disse...

Lena, querida, bom voltar à Amadeirado!

Ah! A crônica? Excelente. Adorei!

Abração,

Rodrigo Davel

AC disse...

Lena,
Já não passava por aqui há algum tempo, e é com satisfação que constato que continua numa onda bem positiva, em prol da harmonia de vida.
Parabéns!

Beijo :)

Michele Santti disse...

Sempre bom aqui Lena.

Bjs

Toninhobira disse...

Taxativamente devemos viver o momento que se apresenta.Viver de se, é padecer em vida.Decidir ser feliz e pronto.Bela escolha Lena.É preciso a todo instante é acordar para o agora e aqui.Um abraço carinhoso amiga com um belo fim de semana com alegria na familia.Bju.

Ingrid disse...

a vida nos mostra tanto querida..
lindo post..
beijos de sempre...

Imac by Artes disse...

Amiga querida!
Esse texto foi uma boa escolha!
Não preocupa com o (se nem o mas)
Toma as decisões,deixo acontecer e
vivo cada momento, cada dia com intensidade.
Abraços! Um sábado repleto do amor de Deus pra ti.

mfc disse...

Talvez não querendo demasiadas coisas se consiga ser quem podemos ser...!

Maria José Rezende disse...

Lena, as coisas mais certas são essas, abordadas no texto. 1) Nós podemos fazer somente aquilo para o qual já estamos preparados. 2) Não podemos mudar a reação dos outros, somente a nossa. E por isso, é muito mais importante a nossa reação diante das situações, do que propriamente a situação em si. Beijos, muitas saudades.

manuel marques disse...

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor, lembre-se: Se escolher o mundo, ficará sem o amor; mas se escolher o amor, com ele você conquistará o mundo."

Beijo meu.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Em nenhuma situação, alguém pode tomar uma decisão pelo outro. Cabe a cada individuo, tomar a decisão por si. Texto perfeito, Lena.

Bom domingo.
Beijinhos,
da Lúcia

Meire Oliveira disse...

Minha doce Madeirinha, que saudades desse cantinho aconchegante.

Esse lance de "e se" é perder tempo na minha opinião, pois todas as escolhas que fizemos até hoje, sendo elas boas ou ruins nos transformaram em quem somos e nos trouxeram exatamente onde estamos. E quanto as que não dependem de nós, nos cabe tentar entender o porquê e tirar lições delas, pois tudo tem seus prós e contras.

Meu amor, espero que vc esteja se divertindo muiiiiiiiiiiiiiiiiiiito, dando pulinhos de alegria, viu?!! :) Vc faz uma falta imensurável, mas saber que vc está fazendo uma das coisas que mais ama me alegra o core!!!

Estrelinda mais linda desse mundo, pra vc miiiiiiil beijokitas e um abraço carinhoso, te amo de montão.

ॐ Shirley ॐ disse...

A confiança vem do conhecimento que temos das coisas. Precisamos estar conscientes das leis que regem nossa vida para que possamos fazer as escolhas certas. Um domingo pleno de paz pra você, querida Lena!

Nel disse...

Beleza de texto!
Há um ditado que diz: "faça as tuas escolhas e pague por elas".

Beijos, Lena!!!

Nel

Lúcia Artesã disse...

Olá, estou começando agora, achei o seu blog, e adorei!
Estou seguindo!!
Beijoos

Zilani Célia disse...

OI JOSEILA!
GOSTEI DE TEU TEXTO, MAS ACHO QUE SOMOS REALMENTE RESPONSÁVEIS POR TODAS NOSSAS ESCOLHAS E ATITUDES.
DEVEMOS,COMO DIZES, SER GRATOS A DEUS, PRINCIPALMENTE PELA DÁDIVA DA VIDA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com/

Cidinha disse...

Olá Lena. Estou aqui pra desejar uma ótima semana com paz e luz pra vc. As reflexções são sempre oportunas e nos ensina sempre a seguir. O que escolhemos é um reflexo do nosso interior e é ai que entra o auto conhecimento e aprendemos a ter sabedoria. Lindo! Bjos.

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

A plantação realmente é livre. Podemos plantar o que quisermos. E se prestarmos muita atenção às inspirações e intuições que vem da alma, sempre escolheremos o melhor caminho...
Beijos, Lena

Lilá(s) disse...

A escolha perante essa ambiência liás só pode ser acertada né?! que linda imagem! bem enquadrada do texto...escolhas.sempre escolhas, a vida é feita delas...
Linda postagem
Beijinhos

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Pois, Lena...demora a termos consciência de que somos nós e só nós que temos o poder de escolha. Ninguém pode fazer seja o que for por nós. Isto acaba entrando na nossa cabeça, mas há certos acontecimentos que nos levam a ter dúvidas disso e a culpar este ou aquele, isto ou aquilo. É certo, nem sempre as coisas correm como desejaríamos, mas a paciência e a confiança em nós mesmos levar-nos-á a seguir em frente com otimismo. Mas...onde está a paciência??? Não a temos...queremos tudo para já. Costumo dizer que a vida retribui aquilo que lhe damos; ora, se estamos com a consciência tranquila de que nunca fomos desleais para com a vida, com certeza que ela também não o vai ser connosco. Este pensamento tem-me ajudado muito a ser paciente e a ter esperança em obter aquilo que neste momento mais peço à vida. Um beijinho, amiga e parabéns pela reflexão...muito interessante
Emília

Palavras disse...

Oi Lena,

Belo texto! Vivamos o momento presente porque ele é a única coisa que realmente temos!

Beijos e uma ótima semana para você!

Van disse...

Acabei de ter um ataque de amor por você lá no tt, vão pensar mal de mim. Né nada não, é saudade. E sou assim me dou aos meus ímpetos.

Beijos Lena linda!

LUCONI disse...

Amiga que saudades deste teu espaço, de tuas sábias postagens, o turbilhão chegou em minha vida e me afastou de amigos queridos como você, ele ainda não passou,mas já estou me adaptando a viver com ele, um grande abraço saudoso e beijos Luconi