18 de dezembro de 2011

Excesso de ansiedade pode estragar o que mal começou...



Quando um relacionamento está começando ou para começar, a maioria das pessoas costuma se encher de ansiedade, expectativas e até ilusões sobre o que pode acontecer. Sim, eu disse pode. Assim como também pode ser que não aconteça. Ou seja, enquanto não tivermos bola de cristal, não temos como prever o futuro. Não temos certezas nem garantias.

Sendo assim, relacionar-se é um exercício, uma possibilidade, um risco, uma tentativa. E é justamente por saber disso que muitas pessoas se deixam afogar pelo medo de que as coisas não aconteçam como elas gostariam.

Inconscientemente, para aplacar esses sentimentos tão incômodos, tentam driblá-los criando expectativas e ilusões. Mas nem se dão conta de que o excesso de pensamentos e a tentativa de controlar seus desejos só servem para gerar mais e mais ansiedade.

Daí, resta aquela sensação de urgência, aquele buraco no estômago. O coração acelera, o humor fica instável e todo o corpo parece se mobilizar na tentativa de acelerar o mundo, as pessoas, a relação, os resultados desejados!

Cuidado! É exatamente por causa desta mania de idealizar o outro e o amor, de querer garantir que tudo se desenrole com perfeição, que a maioria das pessoas termina estragando o que mal começou.

Claro! Esta urgência que é alimentada internamente e, na maioria das vezes, inconscientemente, transforma-se em insegurança e, por conseguinte, em cobrança, em pressão, em necessidades exageradas. Enfim, transforma-se em tensão, peso, chatice...

O que deveria ser um tempo de prazer, leveza, diversão, muita conversa... tempo de se conhecerem melhor e rirem juntos de si mesmos e da vida, passa a provocar em ambos a impressão de que estão vivendo numa contagem regressiva para a explosão de uma bomba-relógio.

Assim não dá! Não há quem agüente por muito tempo... E o final dessa história é aquela triste sensação de que tinham tudo para dar certo, mas... não se sabe por que, deu errado!. Será que não é hora de parar e refletir sobre o quanto você está confiando em si mesmo, na vida e no fluxo do universo?

Será que você não está criando qualidades e vendo coisas que nem existem? Será que o outro é real ou é invenção da sua cabeça? Sim, porque tem gente que, de tão ansiosa, termina enxergando príncipes e princesas onde só existem pessoas. Pessoas normais, imperfeitas, com seus medos e desejos... e que têm limites e que se assustam com tantas idealizações e expectativas, e que só querem, no final das contas, uma chance para ser feliz...

Sim, eu sei. Na teoria, é exatamente isso que você quer também! Mas é preciso agir, na prática, com essa mesma lógica. Se você quer uma chance, se dê uma chance! Se você quer ser feliz, aja como quem é feliz. Se você quer que essa relação dê certo, pare de tentar acelerar os acontecimentos e deixe rolar!

Isso! Deixe rolar... deixe acontecer... vá se colocando aos poucos, falando sobre você, o que sente e quer... Mas pare de transformar essa possibilidade numa espécie de ameaça. Senão, em vez de ser feliz, você e a pessoa amada conseguirão apenas viver à beira de um ataque de nervos! E amor não tem nada a ver com isso...



Rosana Braga 

5 comentários:

Leninha disse...

Lena querida,

BOA NOITE!!!

E muito BOM NATAL com muitas alegrias,muita paz e muito amor no coração...e um ANO NOVO repleto de sonhos realizados e encantos desvendados.
Bjsssss,
Leninha

Aleatoriamente disse...

Sempre que venho te abraçar, me surpreendo. Encontro textos mais lindos que outros.
Lena querida, obrigada por partilhar esse carinho imenso.
Obrigada por mais um natal compartilhado.
Obrigada por sua amizade.

Feliz Natal amada!

Rô... disse...

oi Lena querida,

o amor e o relacionamento,
tem que ser levado com muito diálogo,
muita compreensão e muito companheirismo,
se não for assim,
não tem jeito que de jeito...

beijinhos
e saudades

Imac by Artes disse...

Lena querida!
Esse texto é otimo! Como todos que postas, porque os escolhe com sabedoria e carinho. Amo visitá-la
e lê-los. Obrigada pela partilha.
Abraços! Uma semana abençoada, repleta do amor de Deus e de preparativos pra o natal.

JouElam disse...

Olá, amiga poeta! Tem um presente de Natal para você no Távola de Estrelas!Desejamos a você votos dum Natal muito Feliz e de um Ano Novo Maravilhoso!

beijos,

JouElam & Dani

Távola de Estrelas: http://jorgemanueledanieledallavecchia.blogspot.com/2011/12/um-selinho-pra-voce.html