6 de julho de 2010

Afinal, o que é um hotel butique?



O hotel boutique é um conceito ainda pouco difundido no Brasil, mas que é uma tendência na hotelaria mundial. Menores que os estabelecimentos das grandes redes e resorts, os hotéis boutique têm como principal diferencial um projeto exclusivo, o ambiente acolhedor, com muito requinte e serviços personalizados. O conceito surgiu nos anos 80 nos Estados Unidos e Inglaterra, para hotéis que apostavam em tecnologia hi-tech e design sofisticado, não necessariamente contemporâneo.

O segmento visa atender aos chamados 4Ms - movies, music, models and money (cinema, música, modelos e dinheiro), ou seja, seu hóspede está cada vez mais disposto a experimentar e a frequentar estabelecimentos que combinem a experiência almejada com suas preferências pessoais e ávido de vivenciar novas experiências de conforto e exclusividade.

Originalmente concebida para ter as características de um produto urbano, sofisticado e caro, essa linha da hotelaria com o passar dos anos foi eliminando as barreiras existentes. Clientes que começaram a rejeitar os produtos e as instalações tradicionais com suas fórmulas rígidas, hierarquia e comportamento inflexíveis passaram a desejar ambientes mais complacentes, descontraídos e sintonizados com suas próprias personalidades e estilos de vida.

Um dos pressupostos de um hotel butique é ter uma escala pequena, em geral de cinco a 100 quartos, para que os serviços sejam bem personalizados, como numa butique. Deve ter uma completa infraestrutura de lazer e serviços que só um hotel maior de luxo poderia oferecer, e ter grande individualidade. Também é imprescindível que tenha instalações consideradas charmosas, com um projeto arquitetônico diferenciado. Deve haver um elemento criativo e individual a respeito da propriedade e dos serviços oferecidos. Padrões não são aceitos - eles tem que oferecer o diferente, o individual e, em alguns casos, o temático.

O objetivo é aliar à personalização de um espaço, com um design de interiores assinado e pensado até ao último pormenor. Daí o interesse dos empresários que administram estes espaços em diversificar a oferta com novos serviços de gastronomia, lazer, espaço lounge, internet gratuita e wireless no próprio quarto, bar, academia, sauna, SPA, entre outros.

O termo hotel butique se confunde muitas vezes com o de hotel design. Este último tem uma preocupação extrema com detalhes e formas, um investimento maciço em alta tecnologia e o diálogo com o design contemporâneo resultando na formação do conceito mais específico que é o de hotel design. Nessa linha, a oferta está mais centrada na atenção dada à arquitetura de interiores, e menos à personalização e exclusividade do atendimento.

Os hotéis butique estão claramente ligados à ideia de deixar o hóspede se sentir em casa, mas com muita sofisticação, o oposto da imagem de frieza e impessoalidade que em geral se tem dos hotéis convencionais...


Fonte
Edição: Lena

4 comentários:

Sônia Silvino disse...

Que delícia! Deu até vontade de viajar! rs
Bjkas, Lena queriiiida!

Elayne disse...

Amiga,

Embora não pertença ao segmento 4Ms... Eu quero!!!

Beijos

T. Zero disse...

Será que o O&B Athens seria considerado um hotel boutique ou apenas mais uma fraude??? rsrsrsrs

Lena disse...

T. Zero,
No caso do O & B Athens, para mim, é um caso típico de Hotel Butique. Um abraço.