15 de fevereiro de 2011

Quem é você?




A sua personalidade e o modo como encara a vida podem determinar quantos anos você viverá. A conclusão é de um estudo americano que preconiza que pessoas menos ansiosas e tensas, quando comparadas a outras gerações mais temperamentais, podem chegar ao centenário. O conselho dos especialistas é simples: leve a vida com mais alegria e menos preocupação.

O estudo analisou as características de 246 pessoas, todas descendentes de pessoas centenárias e com idade de até 75 anos. A partir de um teste de personalidade, os pesquisadores concluíram que, além da herança genética que propicia uma vida mais longa, todos os participantes tinham traços de personalidade em comum: eram menos ansiosos e preocupados. Além disso, ficou comprovado que a taxa de mortalidade entre os descendentes é 120% menor do que a média da população.

Algumas características melhoram a interação com outros, proporcionado uma vida mais longa. Podemos destacar a assertividade e a empatia, como componentes centrais das habilidades sociais, pelos ganhos que se pode obter através dessas duas características. E para quem julga ter pouco de alguma das duas, não há crise ou problema, pode-se treinar a qualquer momento e tentar ser mais feliz.

Quem vive mal-humorado, se estressa com facilidade e, principalmente, fica preso a acontecimentos do passado pode perder alguns anos. Para essas pessoas, a vida se torna um fardo duro de suportar e, consequentemente, o tempo de duração fica reduzido, proporcional as suas preocupações. Tais pessoas não vivem o presente, mas o passado que não foi bem resolvido ou o futuro que causa apreensão. A melhor forma de viver é no aqui e agora.

O estudo destaca também a facilidade com que as mulheres se sociabilizam, sendo mais agradáveis que os homens. As relações sociais são muito importantes para podermos aprender mais sobre nós mesmos e sobre os demais. A partir da interação com pessoas, formamos conceitos, criamos valores, descobrimos as diferenças e semelhanças.

Aceitação é a palavra chave e isso é viver mais e melhor. Chegar aos 100 está cada vez mais fácil, e a Medicina está aí para ajudar quem deseja chegar ao centenário com saúde e qualidade de vida. Entretanto, não é só a sua personalidade que vai determinar quantos anos você viverá. O processo de envelhecimento é majoritariamente heterogêneo, no qual a genética, os hábitos de vida e outros fatores influenciam muito, mas que por hora, parece que existe mais "aleatoriedade" do que qualquer outro fator recém descoberto. 


Maria Fernanda Schardong 

2 comentários:

soniaconsult disse...

Quem sou eu?
Uma amiga que começou um blog tímido e sem muita noção de como postar e como fazer para ter seguidores...Em outubro de 2010, nascia o blog contos ou fatos surreais.
E hoje comemoro contigo a marca de 50 seguidores.
Obrigado de coração!

Lena disse...

Parabéns, Soninha. Já deixei meu beijo especial no seu blog pelos 50 seguidores. Vamos juntas, persistindo sempre, levar nossas mensagens de amor aos amigos que nos seguem. Um beijo na sua alma!