14 de julho de 2011

Autoconfiança



O quanto você confia em si mesmo? Autoconfiança é importante para todas as pessoas, é uma questão de sobrevivência. A premissa básica é que ninguém consegue transmitir confiança se não confia em si mesmo, seja na relação pessoal ou profissional.

A insegurança, ou falta de confiança em si mesmo, pode trazer algumas características como medo de amar, da mudança, de cometer erros, da solidão, de assumir responsabilidades. O inseguro não confia em seu valor pessoal, não acredita em sua capacidade. Em vez de se unir pelo amor, se une pela insegurança, o que o faz controlar as atitudes, quando não os sentimentos do outro. Controla e vigia em razão das dúvidas que tem sobre si mesmo, criando cobranças, conflitos e muitas dificuldades em seu relacionamento. É como se quisesse uma certeza daquilo que não encontra dentro de si.

A falta de autoconfiança pode se manifestar em sentimentos de incapacidade, impotência, e dúvidas paralisantes sobre si mesmo. Nunca possui certeza suficiente e quer sempre se certificar das coisas e controlar as pessoas. É excessivamente cauteloso e vigilante, desconfia de tudo e de todos, como reflexo de falta de confiança em si mesmo. Quem não confia em si, sente dificuldade para enfrentar desafios e, cada fracasso, confirma uma sensação de incompetência, trazendo muito sofrimento.

A insegurança pode chegar a tal ponto de fazer com que a pessoa, na ânsia de ser amada, transforme a necessidade natural de amar em uma necessidade doente, alcançada pela possessividade. Mas quando começa a se formar a autoconfiança? Na infância. Pessoas inseguras podem ter tido uma educação autoritária dada pelos pais. Educar, ensinar, colocar limites, todos sabemos que são fatores importantes na educação, mas limitar o desenvolvimento natural do outro, é torná-lo tão inseguro quanto uma educação super protetora.

As pessoas que confiam em si mesmas são decididas, sem serem arrogantes ou defensivas, e se mantêm firmes em suas decisões; apresentam-se de maneira segura, têm presença; são capazes de se expor; são eficientes, capazes de enfrentar desafios e tomar decisões sensatas mesmo sob pressão. Pessoas autoconfiantes inspiram confiança nos que as rodeiam. Mas é preciso ficar atento entre demonstrar que confia em si e realmente confiar. Como também a confiança em excesso pode ser um problema, pois o excesso de autoconfiança pode gerar imprudência e parecer arrogância, que é fruto da ignorância, muitas vezes de si mesmo.

A autoconfiança é resultado da auto-estima e nunca é herdada, é aprendida. A auto-estima inclui a avaliação subjetiva que uma pessoa faz de si mesma. É ter consciência de seus valores e só quando temos essa consciência é que podemos confiar naquilo que somos capazes.

Os maiores inimigos da autoconfiança são: a cobrança interna e externa exagerada, o perfeccionismo, o medo, a crítica, rigidez, comparação, inveja, dúvida e também a necessidade de aprovação e reconhecimento, pois tudo isso dificulta a mudança e o desenvolvimento. A autoconfiança é um atributo importante porque a falta da opinião nas consequências de uma ação cria tensão, que aumenta a probabilidade de fracasso, causando assim uma pessoa depressiva.


Por que a autoconfiança está diretamente relacionada com o autoconhecimento? Não podemos confiar em nós mesmos sem nos conhecermos. O autoconhecimento é importante para tudo na vida e requer um constante exercício diário de reflexão. Quem não se conhece não se ama, não muda, não cresce. O caminho mais indicado para elevar o autoconhecimento é o diálogo interno. É isso mesmo, conversar consigo mesmo. As pessoas querem falar, serem ouvidas, mas não se ouvem. É preciso aprender a ouvir a própria voz, que ora vem do coração, da alma, ou seja, suas emoções; ora de sua mente, sua razão. Só quando ouvimos razão e emoção conseguimos atingir o equilíbrio.
E que diferença isso faz!



Rosemeire Zago 
 
 
SPANDAU BALLET - True



32 comentários:

shan-Tinha disse...

ótimo texto, na yoga aprendemos muito sobre o autoconhecimento e os caminhos que levam a isso!
bj!

Maria Célia disse...

Oi Lena
A autoconfiança sempre foi um problema pra mim, desde a adolescência, me atrapalhou muito na minha vida estudantil, depois na hora de determinar um rumo profissional pra minha vida.
Atualmente, já melhorei bastante, e me dá uma vontade de poder voltar no tempo e fazer tudo diferente do que fiz, minhas escolhas, meus medos,inseguranças.
Mais enfim... agora já não dá mais.
Estou sempre tentando melhorar daqui pra frente.
Belíssimo texto.
Bjos

O Universo dos Pensamentos disse...

Olá, bom dia Lena,

Seus artigos estão excelentes, muito bons mesmo.

Bjos

AquilesMarchel disse...

ja copiei e estou meditando niosso
acho que meu problema é esse
disfraçado de amar demais alguem

ArcadoAutoConhecimento disse...

Lena querida. É através do autoconhecimento, que crescemos e evoluimos, a partir de uma proposta séria de reforma íntima. Obrigada pelo selinho, adorei. Estará postado no Arca em Mimos 2011. Beijos.

Van disse...

A auto confiança é a mola mestra de todas as conquistas.

Lena

sempre que você me visita, o carinho e a generosidade se derramam em seus comentários e eu fico toda feliz. Você é uma doçura de pessoa, com uma humildade e generosidade encantadoras.

Obrigada! Mil beijos!

Aclim disse...

Sou uma mulher de fases.

Belo texto, abraço

mfc disse...

Só o conhecimento interior conduz à auto confiança!
E ela é tão precisa!

Đeh Olliveira ♪ disse...

Adorei!!!
Saudades do seu cantinho ...

Doce Beijo.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Uma análise que todos deviam fazer, mas nem sempre têm coragem! Bjs e obrigada pelo selo!

Thay Negrão disse...

Talvez a autoconfiança seja resultado da ausência de amor-próprio!! Tudo isso só depende de cada um...basta querer!!
Beijinhos, tenha um ótimo dia!!!

manuel marques disse...

Sem crescimento interno, é difícil conquistar a autoconfiança...

Beijo meu.

Su disse...

oie moça querida...

ainda em férias por aqui, mas passando pra deixar uma beijoca!!!

excelente texto, autoconfiança é tudo, ou quase tudo... é muito, enfim!!!

Beijos e um lindo dia!!! Vai ver meu filhote lá no meu cantinho.

Su.

A.S. disse...

Lena,

Quem não acredita em si próprio, jamais conseguirá realizar um sonho!

Beijos,
AL

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Lena,
Texto que li, assimilando cada palavra. Muito bom. E uma frase dele acho que resume tudo:"A autoconfiança é resultado da auto-estima e nunca é herdada, é aprendida." Se aprendermos a filtrar nossos sentimentos chegaremos na autoconfiança.
Beijokas doces, minha querida amiga. Muita paz na sua vida.

Rô... disse...

oi Lena,

adorei cada palavrinha desse texto,
temos que gostar de nós,
confiar em nós,
para amar e confiar no outro,
aprendemos com a gente e praticamos com os outros...

perfeito,
obrigada pelos ensinamentos!

beijinhos

Jesus te ama! disse...

INTERESSANTE!!!

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Olá, Lena! vim retribuir a sua visita
e quando chego aqui, encontro este blog maravilhoso!

Sou nova na blogosfera e tenho navegado por aí, procurando lugares que se pareçam comigo...e te encontrei...aliás, voce me encontrou...ah, que bom...

Tenho certeza que poderemos compartilhar muito...
Seu blog é lindo, suave, calmo...

Vou voltar...da próxima...com bastante calma...

Que bom te encontrar!
Beijos
LIz

QUIM disse...

Verdade por vezes perdemos a confiança em nós..bjs querida boa noite

Alê disse...

Lena,

Mais uma vez fazendo pensar, e preciso reconhecer, que vez em quando, me boicoto, aff.

Preciso me olhar com mais carinho nessas horas,


Bjkasssssssssssss

Toninhobira disse...

Auto estima é a chave de todos os processos de nosso desenvolvimento em todos os estagios.
Perfeito e profundo texto para a reflexão sobre o conhecer-se.
Muito bom Lena, uma jóia de texto.
Meu abraço terno.
Bju de luz nos seus dias.

soniaconsult disse...

Conhecer e amar a si próprio é a chave para a auto-confiança.
bjos minha linda

Vera Lúcia disse...

Excelente texto, Lena.
Acredito também que a auto-estima é fator preponderante à autoconfiança.
Beijos (Tô resumida, pois tô com dor-de-cabeça. Só não queria deixar de prestigiá-la).

ArcadoAutoConhecimento disse...

Lena. Amiga, tem um selinho para você no Arca. Está em Mimos 2011 e é só rolar a tela até o final. Espero que goste. Beijos.

Aclim disse...

Na infância. Pessoas inseguras podem ter tido uma educação autoritária dada pelos pais.


Voltei...rssrs...vim buscar outro post reli.

Minha mãe era a alemã mais brava que já vi na minha vida...rsrsr

É...tenho trauma.

Adoro ler seus textos

Jorge Luiz disse...

Excelente texto!! Tento passar exatamente isso para a minha equipe de venda e usar no meu dia a dia. Auto-confiança é tudo!
jorge-menteaberta.blogspot.com

Cissa Romeu disse...

Oi Lena, tudo bem?
Pois é, até a confiança em excesso é ruim!
Mas acho que a autoconfiança, não significa que a pessoa não possa mudar de opinião, atéacho bom rever conceitos!
Beijos, e ótima sexta-feira.

Humoremconto
http://anaceciliaromeu.blogspot.com

Meire disse...

Minha anjinha preciosa, insegurança acaba por agregar um monte de sentimentos ruim ao redor dela. Quando não se tem autoestima qualquer tipo de relação será destruídora para todas as partes envolvidas.
O autoconhecimento é chave para se ter mais segurança nessa vida! Por isso além da importância que tem o ato de se doar é preciso doar-se a si mesmo, ter um tempo consigo para meditar sobre suas atitudes para com o mundo ao seu redor.

Linda essa música sweet mom, num páro mais de ouvir agora! rsrs
Ai amiga, o desafio amanhã pede uma música que eu menos gosto, to confusa, acho que vou por um sertanojo rsrs

Anjinha cintilante, tem uma frase assim "Em todo tempo ama o amigo e na angústia se faz o irmão."
Obrigada pelo bem que vc me faz, pelo colo mais aconchegante, por ter essa alma dourada e brilhante! sempre!!!!!!!!Te amo de paixão and "Across the Universe" ;)

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha amada linda!
Vc gosta de mexer comigo,com as minhas entranhas e nem sabe do tamanho da minha sensibilidade.Vc fica me fazendo elógios e eu fico com vontade de te por no colo.
A autoconfiança nos dá razão para uma amizade firme ,sincera,e não há quem a suplante.
Bjs minha querida para aquecer tua noite de inverno!

cidinha disse...

Olá Lena. Belo texto!È uma lição de vida. Altocohecimento. Olha amiga estive ausente por problemas no site. Estarei sempre por aqui!Bjs...

Artes e escritas disse...

A autoconfiança vai até o limite, que é onde o ser humano inteligente reconhece o seu limite e até onde vai a sua capacidade.

Sandra Portugal disse...

Devo confessar que já fui mais auto-confiante! Tenho estudado bem mais por que ultimamente tenho desconfiado de mim, do meu poder de superar, de vencer, de mudar, de transpor barreiras ...
Vc me fez parar para pensar..nessa noite de insônia...
bjs no seu coração querida amiga
Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//