13 de julho de 2011

Gentileza tem a ver com amor





Há poucas situações mais desgastantes e constrangedoras do que viver uma crise de relacionamento. Pode ser com um colega de trabalho, um amigo ou alguém da família. Mas pior ainda é quando a crise cava um abismo entre você e a pessoa que dorme ao seu lado (ou pelo menos deveria dormir).

Quanto mais a sua vida e a sua rotina estiverem envolvidas com a vida e a rotina de outra pessoa, mais desmotivador e estressante se torna qualquer conflito que você tiver com ela. E se esse conflito durar por um tempo razoável, será suficiente para as conseqüências se tornarem físicas.

Cada vez mais, a Organização Mundial da Saúde nos alerta sobre os distúrbios afetivos, tais como ansiedade, depressão, síndrome do pânico, bipolar, TOC, entre outros. Tudo isso, no frigir dos ovos, tem muito a ver com a qualidade das relações que estabelecemos no dia-a-dia, inclusive, no ambiente de trabalho, e com o quanto conseguimos vivenciar de fato sentimentos e emoções como afeto, alegria, perdão e, sobretudo, a troca de gentileza.

Gentileza não é dizer sim a tudo e a todos. Não é se sentir feito de bobo, sobrecarregado ou desrespeitado em suas opiniões e em seus limites. Muito pelo contrário! Gentileza tem a ver, antes de mais nada, com aprender a enxergar o outro e a si mesmo, reconhecendo suas qualidades e suas limitações e encontrando maneiras de dar o melhor de si sem precisar chegar à gota d’água para só então se colocar e reivindicar seu espaço.

Gentileza tem a ver com criatividade e produtividade. Tem a ver com flexibilidade, inteligência, disposição e amor. Sim, amor! Amor fraternal, daqueles que servem como vitamina para nos capacitar a superar desafios da convivência, diferenças na hierarquia, divergências de personalidade e crenças. Enfim, para conseguirmos mediar os conflitos e chegar a um consenso, sempre que for preciso. E sempre é!

Talvez você esteja acostumado a apostar mais no aumento do tom de voz, na agressividade ou na imposição de suas vontades. Talvez você prefira se manter no estado de irritação e impulsividade, porque isso termina lhe dando a sensação de eficiência e produtividade. Talvez você ainda considere a gentileza como fútil e inútil, como o comportamento dos idiotas.

Mas não se iluda! Mais cedo ou mais tarde, seu corpo, sua alma e seu coração vão se ressentir e reagir. Sintomas que vão desde sensação de vazio, solidão, angústia e tristeza, passando por insônia, alergias, gastrite nervosa, enxaqueca, dores inexplicáveis, entre outros, farão você perder o melhor da festa!

Há quem diga que age pela emoção quem é ignorante e age pela razão quem é inteligente. Mas são muitos os que, à beira da morte, adorariam poder voltar atrás para viverem suas vidas como ignorantes, mas plenos de felicidade e paz de espírito.

Por fim, ser tratado com gentileza é o desejo de todo ser humano. E para ser um pouco mais gentil e melhorar tudo a sua volta (tudo mesmo!), basta manter-se um pouco mais atento e determinado e começar a substituir velhos e ineficientes hábitos por novos e surpreendentes comportamentos:

- Olhe nos olhos e realmente ouça o que o outro tem a lhe dizer.

- Quando não conseguir dizer nada de bom a alguém, simplesmente mantenha-se calado.

- Quando se sentir irritado, foque sua atenção em si mesmo e pergunte-se: o que realmente importa? O que eu realmente quero dessa situação?

- Procure agir a partir dos seus sentimentos mais verdadeiros e não de emoções enganosas, do ego, tais como raiva, ciúme, inveja, desejo de que o outro pague pelo erro que cometeu.

- Tenha um pouco mais de fé na vida. Isto é, confie que cada um tem o que merece e no momento que merece.

- Por mais que deseje, você não pode controlar o mundo e as pessoas.

- Dê o seu melhor para conseguir o que quer, mas diante da frustração, aceite o que vier e agradeça. Pode acreditar: tudo é exatamente como tem de ser e se você já fez o seu melhor, fique tranquilo, porque definitivamente, isso é tudo o que pode fazer.


Rosana Braga



Diana Ross - Theme From Mahogany (Do You Know Where You're Going To)


28 comentários:

Meire disse...

Lenoca docinha, boa noite pra ti tbm, tenha lindos sonhos com anjinhos lourinhos feito tu! Beijokitas com muito carinho nessas bochechas mais fofas do mundo!!!Amanhã volto pra ler seu postito :)
Te amo muitaço!

Artes e escritas disse...

Perceber o que o outro quer faz toda a diferença na resolução de todo e qualquer conflito. Um abraço, Yayá.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Adorei o texto! Penso que a gentileza é a base do amor. Quem não é gentil, não sabe amar. E, mesmo noutras situações, com gentileza conseguimos dar "uma chapada de luva branca" sem ficarmos mal! Bjs

Eva disse...

Oi amada, adorei o texto, perfeito para o entendimento de quanto o amor precisa de gentilezas para se manter e expandir, um grande abraço e um bom dia para vc! bjooos!

ValériaC disse...

Lena minha flor de amiga...que escolha de texto perfeita...a mais pura verdade...

Que nos fique a importância de fazermos o melhor de nós, diante de nossas possibilidades, que a gentileza, a doçura, o perdão, o respeito, o amor e a empatia estejam presentes sabiamente em nossas vidas...

Belo dia a ti querida...beijos...
Valéria

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia minha linda do meu coração!
muito gratificante vim aqui...saio mais comprometida com Deu...vc é magnifica nas escolhas de textos,aprendo demais essas aulas,rsrsrsrs...e passo a amar mais e mais...
Bjs para aquecer teu dia!!!!!!

eva mooer disse...

Lena,que sábio esse seu texto,um perfeito mapa da verdadeira felicidade.Aquela que aquece o coração e a alma.Precisamos todos ver melhor as necessidades do outro.Nossa era é formada pelo "eu" o resto nem existe.Obrigada por ajudar a lembrar do verdadeiro objetivo da vida.
Bom dia pra vc

Evanir disse...

Não posso
fazer crescer
um amor,
Como a força dos
ventos que
transmitem músicas
em danças de folhas
soltas,mais de mim,
uma gota que alimenta
esse clamor que ouço em
teu espirito.Sou feliz,
sou mulher que rensce
em cada gesto que
me toca, de um
limite que só existe
na distância
de uma dúvida
inexistente.
(j C Cavalcante)
Receba minha mensagem com muito carinho,
beijos no coração,,Evanir..

AquilesMarchel disse...

Dê o seu melhor para conseguir o que quer, mas diante da frustração, aceite o que vier e agradeça. Pode acreditar: tudo é exatamente como tem de ser e se você já fez o seu melhor, fique tranquilo, porque definitivamente, isso é tudo o que pode fazer.




me ajude a crescer
otimo texto

mfc disse...

A gentileza vale em todos os aspectos do relacionamento humano.
Mas gentileza nunca é subserviência!

Meire disse...

Minha doce capixaba, acho que a gentileza deve ser irmã do respeito porque eles têm que andar de mãos dadas. Eu ajo com o coração sempre, passional total. Sofro muito por causa disso, mas deixo-me ser, deixar de viver é que não vou, muito menos de amar! E acho que quem não aproveita o ensejo deixa páginas que poderiam estar repletas de corações em branco ou cheias de poeira.


"Tudo é exatamente como tem de ser e se você já fez o seu melhor, fique tranquilo, porque definitivamente, isso é tudo o que pode fazer."

Só podemos fazer o que sabemos fazer, o resto vai do outro. E quando num é pra ser num adianta forçar porque só o que é belo irá fluir!!!!!

Amei o texto! Vc e seu dedo delicado para escolher sempre o melhor! Sempre textos que passam um bocado da sua belíssima essência. Gentileza, foi a primeira coisa que me cativou em ti, minha amiga.

Delícia ter vc in my life, presente levinho que Deus me deu! Te amo de montão!

bjokitas achocolatas com todo o carinho do mundo!

Aclim disse...

Todo o ser humano é fruto do meio, não adianta florear um dia uma situação o levará ao extremo.

O grito é um desabafo? Não. Duas pessoas podem estar lado a lado e gritando, porque estão tão distantes que não ouvem o grito um do outro.

É com penso, só quem está no olho do furacão sabe o que está acontecendo e o meio mais fácil de dizer não estou nem aí é este.

Florzinha tenha paciencia,tudo vai se resolver, a vida é bela, não seja agressiva. (Vá se tratar e saia da minha frente)

Egoísmo, o mundo está cheio dele.

Mas, voltando ao post, adoro. Sou a gentileza em pessoa. rssrsr

Abraço

Rô... disse...

oi minha querida,

o amor não sobrevive
sem gentilezas,
aliás,
nada sobrevive...
se não pudermos ser gentis,
melhor vivermos presos em nós mesmos
e sozinhos...

beijinhos,
Lena

Dé Mattos disse...

Que beleza de texto Lena!
Sabe que meu irmão sempre me fala isso, que gentileza gera gentileza. E eu experimento demais essa ideia aqui no trabalho. Não poucas vezes as pessoas chegam com 4 pedras nas mãos, e aí é só dar um sorriso, falar manso e mostrar compreensão que tudo muda consideravelmente.

é por aí que se caminha. Vivemos num mundo cada vez mais individualista, com as pessoas centradas demais em seus umbigos. Suas ideias são as melhores, seu ponto de vista é o correto, e quando encontram quem discorde.. aja briga, stress e disputa de certo e errado. Sem perceber que é a diversidade que dá cor e gosto aos dias da gente.

Muito bom! Adorei refletir sobre isso hoje!
Beijo Lenoca!

ANGELA disse...

Que texto maravilhoso!Amor um mistério para se desvendar, e aprender consertando as arestas!Ótima quarta!

Aclim disse...

Gente que neura. Voltei para mostrar a uma amiga teu blog, li meu comentario e me assustei. Parece que estou cheia da razão...rsrsrsr. Aff..ashauhsuahs

Ui, só queria dizer que, em relação ao post, gostei do seu olhar e existem pessoas que estão juntas mas tão distantes que precisam gritar para que o outro ouça. O que dá é escrever com pressa. Perdoa Lena vc é muito gentil.

Bjs amada

MARILENE disse...

Se a inteligência vai afastar a emoção, que fique em silêncio. A vida não pode ser explicada, analisada, desfragmentada em sua totalidade. Essa é sua essência.
Muitas vezes nos passamos por tolos, mas se é por opção, que importa?

Bjs.

Vera Lúcia disse...

Lena querida,
Creio que gentileza é amor mesmo.
O que nos leva a ser gentis com o nosso semelhante é o desejo de fazê-lo sentir-se bem, respeitado e valorizado.
E depois, temos que dar o que gostaríamos de receber. Gentileza atrai gentileza.
Beijão.

Meire disse...

saudade Estrelita!
*-*

Alê disse...

"Nunca é cedo para uma gentileza,



Porque nunca se sabe quando



Poderá ser tarde demais."


Ralph Waldo Emerson

Calu disse...

Linda Lena,
pautei minha prática em família e em sala de aula pelo fio condutor da gentileza nas relações.Defendo as mesmas questões que a autora e fico feliz quando encontro tais similaridades de conduta.Acredito na expressividade da gentileza como porta aberta a importantes conquistas comportamentais para todos os indivíduos, levando-se em conta que tal atitude não se coaduna com submissão, mas antes com solidariedade, pois prioriza olhar-se para si e para o outro na mesma proporção.
Tenho certeza de que contribui para semear esta conduta em muitos brasileiros e brasileiras.
Grata por mais essa produtiva "conversa".
Bjos mil,
Calu

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Lena,
Nenhuma relação na verdade vive sem gentilezas.Gentilezas para com o cônjuge, os filhos, os pais, os colegas de trabalho, os amigos, os vizinhos, o jornaleiro, os faxineiros do prédio... A arte do bem viver é conseguir enxergar as necessidades e carências dos outros. Nossa vida nessa atualidade está focada no individualismo, no egocentrismo e no capitalismo, por isso os relacionamentos são tão superficiais e frágeis.
Quando realmente amamos somos gentis e queremos o conforto da pessoa.
adorei o post Lena, como sempre bem reflexivo.
Beijokas doces para uma doce pessoa. Que Deus te abençoe em tudo.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Lena

- Olhe nos olhos e realmente ouça o que o outro tem a lhe dizer.

- Quando não conseguir dizer nada de bom a alguém, simplesmente mantenha-se calado.

Essas frases são de uma profundidade incalculável, menina!!!
Bjs de paz

Perfeita Ordem disse...

Qualquer relacionamento deve ser pautado no respeito, que eu considero ter muito a ver com a gentileza.
Beijos e uma linda e abençoada quinta-feira minha amiga!

BRISA disse...

Olá Lena
Concordo com vc gentileza tem que haver com qualquer pessoa. Feliz quinta feira.
Um abraço
Brisa

Paula Moraes disse...

Oi Lena achei o selinho que postou, ficou ótimo,mas a foto num achei não...=(
Obrigada pelo carinho, tem tudo a ver com esse seu post, ser gentil é inerente a pessoas boas. E vc é uma delas...
Bjs

Sônia Silvino disse...

Um texto muito sábio, Leninha querida!
Destaco: "- Quando não conseguir dizer nada de bom a alguém, simplesmente mantenha-se calado." Muitas pessoas não sabem disso, amiga. rs
Beijos, lindona!

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Gostei muito deste texto e parece que combinamos, pois tratei de algo fundamental também lá no Começar de Novo. Infelizmente, hoje pensa-se que só os idiotas e ignorantes são gentis e manifestam afetos. Por isso os relacionamentos não duram e os conflitos entre amigos e colegas de trabalho são sempre muitos. Não há compreensão, respeito, gentileza; abundam as critícas e faltam os elogios e todos esses afagos ao nosso coração fazem muita falta. Espero que todos acordemos a tempo e comecemos a dar valor àquilo que realmente interessa. Um beijinho, Lena e obrigada por esta chamada de atenção
Emília