18 de julho de 2011

Quem são os homens: a nova identidade masculina




Há muitas décadas as mulheres têm feito uma constante reflexão sobre sua nova identidade e seu papel na sociedade. Não faltam oportunidades para que elas se reúnam em torno destas questões. Produto disto tem sido uma nova mulher, muito mais bonita, bem cuidada, inteligente, ousada, responsável e surpreendente. E os homens? O que aconteceu com eles durante este tempo?

O que sabemos é que tradicionalmente eles não gostam de discutir a relação ou de levar nenhum papo cabeça, de mais consciência. Em parte porque não lhes interessa, pois não convém questionar seu ponto de vista machista. Por outro lado, falta-lhes habilidade para compreender seus sentimentos e expressá-los com clareza. O problema é que agora não é mais possível se abster do diálogo impunemente. Os valores machistas estão indo por água abaixo e hoje em dia um homem que ouse defender publicamente este ponto de vista está sujeito a ser execrado. Mas nós sabemos que no dia-a-dia muitos homens ainda acreditam que as mulheres vivem para serví-los. São homens folgados que não se comprometem, mentem, não são claros na comunicação, manipulam.

O problema ainda não terminou e nem vai terminar enquanto os pais e mães continuarem a criar meninos folgados, não colaborativos, acostumados com mulheres que façam tudo por eles. Um garoto criado desta forma se tornará um homem que se sente superior às mulheres. Em um modo de produção antigo, a força física dos homens os colocava em uma posição de poder, mas agora, quando tudo é mecanizado, automatizado e informatizado, vai melhor quem se comunica bem, quem se dedica ao trabalho, quem tem imaginação ou boas idéias. E as mulheres tem se mostrado cada vez mais aptas para a nova era que se aproxima. Sem a presença do machismo, o que vemos são homens fracos, sem atitude, amendrontados diante da nova mulher. Um homem sem forma, sem identidade. Mas, qual o motivo disto? Por que os homens estão assim?

Em algumas culturas distantes os meninos, quando atingem a idade dos 14 anos, passam por um forte ritual de iniciação à vida masculina adulta, quando aprendem com os mais velhos a serem fortes e respeitadores ao mesmo tempo. Em nossa cultura contemporânea não encontramos nada semelhante. Para as meninas, a menstruação funciona naturalmente como uma espécie de ritual de passagem para a vida feminina adulta. Além disto, nos últimos tempos, as mulheres se uniram para ocupar um espaço mais digno na sociedade. Mas, para os meninos esta passagem para a vida adulta não é muito clara, nem tão evidente assim.

Felizmente, já temos notícia de um novo homem. São indivíduos que compreenderam que homens e mulheres devem ter um relacionamento de igual para igual. São homens que já entenderam que sua força vem das virtudes desenvolvidas: disciplina, ter palavra, integridade, solidariedade. Aprenderam que ser generoso e dar suporte aos outros é um caminho nobre.

Este novo homem também já aprendeu que pode chorar, que pode sensibilizar-se, que pode conversar, mostrando seus sentimentos. É deste homem que a humanidade precisa: poderoso e sensível ao mesmo tempo. É este homem que as mulheres esperam encontrar. Creio que a evolução do comportamento aponta para um novo homem e uma nova mulher que se distingam muito mais como pessoas e menos pelos papéis pobremente definidos pelos gêneros. Afinal, todos nós podemos nos tornar uma espécie de gerreiros pacíficos. O poder não precisa mais continuar nas mãos de pessoas inescrupulosas, mas pode ser apropriado por homens e mulheres que misturam força e sensibilidade.


Sergio Savian



Foo Fighters - Kung Fu Fighting


 


22 comentários:

Paulo Francisco disse...

Este texto tem vários pontos para serem discutidos. Mas ri quando o texto se referiu a mãe e o filho. A mãe de meu filho deveria ler este texto rs rs rs sou quase morto quando passo tarefas para um moleque de treze anos, do tipo: aspirar o seu quarto, lavar o seu prato, ter a responsabilidade de verificar a ração das cadelas... isto de quinze em quinze dias. rs rs rs. Detalhe: eu lavo, passo e faço a comida dele.
Um beijo grande

Toninhobira disse...

Perfeito texto de reflexão sem dor,para uma nova geração que se quer, mais proxima de um pensamento,quero crer seja corrente.Um mundo de mais igualdade entre homens e mulheres,um mundo onde a educação se proponha a não criar estas famigeradas barreiras e discriminações.Um novo mundo onde as pessoas possam se respeitar com seres por excelencia livres e dotados de deveres e direitos independentes de sexualidade.Vamos sim crer, nesta revolução de amor e cooperação.
Maravilhoso texto e muito interessante ter sido feito um homem.
Bela escolha Lena,brilhante sua garimpagem como sempre,que faz daqui uma visita/parada obrigatoria.
Uma bela semana de paz.
Bju de luz nos seus dias.

retrato disse...

a mulher é a flor mais bonita, e importante, que o homem tem no seu jardim. sem ela, o percurso do homem, para o sucesso, torna-se mais lento e ela morre. com ela, o homem fica a conhecer o sentimento do amor, e também, o de falta.

acabe-se a luta entre sexos e reconheça-se que ambos se completam.

Luar disse...

Felizmente há mudanças no sentido positivo!

Jinhos

QUIM disse...

Penso que a maioria dos homens têm se adaptado bem a realidade actual ..As mulheres estão a tomar conta !Muito devido ao homem estar a ficar mais activo em actividades que o tornam um corpo presente...acredito que sera possivel uma igualdade verdadeira..e não cosmética...bjs querida...bom dia

Bloguinho da Zizi disse...

Grandes Homens esses que se permitem chorar, sabendo que sensibilidade todos temos e não há vergonha nenhuma em mostrar sentimentos.
Beijinho e boa semana Lena.

mfc disse...

Uma reflexão actualíssima e correcta.
A paridade engrandece os dois polos!

Rô... disse...

oi minha querida,

ainda bem que as coisas
podem mudar,
aqui em casa todos os homens
e são 4,
cuidam das suas coisas,
ensinei os meninos desde pequenos,
todos cozinham e muito bem,
sabem arrumar seus armários e limpam direitinho,
só a roupa que não é lá essas coisas...
e o maridinho lindo também faz,
quem sabe fazer,
pode ajudar sem desculpas...

beijinhos

Vera Lúcia disse...

É verdade, Lena.
A cultura machista, graças a Deus e
à evolução dos seres humanos, tende a se extinguir completamente. A mudança já é gritante.
Um fator importante para tal mudança é a nova cultura que já se estabelece nos lares, onde os filhos já têm tarefas igualitárias, independente do sexo, e principalmente da orientação que recebem acerca do ato de solidarizar-se.

Lena querida,
Amei o selo e já estou levando para postar lá no selosmimosecarinhos.
Obrigada pelo carinho e por agraciar o Recanto do Sol com tal significativa lembrança.
Beijos.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Muito interessante e ainda por cima escrito por um homem! Um dos poucos que já abriu os olhos! Hi hi hi! Adorei!

Aclim disse...

Correto, seu pnsamento e seu texto. lindo para variar...rrsr

Abraço amada

Sei bem como funciona a desigualdade de uma mente doentia.

Boa semana

ValériaC disse...

Fantástico texto e visão... se faz urgente que os homens repensem muitas coisas em seus modos de viver.
Aqui em casa sou somente eu de mulher e são três homens e todos sabem fazer de tudo e muitíssimo bem, meus filhos são educados para serem estes homens conscientes, que respeitam não somente as mulheres, mas a todos. E se mais filhos(homens, no caso) forem educados assim, nossos netos o serão e tudo vai ser transformado para melhor.
Na vida o equilíbrio se faz necessário, portanto "força" e sensibilidade podem e devem andar juntas.
Homens e mulheres devem compor notas harmônicas para que o mundo siga cada dia melhor.
Boa semana querida...beijos...
Valéria

manuel marques disse...

Os homens deviam ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são.

Beijo meu.

* Verinha * disse...

Com a evolução e passar dos tempos.. é mesmo necessário que as condutas sejam modificadas e atualizadas.. isso que eu chamaria de crescimento para a vida.
Belo texto Lena!

Beijoquinhas super em seu coração..
Verinha

Imac by Artes disse...

Lena! Ótimo texto para que se reflita.
Concordo com o que se diz:
Que a evolução do comportamento apontam para um novo homem e uma nova mulher que se distingam como pessoas e que misturem suas forças e sensibilidades.
Abraços e uma boa noite pra ti.

Folhetim Cultural disse...

Olá sou Magno Oliveira responsável pelo Blog Folhetim Cultural, convido lhe hoje a conhecer o nosso blog, que tem além de notícias, tem também atrações culturais. Como poesia, contos, crônicas e muito mais...
Conto com sua visita no nosso espaço.

Blog: informativofolhetimcultural.blogpost.com
E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
Twitter: @folhetimcultura e @oliveirasmagno

CF disse...

Um texto que abre uma brecha para mudanças em relação às vivências entre os diferentes géneros.
os rapazes tradicionais qd casam Julgam que o fazem com a mãe...pois procuram uma parceira que lhes faça as mesmas baboseiras.
mas como observa o texto, as coisas têm mudado...aos homens tb é permitido outras expressões de masculinidade que antes seriam do foro feminino...Acho bem que assim seja, pois que numa relação a dois há que partilhar tarefas, sentimentos e vida, sem escravizar nenhuma das partes.
bjs

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Lena, ainda bem que já foi o tempo em que o lema era " homem morre, mas nao chora!"
Eles descobriram que também possuem glândulas lacrimais e que foram feitos para se emocionarem, chorarem, sentirem medo, frio, fome, sede e ter neuroses!
Acredito que a igualdade nao se dará unica e exclusivamente da mudança feminina e sim nessa mudança no comportamento masculino que deverá se igualar ao menos em questão sentimental ao da mulher.
Que bom que hoje os homens sabem que limpar o chão, lavar a louça e roupa nao fará com que suas mãos caiam. Viva a nova geração masculina que troca fraldas e fazem a melhor mamadeira do mundo!
Beijokas doces querida, adorei como sempre o post pertinente!
Te adoro flor linda!

Severa Cabral(escritora) disse...

Como diamante vc continua brilhando e muito,e eu aqui te admirando e muito,rsrsrs
vc tem ideia do que causa a quem faz grandioso comentário,no meu caso fico nas nuvens,flutuando...qualquer dia desses caio da cadeira ao te ler...
Menina do céu! como vc conseguiu transportar minha foto para seu cantinho,e ainda acompanhado da minha postagem.Confesso que fiquei radiosa,cheia de felicidade...foi uma grata homenagem ,daquelas que só os hérois são homenagiados e ofertados.Valeu minha querida...
Bjs para aquecer teus dias iluminados!

Smareis disse...

Oi querida.Um texto que me fez refletir muito. Poderoso e sensível, é a forma perfeita. Um beijo e ótima semana.

Meire disse...

Minha linda Estrelinha cheinha de diamantes nas pontinhas, como existem pessoas e pessoas tbm existem homens e homens, muitos realmente as mães os deixaram híper dependentes e não sabem se virar sozinhos, mas tbm há aqueles que cozinham melhor que muita mulher por aí. Tenho um amigo que faz bolo de cenoura melhor que eu, sério! rsrs Eu adoro cozinhar, mas sou estabanada, saio derrubando tudo! Um desastre!
Sabe, acho que tudo o que eu quero no meu futuro marido e futuro pai da Maria Helena é que ele seja poderoso, carinhoso, bravo tbm pq num quero homem molenga, mas com sensibilidade, acho isso tão bonito de se ver em um homem, ah e claro ele terá que ter um bom humor alto nível para aguentar minhas palhaçadas!rsrs

Fofurinha, realmente nosso gosto musical é master parecido, num tem jeito! rsrs As minhas favoritas do Foo Fighters são Learn to fly e Times like these!

Ah, já postei o selinho lindo que vc me deu, com a seguinte descrição: "Ganhei este selo "Blog Carisma" da minha amiga Lena do Amadeirado, que é uma pessoa que o sobrenome deveria ser CARISMA que significa:
Dom do céu. Graça divina. E isso ela tem de sobra!!! Obrigada amiga, vc merece uns dez selinhos iguais a este!!! ;)"

Desculpa o atraso de hj em vir aqui, mas nunquinha que eu vou dormir sem amadeirarme antes!!! Amanhã volto pra comentar o novo post que já vi que é mais um texto supimpa!!!

Te amo muito minha linda!!! ;) bjokitas achocolatadas!

Sandra Portugal disse...

Tenho muita curiosidade de saber ual a idade desse novo homem? a que geração pertence, a Y??
Penso em quando me aposentar, fazer outra faculdade - a de psicologia e poder estudar mais sobre os homens, e porque eles são de Marte e não conseguem perceber Vênus...rssrsrsr
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//