22 de julho de 2011

Você sabe manter o foco?




A vida não acontece da mesma forma para todas as pessoas. Para alguns de nós a vida mais parece uma sequência meio maluca de coisas que vão acontecendo aleatoriamente, quase como se a pessoa, dona da vida, não tivesse nada a ver com isso. Já com outras pessoas, a vida parece ganhar um formato mais ordenado, como se fosse um quadro feito de imagens que, antes de serem colocadas na tela, tivessem sido cuidadosamente concebidas na imaginação do artista.

Para que sua vida seja uma obra de arte, é preciso que você reconheça a si mesmo como o artista. Sim, você é o artista! E um artista precisa de foco. Foco e paixão. Precisa ter o desejo, lá no fundo do seu ser, de transpor para o mundo externo o que pulsa em seu íntimo.

Precisa acreditar-se capaz de criar. Precisa correr o risco de frustrar-se, e ainda assim continuar tentando. Essa persistência é o que estou chamando de foco. Essa capacidade de continuar na direção escolhida, a despeito dos resultados imediatos obtidos.

Eu me lembro de uma vez em que tentei fazer uma escultura em um pedaço de madeira. Fiquei horas cavando aquele tronco que encontrei no meio da mata. Mais horas pintando, acertando... e finalmente... uma linda deusa esculpida, minha obra de arte! Mostrei à minha amiga, e ela achou que eu tinha esculpido uma múmia! - que decepção! A moça da limpeza me disse que tinha certeza que minha escultura retratava uma bruxa, e o ascensorista afirmou, com convicção, que eu tinha esculpido um porco!

Assim é a vida, muitas vezes.

Você consegue persistir, mesmo quando percebe ainda estar longe de atingir o desejado objetivo? Mesmo ao perceber que a diferença entre você e um escultor é de... anos luz? Consegue manter o foco no que deseja, mesmo quando a vida não lhe dá tapinhas nas costas?

Pense por um momento em quais são as coisas que você realmente deseja atingir. Um trabalho satisfatório? Um relacionamento saudável? Uma casa de campo? Habilidades de mágico?

Seja lá o que for, o que lhe digo é que... sem foco... nada feito! Sem foco você acabará desistindo no meio do caminho, às vezes a um milímetro de finalmente atingir o que desejava. Desistir é abrir mão da vida. Como fazem as crianças que cruzam os braços e dizem que já não querem mais brincar.

São duas as suas opções. Você pode continuar em frente, mesmo errando, mesmo se perdendo de vez em quando, mesmo fracassando vez ou outra. Ou pode desistir.

A seu escolha fará toda a diferença, não apenas nos resultados obtidos, mas na forma como você gastará seu precioso tempo de viver. Uma vida é muito mais significativa e interessante quando tem foco, quando é vivida por alguém que acredita poder criar algo de belo, quando nos sentimos entusiasmados e seguimos com perseverança.

Sabe... Me parece triste desistir. Acho triste quando vejo pessoas que deixaram de acreditar, que pararam de tentar. Cheias de justificativas, ficam lá, largadas no meio do caminho. Acho triste pois, a meu ver, se seguimos em frente, mesmo que não encontremos o que inicialmente procurávamos, com certeza fazemos de nossa vida uma linda aventura, cheia de coisas para contar.

A vida não nos foi dada para ser economizada. Qual é a graça de se ganhar uma vela e nunca acendê-la? De guardar as melhores roupas para uma festa que nunca acontece?

Eu lhes digo o que penso. Se ganhamos de presente esta vida, que sejamos capazes de vive-lê com verdade, até o final!



Patricia Gebrim 

Harry Nilsson – Everybody’s Talkin


 

27 comentários:

Cissa Romeu disse...

Oi Lena, querida!
Muito obrigada pelo carinho lá no meu blog, me deixou muito feliz!!!

Que texto interessante.
Creio que a vida seja uma sequencia de episódios de mais ou menos; infelizmente, não são os melhores hits do momento. E nesse contexto temos que nos virar em 1000 e viver, simplesmente!

Beijos, querida!

Mafalda S. disse...

Como a Oprah costuma dizer: "Nós somos os reponsáveis pela nossa vida." E eu acrescento: para que dê certo, é preciso manter o foco mesmo.

Beijo

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Magnífico texto. A vida desilude-nos, mas nem por isso devemos desistir dos nossos objectivos. Ser perseverante e acreditar em nós mesmos é essencial! Bjs e bom fim de semana!

QUIM disse...

Eu aprendi a ferro e fogo,que a vida te que sr vivida de uma forma aberta sem expectativas..criar os nossos objectivos e colocar sempre um sonho que toda a gente nos diz ser impossível como meta e trabalhar nele pouco a pouco sem dar nas vistas mas vigorosamente..Aprendi a acreditar em mim e menos nas outras pessoas!Existem pessoas fenomenais que juntam~se a nós naturalmente e essas serão inseparáveis e nós nem damos conta..bjs querida sempre uma delicia meditar com teus textos..lindo dia...

Dé Mattos disse...

Lena... que lindo isso. Ontem a noite me peguei pensando sobre algumas dessas coisas. E agora lendo teu texto percebo que é isso mesmo: falta de foco. Falta de entender onde eu realmente quero chegar, e ir em busca disso. Não, não sou de desistir no meio do caminho, mas as vezes a minha dificuldade está em justamente achar esse caminho. Entender o que realmente quero e vai me fazer feliz e realizada.
Obrigada por me ajudar a pensar sobre isso hoje. Preciso ajustar o meu foco.

Beijo grande!

Imac by Artes disse...

Lena querida!
Você é formidável!!!
Cada dia você me surpreende com um texto melhor... Acredito que a vida não é pra ser economizada, mas também precisamos ter um foco; para que ela seja pura magia.
Abraços! Uma sexta feira mágica pra ti.

AquilesMarchel disse...

artesão bebado
:0
bjão lena!!!

Sirlara Wandenkolk disse...

Olá Lena (:

Como já diz a minha mãe, tudo é uma questão de foco, sem ele a vida passa... Sem significado e nós, por sua vez, somos meros figurantes

Abraço, segui ^^

нєllєи Cαяoliиє disse...

Lena,Minha amiga
É tão difícil sempre manter o foco,uma vez que de vez em quando todos os indíces são para nos fazer desistir!
Não é fácil,mas a cada amanhecer devemos regar a sementinha da fé!
Lindo texto!
Ótimo fim de semana pra ti,Querida!
Beijos

Su disse...

bom dia pessoa querida que eu gosto muitoooo...

persistência é o meu nome, hehehe... não ligo se erro, tropeço, ou levo um belo escorregão... levanto, tiro a poeira e vamos outra vez... na educação, se a gente desistir com o primeiro "encontrão", melhor mudar de profissão... Mas o melhor é que vale a pena cada tombo, cada "topada" com a "parede", tudo ganha mais sabor, mais vitória, mais conquistas, claro que seria ótimo se tudo desse certo na primeira vez, mas perder o foco dos objetivos, nunca, a vida nos dá os desafios e assim vamos em frente, vivendo sempre e aprendendo mais ainda...

Lena, você me emocionou muito viu, você é muito querida e admiro demais você, acho seu trabalho fantástico e te acho uma pessoa super culta e inteligente, além de super do bem, "carinha" de anjo, hehehe, e amiga presente... A vida me deu alguns presentes nessa blogesfera, coisas que eu nem imaginava que poderiam existir, você é um deles, um presente, que mesmo longe alegra meu coração, a geografia separa a gente por km e mais km, mas essa amizade que deram o nome de "virtual" é tão mais presente do que tantos amigos que encontro no dia a dia por aqui...

Beijinhos e um dia lindo pra ti!

Su.

Artes e escritas disse...

Como disse o oftalmologista, o astigmatismo tem jeito. Um bom dia e um abraço, Yayá.

Rô... disse...

oi Lena minha querida,

acabei de escrever isso num comentário no blog da Dé,

vivo a minha sempre com verdade,
não sei andar por ai,
com a cara pintada,
sou assim,
se me machucar,
levanto e começo
mais uma vez...

exercício é bom!!!

beijinhos

Anita de Castro disse...

Viver a vidacom degnidade até aos fins do tempo e com verdade
Um beijinho obrigada por ser minha seguidora
Que a paz esteja sempre contigo

Alê disse...

Vez em quando, a gente até esbarra aqui, ali, mas vamos tentando,


Bjos

Jesus te ama! disse...

que texto em? muito bom.

Carla Maciel disse...

Oi Lena , que lindo blog!! Conheci através do Perfeita Ordem da Cláudia e adorei o conteúdo, cheio de palavras positivas. Depois dê uma passadinha no meu blog quando tiver um tempinho e participe do sorteio de um espelho revestido em poás que está rolando por lá em comemoração ao lançamento da lojinha Arquitrecos.
Grande abraço!!!
www.arquitrecos.com

Jan disse...

OI LENA, O TEXTO É SENSACIONAL E MUITO VERDADEIRO.

A VIDA EXIGE QUE MANTENHAMOS O FOCO, SÓ QUE SEMPRE MUDA O FOCO.
É DIFÍCIL, MAS É BOM!

eva mooer disse...

rsrsrs...então sua escultura se parecia com um porquinho.....ahahaha A arte é assim mesmo,cada um enxerga algo diferente.Quando diz que precisamos ter uma auto estima,é porque ela faz com que nos orgulhemos do que construímos mesmo com o mundo cego.Concordo com vc...se tem um vela ...acenda...não espere por alguém usá-la no seu velóio.
Gostei muito do texto.......

manuel marques disse...

Beijo meu e bom fim de semana minha querida.

mfc disse...

Um texto que transmite aquela coragem, que por vezes nos falha!

Nati Caetano disse...

OLá Lena! Lindo blog,adorei o texto,todos nós temos um foco,seja ele qual for.
FELIZ DIA DO AMIGO.
Um ótimo Final de Semana.
Abraços

MARILENE disse...

Há muita gente tentando nos desviar dos caminhos, com seus "sábios" conselhos. Mas se mantivermos o foco, chegaremos lá. No fundo, tudo depende, tão somente, de nós mesmos.

Bjs.

Denise disse...

Lena, q belo texto! É de fato importante termos foco, se assim não for, pior do q desistir sem atingir a meta é ficar dando "murro em ponta de faca" por muito tempo, sem perceber-se fazendo isso. Muita paz!

Severa Cabral(escritora) disse...

Que menina mais carinhosa é vc!
Como vc conseguem ser tão amiga,tão meiga,tão minha...eu só tenho que agradecer e dizer que vc me faz feliz.Conhecer pessoalmente com certeza,não tenho dúvida que esse dia vai chegar,o tempo Deus vai mostrar...
Todo mundo tem aquele amigo que é meio "desligado", não é? Aquele que vive distraído, esquecendo o que estava fazendo o que tinha por fazer. Também tem aqueles que são extremamente focados, tanto que não conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo, se não já piram.
Deixo um beijo de boa noite minha querida e doce encanto!

Meire disse...

Precioso Diamante, a vida é cheia de altos e baixo, por isso temos que manter o tal do foco, muitas vezes a visão embaça né?! Então é hora de pegarmos um paninho e passar, pois saber onde queremos chegar e manter sempre a cabeça erguida é o que há. Na parte em que o texto falou da escultura me lembrei imediatamente do Pequeno Príncipe em que o narrador recorda-se de ter desenhado uma jibóia engolindo um elefante e todos achavam ser um chapéu. Ser artista nessa vida minha amiga está no fato de perseguimos nossos sonhos sem nos importar com o que acham ou deixam de achar. Todos os dias fazemos uma escolha de ficarmos felizes ou tristes, não é todo dia que dá pra sorrir o dia todo, mas temos que persistir na alegria para que ela não morra dentro de nosso coração.

Vc tem um dom lindo chamado SENSIBILIDADE que te dá a capacidade de sair por aí tocando corações e lá deixando uma marquinha brilhante e iluminada que é só sua, (marca de Estrelinha). Deus quando fez vc colocou uma dose extra de amor, porque esse é o sentimento que vc exala minha amiga. E eu sou abençoada por ter vc em minha vida, te amo muitão, my sweetheart!

O Amadeirado é tudo de bom, todos que vem aqui sentem-se abraçados.

bjokitas adocicadas!

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Lena querida, tenho vindo aqui e te lido. Por um tempo preciso desse afastamento e depois retorno renovada. Tenho-te num lugar especial do core.
O texto como sempre, dá-nos muita base para pensar muito.
Beijokas doces e um fim de semana maravilhoso
Marllyzinha.

Aclim disse...

Sou do tipo, tudo o que vier é lucro.

Abraço