18 de agosto de 2011

Nada se perde, tudo se transforma




Em nossa existência, nada vem de graça, tudo tem seu preço. Há ganhos que se transformam em perdas e perdas que, por incrível que pareça, se transformam em ganhos. Você pode ter perdido algo ou alguém (um amor, um amigo), mas em compensação aprendeu alguma coisa. A vida é assim: cheia de contradições, de paradoxos. E tudo é aproveitável, mesmo as decepções, os reveses, as frustrações.

A frase do célebre poeta português Fernando Pessoa "eu sou aquilo que perdi" explica bem isso. Ela mostra que é a forma como reagimos às perdas que determina nossa trajetória. São justamente as curvas imprevistas no caminho que definem para onde vamos e que revelam nossa força e nossa coragem.

Por que algumas pessoas reagem melhor à adversidade do que outras? Por que algumas logo dão a volta por cima depois de cair do cavalo? A vida é uma corrida de obstáculos. Apesar de não escolhermos a quantidade de dificuldades que teremos de enfrentar, podemos escolher como vamos enfrentá-las.

Todas as pessoas têm uma capacidade individual, inata ou adquirida, de lutar. Lutar é preciso, até mesmo para descobrir as próprias forças e os próprios limites. Ninguém escapa de lutar bravamente contra alguma dificuldade. Então, a diferença não está em quem batalhou e quem não batalhou. Está na forma de cada um se sentir, se perceber - como vítima ou como sobrevivente.

Quem são as vítimas? Vítimas são as pessoas que ficam paralisadas, sentem-se impotentes diante da realidade, sem poder para mudar o que precisa ser mudado. Enquanto os sobreviventes são todos os que continuam lutando e, apesar das circunstâncias adversas, aprendem que lutar custo muito, mas não lutar custa mais ainda. Sabemos que não temos controle sobre tudo o que acontece à nossa volta, mas de certa forma somos co-autores do nosso destino. Apesar dos pesares, existe uma fome de dar um rumo, um sentido à própria vida. Existe uma fome de felicidade.

Esperança é uma "espera feliz"

Temos entre as mãos um espaço que tentamos preencher com nossos sonhos. O problema é que um dia acreditamos em nós mesmos, na vida e no outro, mas no dia seguinte não acreditamos mais - e é entre esses dois pólos que ficam contidas as alegrias do paraíso e todas as angústias do inferno.

Entretanto, não são as alegrias ou as tristezas as coisas mais importantes em nossas vidas. O que importa mesmo é um sentimento que está infiltrado na nossa pele, nos nossos músculos e nervos: a esperança.

Esperança nós criamos e recriamos, porque ela é um desejo que mora no coração dos homens: é desejo de acreditar. Porém, é ainda mais do que desejo, é necessidade de acreditar no outro, no futuro, na vida. Todos precisamos de esperança para sustentar o presente e nos impulsionar para o futuro, ou seja, ter esperança de encontrar algo ou alguém, de ser correspondido.

Nesse sentido, pode-se dizer que é bom ser "maníaco por felicidade", isto é, teimar em querer se conhecer, se amar, se fazer amar, se compreender, se fazer compreender, se encontrar, se fazer encontrar. E, além do mais, teimar em ter esperança.

Esperança não é uma espera qualquer, é uma "espera feliz". É esperar por aquilo que se deseja. É aguardar, contar com, acreditar que se vai conseguir e também acreditar no acaso. Na vida, existem momentos-surpresa de infelicidade (um minidivórcio, um desencontro), como há também momentos-surpresa de felicidade ( um desejo transbordante, uma fascinação), mas a vida não é só uma espécie de roleta emocional em que tudo depende só do acaso. Essa mistura estranha que chamamos de felicidade não cai do céu. É em grande parte fruto de nosso esforço. Por isso, é bom se mexer, pois quando só esperamos a felicidade, em vez de produzi-la, perdemos a consciência dos nossos próprios recursos, da nossa força e do nosso valor.

Todos nós temos um desejo de ser feliz, mas esse desejo muitas vezes se frustra. Vem um sonho, e logo ele desaparece, se apaga, vem outro e... nada. Nesse vaivém, alguns perdem a esperança, mas muitos continuam a acreditar.

Acontece que a vida é um processo, um lento processo de aprendizado. Viver é crescer, e o crescimento acontece sempre devagar, não é como colocar uma moeda numa dessas máquinas que vendem chocolate e refrigerante e, instantaneamente, obter o chiclete da felicidade.

No nosso encontro com o destino, vamos aprendendo a lidar com os imprevistos, com o perigo. Portanto, não adianta acreditar que não existem abismos na estrada da vida. O importante é atravessá-los, superá-los construindo pontes.

Mas essa é uma questão difícil: como se constrói uma ponte? Quando deparamos com um abismo e não sabemos como atravessá-lo, lançamos uma corda sobre ele. Às vezes dá certo, às vezes erramos, e a corda não se fixa do outro lado.

Sabemos que o amor é a corda, com ele se faz uma ponte, se tece uma ligação, mas todos temos medo do poder que o amor tem de criar e de destruir. Não é segredo que ele tanto pode alterar o nosso mundo amanhã quanto pode tornar a mudá-lo depois de amanhã. Entretanto, só se aprende tentando.

De repente, acontece um duplo contato e daí surge um amor tecido, trançado, mesclado, um vaivém, uma espécie de entrelaçamento. Esse é um amor que, por sua vez, faz aparecer, engendra, dá forma ao nosso sonho de felicidade.



Maria Helena Matarazzo 


 George Harrison - What Is Life








Os texts de Regilene e Meire encontram-se postados na página "Feito pra Mim", deste blog.
 

34 comentários:

RELTIH disse...

NO HAY NADA TAN FÉRTIL, COMO LA PAZ INTERIOR.
BESOS

LUCONI disse...

Tem razão amiga, tudo é a forma como agimos diante de perdas ou dificuldades, a esperança deve sempre estar dentro de nós, mas só tem esperança, como você diz esperar com alegria, que carrega amor e fé, e eu até acredito pelo menos por experiência minha que o amor é sempre muito bom, existe vários tipos de amor, e quem realmente ama não importa o tipo do amor, sempre há de querer a felicidade do alvo do seu amor, mesmo que para isto tenha que se distanciar, ninguém é feliz fazendo infeliz quem ama, não seria amor verdadeiro, beijos Luconi

Cacá - José Cláudio disse...

Muito bom, Lena! Eu gosto muito da palavra resiliência; não só pelo seu significado intrínseco mas por causa de minha própria existência repleta de altos e baixos e uma insistência, uma teima pertinaz em continuar aqui nessa terra. rsrs. Acho que é o que mais me faz crescer aprendendo e tendo a possibilidade de ampliar minhas potencialides e, do mesmo modo, as possibilidades de me aproximar cada vez mais de uma felicidade almejada tanto. Meu abraço. Paz e bem.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Um texto extraordinário que nos faz pensar. Realmente a vida é uma luta constante, as provações só nos fazem crescer e dar mais valor ao que nos faz feliz! Bjs

Regilene disse...

AMADEIRADO
De Regilene Rodrigues Neves
Para Lena

Era uma vez
Além das nuvens
Uma menina que sonhava...

Assim, a criança
Deu lugar a uma linda mulher
Que sempre, sempre,
Razões de viver
Em seu caminho buscava...

Passou a gostar das cores
Das folhas velhas dos livros
Do seu cheiro amadeirado
Impregnado na alma
Por um amor paterno...

Que da sua perda
Veio o crescimento
A força e a inspiração
Que a fez querer
Mergulhar nas letras
E delas ver emergir
Um sonho literário...

Um espaço dedicado
A reflexão sobre a vida
Onde todos
Dele saíssem viciados!

Nesse tom que em sua alma
Tem aroma amadeirado
De folhas amareladas
Soltas em um livro
Aberto de sentimentos

Com notas de sândalo
Feito vinho envelhecido
Em barril de carvalho...

Criou um lugar
De páginas refinadas de amor
Exalando dentro de nós
Seu perfume AMADEIRADO...

Alê disse...

Lena,

Eu acredito no poder da transformação... Posso ser uma romântica, porque espero que quando mudarem, que sejam pra melhor,

Mas é minha danada esperança, rsrs,


Bjkas

Van disse...

Lindo texto , Leninha ! Temos mesmo esse poder da transformação gerado dentro de nós e nem nos damos conta disso.
É importante parar e perceber de que forma utilizamos aquilo que ficou aqui dentro e qual a forma melhor de se usar , para , aí sim poder se predispor e se abrir novamente , se abrir ao novo , se resgatar e reinventar ! Sempre de parabéns nas suas escolhas ! Grande Beijo !

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

Artes e escritas disse...

Lena, gostei do seu texto. Observe o posicionamento político do texto, que mostra a escritora terapeuta no seu todo, como ser social. Vale conferir. Um abraço, Yayá.

Roberta Galdino disse...

olá.
adorei seu blog
é muito legal
estou te seguindo
aparece pelo meu, e me segue.. se quiser
bj

http://rgqueen.blogspot.com/

Lena disse...

Minha querida Regilene
Estou simplesmente em choque por estar super feliz!Quanto carinho e quanta emoção ter visto e lido agora o que vcoê escreveu pra mim. Um poema lindo que encheu meu coração de muita felicidade.
Você acredita que ontem um Anônimo entrou no meu blog,fêz diversos elogios ao Amadeirado, da perfeita diagramação, dos belos textos, das lindas imagens escolhidas,mas disse que isso tudo era em vão, que não valia nada tal esforço pq eu não era autora de nenhum texto.Se ele quisesse iria buscar cada texto no blog de cada autor que se encontrava ali. Fiquei triste no momento, mas depois deixei pra lá. Primeiro, pq tudo o que eu coloco no blog eu escolho com muito amor, e depois, há inúmeros outros blogs que tb reproduzem os textos de autores diversos.Tenho a consciência tranquila que sempre observei a legislação de direitos autorais, mesmo pq sou bliotecária e honesta, e jamais deixaria de registrar os créditos de propriedade de quem quer que fosse.
Aí, hoje eu abro o blog, e encontro essa homenagem linda que vc me fêz. Não tenho palavras para agradecê-la. Somente te dizer que foi uma das coisa mais lindas que me aconteceram na vida...E na hora certa!!!
Obrigada por esse gesto de puro amor e gentileza. Você e essa linda poesia ficarão marcadas pra sempre em meu coração! Beijos com muito carinho e afeto!
Em outro momento venho para comentar o seu post de hoje!

Meire disse...

EstreLeninha mais brilhante que mora além das nuvens desse céu amadeirado, o tempo nos mostra que algumas perdas foram essenciais para nosso crescimento e que outras só nos fizeram bem, diferentemente do que pensávamos no choque da dor. Esperança tem muito a ver com fé, e para tudo nessa vida ela é necessária, pois não conseguimos levantar da cama sem a esperança de que o dia será bom. Eu acredito que a vida nos reserva mais momentos-supresa de felicidade do que de in (nem vamos pronunciar essa palavra feia) hehe.
Sonhos não morrem, só adormecem para acordar mais forte e para que eles sejam realizados é preciso esforço de nossa parte tbm. Eu conheço uma estrelinha que quando precisei me entregou uma corda pra que eu pudesse construir uma ponte, obrigada por fazer parte da minha vida com seu toque doce de Madeirinha: Amizades assim já nascem enraizadas em nosso coração e lá fazem morada deixando a alma todinha perfumada!!!

Lindo, o que a Regilene falou do seu bloguito, cada palavrinha muito bem colocada que eu assino em baixo :) Quanto ao comentário anônimo é pura inveja, vc e seu doce Amadeirado são amados por todos que aqui vem, porque vc cuida desse cantinho e do seu Além das nuvens com muito amor!!!!
Não ligue pra esse tipo de comment e nem fique triste, ó, tbm fiz pra vc ficar feliz:

*****************
Lena, minha autora favorita

Ela pode não escrever textos nem poesia,
mas cada escolha sua nos afaga a alma trazendo encanto e magia.
Não é uma Clarice Lispector,
mas sabe escolher as palavras exatas para os momentos certos.
Não é uma Martha Medeiros,
mas nos faz refletir e em nós fica o doce que derrama de seu açucareiro.
Não é uma Ana Jácomo ,
mas suas palavras tecidas em cada comentário são como um verdadeiro colo.
Estive pensando e cheguei a conclusão,
tudo o que você toca, coloca junto o coração.
Ai de quem se atrever a dizer que você não é uma autora,
pois és linda, bela e amadeirada loura.
A autora de amizades com laços firmes e fortes,
desconfio ainda que esses laços trazem até sorte.
Autora de elogios que nos impulsionam a buscar sempre melhorar,
sua autoria só faz nossa vida adoçar.
Autora de cada imagem desse cantinho,
escolhidas sempre com carinho.
Autora de cada escolha musical,
que nos faz flutuar, pois cada escolha tua é angelical.
Autora que assina em baixo em cada gesto de amor,
Você é muito querida,
declaro aqui que você é minha autora favorita!

bjokitas, amo vc! :)

QUIM disse...

Sem duvida Lena..agente vai ganhando e perdendo..importa no final ganhar mais ..rs..bj ...querida ..desculpa a ausência mas tenho andado tão atarefado....agora tudo normal.bj querida bom dia

ValeriaC disse...

Lindo texto...um convite a refletirmos mais com tudo o que a vida nos traz, que vai muito além do que sentimos como dores ou perdas; na realidade tudo o que vivemos, nos traz grandes lições, nos leva a despertar e isto cabe a cada um nós percebermos em nosso modo de ver as situações a as enfrentar...

Bela homenagem você recebeu minha querida...
Beijinhos e bom dia...
Valéria

Regilene disse...

Oi Lena,

Não deve ficar triste com esse tipo de pessoa que sente prazer em ser negativo, com certeza é uma pessoa frustrada e infeliz que não merece crédito.

Entrei no seu blog por sempre ler seus comentários nos lugares por onde ando e sentir sua energia de amor e carinho para com todos e quando entrei aqui já me apaixonei pelo nome e à medida que fui lendo tudo fui sentindo seu amor em cada detalhe e assim veio a inspiração de lhe passar na mesma intensidade que senti e só consigo falar através da poesia, parece que num simples comentário ficaria faltando palavras para descrever toda beleza que li e vi aqui.

E não se desestimule com esse tipo de pessoa, porque você é superior a elas por cultivar o sentimento mais nobre o “AMOR” e o amor incomoda a quem não é capaz de senti-lo!

Tenha certeza que muitos que vêem aqui se sentem como eu “encantado” com a sua essência de fragrância AMADEIRADA!

Outra coisa que me chamou atenção foi seu nome Lena porque o meu apelido é Lena tbm e muitos me chamam assim, não fumamos free mais temos algo em comum... RSS

Obrigada pela postagem do poema, só quis agradecer com carinho o que vc transmite com a sua dedicação que me deixou viciada no AMADEIRADO!

Bjoss no seu coração!

Maria José Rezende disse...

Olá Lena querida. Estou de volta e curtindo o seu espaço. Beijos e até 2ª feira.

Adriana Vargas de Aguiar disse...

O pensamento tem poder infinito.
Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva que detona o processo de vitória.
Ser otimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.
Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor, colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida - ao optar pelas atitudes construtivas - você cresce como ser humano e filho dileto de DEUS.
Positivo atrai positivo.
Alegria chama alegria.
Ao exalar esse estado otimista, nossa consciência desperta energias vitais que vão trbalhar na direção de suas metas.
Seja incansavelmente otimista. Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma.
É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo.
Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender suas limitações.
Sem esforço não existe vitória.
Ao escolher com sabedoria viver sua vida com otimismo, seu coração sorri, seus olhos brilham e a humanidade agradece por você existir.

Convido-a a conhecer meu blog, o clube dos novos autores que apóia o autor iniciante; ao segui-lo, você terá a oportunidade todo mês d ganhar livros em sorteios, em setembro serão 16 livros.
Um convite carinhoso a conhecer minha pequena biblioteca, encontra-se neste endereço http://www.bookess.com/profile/adrianasph/books/

Jan disse...

LENA, SUA AMIGA REGILENE ESTÁ CERTA..."Tenha certeza que muitos que vêem aqui se sentem como eu “encantado” com a sua essência de fragrância AMADEIRADA!"

QUANTO AO TEXTO, DIGO QUE A VIDA É ASSIM, ASSIM ;-)

BEIJÃO PROCÊ!

JAN

Anônimo disse...

Your point is valueble for me. Thanks!

My blog:
Rachat de credit rachatdecredit.net

Toninhobira disse...

Uma vida feita na contabiliade precisa da esperança e da fé,somam-se os acertos e segue.Uma ponte linda e segura se abre em nossa frente e de olhos fechados seguimos, mas sob a luz da fé.
Belo texto Lena, bela interação da Regilene com poesia.
Pagina linda e florida para uma bela reflexão.Que assim seja sempre.
Um abraço mineiro de flor.
Bju.

ϟ Cynthia Brito disse...

Querida Lena,
eu sempre gosto muito de vir aqui...

E hoje não foi diferente.

Às vezes é preferível descobrir outros métodos para a felicidade que desistir sem antes tentar!

Beijos. Se cuide!

ϟ Cynthia Brito disse...

Ah, Lena, com certeza, a Regilene escreve perfeitamente bem... Suas palavras já me comoveram por vezes.

Bom, realmente "Tudo se Transforma"...

beijiiiinhos.

* Verinha * disse...

Sempre nos surpreendendo com seus textos maravilhosos Lena!..
Lindo o poema feito em sua homenagem.. sem sombra de dúvidas vc é merecedora.. parabéns!!!

Um beijão imenso em seu coração..
Verinha

Leninha disse...

Lena(xará)muito querida,você consegue nos tocar,com seus textos bem escolhidos e as melodias sempre adequadas.Gostei muito de ler:

Esperança é uma "espera feliz"
.......................................Morei,quando criança,em uma cidade com este lindo e sugestivo nome:ESPERA FELIZ...
Bjssssss e muita esperança,
Leninha

O Universo dos Pensamentos disse...

Parabéns pelo texto, bem como o texto da Regilene para vc, coisa linda!!

Pegue o selinho sabor de amizade no meu blog pra vc,


Bjo

Imac by Artes disse...

Lena querida Parabéns!!!
Linda homenagem a que recebestes
e também merecida. Veja que lindo!
Sempre que estamos tristes, desanimadas Deus coloca um Anjo em nosso caminho para nos dar a mão, nos alegrar como fez contigo.
Abraços e uma noite feliz pra ti.

Rô... disse...

oi Lena querida,

a felicidade é um objetivo comum
aos seres humanos,
mas todos nós temos que superar,
as dificuldades e os altos e baixos,
na verdade são as quedas que nos ensinam a levantar,
e os baixos que nos permitem erguer os olhos para o alto,
a vida é uma roda gigante,
cheia de luz cores e sons,
mas temos que saber aceitar que hora estamos em cima,
hora estamos em baixo,
mas sempre com a busca da felicidade latente em nosso coração...

o amadeirado é uma linda e deliciosa
maneira de ver a vida!

muitos beijinhos

ANA ROOS disse...

Tens o dom de encontrar os melhores textos, tem a alma forte, firme, que resiste as dores e as pessoas que fraquejam, assim segue transbordando de amor nas palavras transformando-nos em pessoas mais consciêntes, nos impulsionando pra cima!


Obrigada pelo texto de hoje, era bem a carapuça que precisava!

beijos no coração

♥Soniaconsult♥ disse...

LENINHA AMADA!!
Nem te prenda a comentários bobos como este.
O blog é teu e é repleto de seguidores e amigos que te leêm porque gostam dos textos e de tua amizade.
Não importa se não os escreve. Mas os escolhe com carinho e sempre diz algo para quem o lê no momento certo.
Eu passo raramente por aqui, mas hoje que vim, vim no momento certo para dizer que ADORO O TEU BLOG, TE AMO e sei que sabes disso.
bjos amada e conte comigo para levantar teu astral se é que precisa, ahaha
linda! Te amo!

Perfeita Ordem disse...

Minha amiga,enquanto lia o texto me vinha na memória o que você escreveu em sua homenagem ao seu pai, onde dizia: Talvez fosse necessária a sua ida para que eu pudesse entender que o sofrimento é crescimento.
Lembro perfeitamente dessa sua frase porque me identifico demais com ela.
Concordo plenamente,sofrimento é sim crescimento e sempre,sempre é possível tirarmos dele lições que nos tornam pessoas melhores.
Quanto à pessoa que fez o comentário Lena,melhor não dizer nada.
Só posso agradecer por ter alguém como você garimpando o que há de melhor e nos presenteando todo início de dia com essas maravilhas que fazem bem à nossa alma!
Você faz a diferença Lena e faz a diferença com o que é bom!
E o que é bom,tem qualidade,algumas vezes pode incomodar.
Beijos minha linda amiga,a cada dia aprendo a gostar mais de você!

Orvalho do Céu disse...

Esperança é uma "espera feliz"
Olá, querida Lena

E, nessa expectativa.... vamos vivendo de felicidade em felicidade...
Abraços fraternos de paz

Su disse...

bom dia pessoa querida...

ando meio na correria aqui com o trabalho e curso, mas não poderia deixar de comentar aqui...

primeiro, tive um "dejavu" quando vi essa imagem da chamada desse post ontem à noite, foi tão maluco, mas tive a nítida sensação que já havia lido e visto essa imagem das borboletas e já havia comentado também... foi por segundos que senti isso, mas foi tão intenso que entrei nos comentários e fiquei me procurando, sabia até as palavras que tinha escrito... não comentei ontem mesmo, porque já era tarde e eu queria dar a atenção devida a esse comentário...

amiga, seus blogs são ótimos, informativos e sempre com escolhas tão significativas para aqueles que vem aqui em busca de aprendizado, conhecimento, já li tantos autores aqui que não conhecia e partindo da sua super válida dica, fui buscá-los em outras fontes também. Para quem ainda não percebeu, você além de inteligente e culta é BIBLIOTECÁRIA, alguém que ama e entende de livros como ninguém, portanto tem todo o gabarito para indicar textos, divulgá-los e trazer "de graça" esses presentes diários que são postados aqui, sem contar a pessoa do bem que você é, portanto amiga, aquele que aponta o dedo pra nós, sem sequer dizer o próprio nome, para mim é um "sujeito inexistente e inexpressivo" como diria meu filhote no alto dos seus 14 anos numa análise sintática!rs...

Pronto, falei!

Te adoro moça linda e querida!

Linda sexta-feira por aí!

Beijokas.

Su.

Ingrid disse...

a vida é a transformação e nisso reside sua beleza..
amei teu texto..
beijinhos de carinho.

ANA ROOS disse...

oi Lena, voltei e vi que uma amiga sua não entedeu meu comentário, diz pra ela que adorei o que vc colocou aqui... Quem tem um blog pega emprestado as palavras de outra pessoa... eu faço isso!!!
A carapuça era pra mim!!!! Eu que precisava ler tudo isso e bola pra frente!!

Beijos!

denise dutra disse...

"Sabemos que não temos controle sobre tudo o que acontece à nossa volta, mas de certa forma somos co-autores do nosso destino."
Com certeza, tudo o que fazemos hoje vai refletir amanhã, entao temos que ter cuidado com nossas atitudes para não chorar mais tarde .
lena, eu adorei o texto e gostei demais do teu blog.
beijinho