27 de novembro de 2011

Ansiedade




Inúmeras são as razões pelas quais uma pessoa busca a psicoterapia, mas o número de pessoas que buscam tratamento para ansiedade-depressão cresce a cada dia mais.

Atualmente temos a sensação de que os dias ficaram mais curtos. Quando o dia termina, estamos exaustos e ainda ficaram coisas por fazer. Os constantes desafios a que somos submetidos, a violência, perdas afetivas, cobranças, as competições... Estes são, sem dúvida nenhuma, alguns dos fatores que podem provocar desordem de ansiedade e sentimentos de insegurança.

Dia após dia vivemos estas mesmas situações que nos levam a um cansaço físico e mental, nos deixando cada vez mais ansiosos. A ansiedade sempre fez parte do ser humano, esse sentimento funciona como um instinto de sobrevivência frente a situações difíceis. Ela é uma força extra para que possamos prosseguir.

Quem nunca se sentiu ansioso para fazer uma prova, uma entrevista de emprego ou ao se atrasar para um compromisso? Essas situações nos dão ansiedade e isso é natural, tanto é que depois conseguimos nos acalmar. A ansiedade atrapalha e começa a preocupar quando se torna persistente e passa a impedir a realização dos nossos objetivos, deixando-nos sem forças para cumprir nossas tarefas.

A preocupação com o que ainda não fizemos ou com o que temos de fazer nos tira do momento presente. O estado de ansiedade é caracterizado por não estar centrado no aqui e agora. O mecanismo da ansiedade está por trás de quadros como o perfeccionismo, em que a pessoa procura sempre a aprovação dos outros, não se sente amada e tende sempre a agradar os outros, com cobranças e exigências às vezes absurdas. Há uma tendência a não se preocupar consigo mesmo, muitas vezes surgindo o desleixo e a falta de preocupação com a aparência. Há em geral uma preocupação fixa com um determinado assunto em detrimento de tudo que há em volta. O pensamento fica difícil, há dificuldade de concentração, insônia e impaciência, além de perda de memória.

A ansiedade leva também ao adoecimento físico, como: hipertensão, gastrites, dores de cabeça, fadiga, cansaço e tensões musculares. A saída é descobrir o que deseja ser e aprender a amar a si mesmo em primeiro lugar, independente de ser o melhor ou não, pois ninguém é perfeito.

O importante é se conhecer e se respeitar, para isso é preciso relaxar, mas é muito difícil dizer isso para um ansioso. Respirar, meditar e ficar quieto só com seus pensamentos são tarefas quase impossíveis para uma pessoa ansiosa. Nestes casos a psicoterapia holística ajuda muito, e num prazo muito curto. Utilizo nesses casos a radiestesia, como desbloqueador dos centros energéticos (chakras), e a hipnose, que proporciona um relaxamento imediato. A técnica da hipnose proporciona mudanças de hábitos e comportamentos, tornando a pessoa mais tranqüila. Ela eleva a auto-estima e a disposição, trazendo novamente a vontade de viver e de ser feliz.

Algumas dicas eficazes no controle da ansiedade:

1- Escreva sobre o que estiver sentindo. Descreva suas sensações com detalhes, sem fugir ou negar. Fica mais fácil identificar e controlar suas emoções ao aceitar e assumir o sentimento.

2 - Aprenda a relaxar.

3 - Pratique exercícios relaxantes, como yoga.

4 - Realize tarefas agradáveis, como: leitura, pintura, dança...

5 - Caminhe

6 - Medite. Há inúmeras técnicas de meditação, com certeza você achará uma que lhe agrade.

7 - Tenha pensamentos mais otimistas.

8 - Pare com a necessidade de querer ter controle sobre tudo.

9 - Tire um dia para se cuidar, da cabeça aos pés.

10 - Olhe-se no espelho, comece a se gostar, cuide da sua autoestima, acredite que você é capaz de conseguir. Eu acredito que você seja, e você acredita?



Myriam Durante 



10 comentários:

mfc disse...

A ansiedade é uma consequência desta lufa lufa que esta sociedade nos impõe.
Combater a ansiedade é também uma forma de negarmos esta sociedade.
Vamos a isso.

FlorAlpina disse...

Preciosos conselhos!

Bjs dos Alpes

Fatima disse...

Bjs e uma ótima semana pro cê!

Debby disse...

Olá..

Adorei o seu blog e dos conselhos.

Parabéns

Bjs
Debby :)

Sheila - Blog "Passarinhos no Telhado" disse...

Oi Lena!

Ansiedade, na minha opinião, é medo do futuro...só isso!
Quando estou ansiosa...eu sei que é o medo que está disparando esta sensação horrível em mim. Medo de que as coisas não saiam do meu jeito, da maneira como eu espero.O melhor remédio contra a ansiedade ( na minha opinião é claro) é tirar a nossa mente que está lá no futuro e coloca-la no "aqui e agora" que é a única coisa que realmente temos, a única coisa real. O resto é ilusão, devaneios...

Grande beijo Lena! E uma ótima semana pra vc :)

manuel marques disse...

"A ansiedade envenena o corpo e o espírito."

Beijo meu.

Calu disse...

Linda Lena,
um excelente conjunto, este que vc nos oferta:texto e conselhos super-úteis para vida atual.Como há necessidade de nos protegermos do excesso de ansiedade que,acredito eu, acomete um em cada três pessoas no mundo moderno. È mais um dos males civilizatórios.
Adorei a abordagem e as dicas.
Uma linda e calma semana p/ vc e os teus.
Bjkas mil,
Calu

Leninha disse...

Lena querida,

Sábios conselhos,amiga...lindo texto.
Bjsssssss e muito carinho,
Leninha

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Tenho uma tendência grande para a ansiedade, a qual consegui controlar com meditação e também trabalhos de arte, scrapbook, que é uma higiene mental nos fins de semana. Parece que esse é o mal do século, levando à depressão e síndromes.

Beijos!

shan-Tinha disse...

costumamos viver o ontem ou o amanhã e deixamos hoje de lado, viver o aqui e o agora e silenciar a mente juntando às suas dicas é o grande lance, bj!