29 de novembro de 2011

Sonhos




Os sonhos são pensamentos, sensações, imagens e emoções que passam pela nossa mente enquanto estamos adormecidos. São parte de um estado alterado de consciência, no qual entramos a cada noite.

Em média, cerca de 20% do nosso sono é passado no estado de sonho. Para a maioria das pessoas, isso dura em torno de uma hora e meia a cada noite. Ninguém sabe exatamente por que o fazemos, mas a ciência pode atestar que durante os estágios mais profundos do sono, a fase REM (Rapid Eye Moviments, que em português significa Movimento Rápido dos Olhos) nosso cérebro permanece incrivelmente ativo.

O sonho é a linguagem das nossas almas: as visões, os sons e as sensações que nos atingem falam diretamente a nós e por nós enquanto estamos inconscientes. É como se a mente nos levasse a um mundo misterioso, onde tudo pode acontecer.

Embora seja misterioso, e algumas vezes assustador, esse mundo dos sonhos é intensamente pessoal e particular e nos proporciona um modo de compreender nossa vida consciente e desperta. Infelizmente, quando acordamos, com freqüência lembramos apenas uma fração do que sonhamos e, algumas vezes, não lembramos nada, achando que não sonhamos. Apesar dessa sensação, todo mundo sonha todas as noites. Sonhar é parte essencial de nossas vidas, na verdade, se não sonhássemos, adoeceríamos.

Muitas pessoas se perguntam: Por que sonhamos? O que são os sonhos, afinal? As teorias do sonho e do sonhar são talvez tão diversas e variadas quanto os próprios sonhos. A principal partiu de Sigmund Freud, o pai da psicanálise, que caracterizava os sonhos como a libertação de desejos reprimidos, ou seja, para Freud as coisas que desejamos e não nos encorajamos a fazer são liberadas pelo nosso inconsciente enquanto dormimos.

Carl Gustav Jung, discípulo de Freud, decidiu seguir seu próprio caminho: defender suas idéias, que eram diferentes das propostas por Freud. Jung concordava que os sonhos eram manifestações do inconsciente, só que de forma a buscar o equilíbrio do "eu", nossa percepção de nós mesmos e do mundo a nossa volta.

As explicações variam muito de acordo com nossos costumes, religiões e modo de vida. Para os religiosos, as imagens que nos visitam quase todas as noites são mensagens divinas ou demoníacas. Alguns acreditam que nossa alma, ou essência, pode deixar o corpo durante o sono e viajar para o plano astral. Já os paranormais, encaram os sonhos como a manifestação de poderes mentais que não dominamos quando estamos acordados, como a premonição, a telepatia, etc.

Sabe-se também que os sonhos nos revelam detalhes das nossas vidas passadas. Assim, além do "significado" que os sonhos possam ter, a maioria das pessoas concorda que por meio deles estamos solucionando problemas.

Cada um tem uma visão a respeito deste tema e ninguém é mais adequado para interpretar o significado de um sonho, o problema ou crise que ele representa, do que o sonhador. Todas essas perspectivas têm um lógica interna, por isso, esteja aberto e use sua intuição para descobrir o que o seu sonho diz.

Algumas dicas de como lembrar e entender os sonhos:

- Tenha sempre um caderno e uma caneta na sua mesa de cabeceira. Se possível, permaneça na cama alguns momentos após o despertar e pense no sonho. Registre-o em detalhes: concentre-se nas imagens, nas pessoas. Pense no que elas significam para você.

- Manter um diário de sonhos é um recurso extremamente útil. Ele pode fazer-lhe grandes revelações sobre sua vida inconsciente

- É importante que você escreva tudo o que conseguir lembrar. Não elabore nem censure nada.

- Muitos sonhos não são completos em si mesmo, e sim, se desdobram gradualmente num período de tempo. Se você censurar detalhes não muito claros, perderá informações importantes, que poderão ser esclarecedoras posteriormente.

- A medida que seu diário de sonhos evolui, você começará a perceber a ligação entre os sonhos.

- Não bloqueie as manifestações do seu inconsciente. Diga a você mesmo que está receptivo para saber seja lá o que for. Boa sorte e bons sonhos.

"Tudo o que vemos ou sentimos, nada mais é do que um sonho dentro de um sonho". Edgar Allan Poe





Myriam Durante 












15 comentários:

Bel Rech disse...

Muitas vezes eu acordo de um sonho e volto a sonhar de onde parei...E meus sonhos também dizem muito daquilo que não terminou no passado e sempre me ronda...interessante seu texto...Talvez fizesse um diário...
Paz e bem

Sandra Botelho disse...

Maravilhoso amiga.
Li e degustei cada palavra. Aprendo tanto aqui.
Bjos achocolatados

josenaide coelho disse...

lindo texto! boa noite.....

Paulo Francisco (Pchico) disse...

Eu gosto de acreditar que minha alma anda independente de mim na calada da noite e depois vem me trazendo histórias para eu contar.
Um grande beijo.

Anônimo disse...

Lena, seu blog é DEZ. Os textos são excelentes. Todos dia é sagrado para mim e tenho que dar um olhado e ler as novidades... Parabéns por tudo, ok? bjs. LU

Anônimo disse...

Lena, seu blog é demais. Todo dia dou uma passadinha aqui e leio os textos. É show!!! bjs. Lu

Bento Sales disse...

Oi, Lena!
O sonho é mesmo um momento mágico.
Muitos sonhos bons meus se realizaram, mas fico feliz quando os ruins não se concretizam.
Quando não temos mais sonhos, nosso viver não terá mais razão.
Lendo o texto, lembrei-me desta frase:

"De sonhar ninguém se cansa, porque sonhar é esquecer, e esquecer não pesa e é um sono sem sonhos em que estamos despertos".
(Fernando Pessoa)

Parabéns pelo ecletismo!

Abraços do amigo de sempre!

Rô... disse...

oi minha amiga,

saudades muitas...
adoro sonhos,
mas nunca me preocupei com seu significado...
vou deixando meus pensamentos soltos a voar por ai,
de olhos fechados e abertos...

beijinhos

JAN disse...

LENA: ACREDITO QUE "Os sonhos são pensamentos, sensações, imagens e emoções que passam pela nossa mente enquanto estamos adormecidos. São parte de um estado alterado de consciência, no qual entramos a cada noite."

FAZ TEMPO QUE NÃO NOS "VEMOS"...
PASSE LÁ NO MEU LUGARZINHO PRA TOMAR UM CAFEZINHO;-)
BEIJÃO
JAN

mfc disse...

São um mundo misterioso... um escape inconsciente às frustrações e anseios mais íntimos!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Os sonhos
realmente
são a linguagem
das nossas almas...

Perfeito,
e em si,
já justifica
qualquer outro
pensamento.


Que a alegria
faça folia
em teu coração.

Gabi disse...

Olá passei para conhecer e gostei do seu blog. Até mais beijinhos
www.amoracherry.com

Gabi disse...

Olá passei para conhecer e gostei do seu blog. Até mais beijinhos
www.amoracherry.com

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Interessante a matéria. Nunca me preocupei muito com sonhos. Não sou de ter pesadelos, é raro. Sempre ouvi dizer que sonhos são a exteriorização de coisas pelas quais passamos diariamente e ficam no subconsciente.

Beijos, Lena!

Maria José Rezende disse...

Olá Lena. Esse assunto é complicado demais, mas esse texto explica muito bem as várias teorias dos sonhos. Eu me incluo no grupo de pessoas que não se recordam dos sonhos e vou adotar essas técnicas. Beijos.